Curso de Direito Constitucional   Dirley Cunha

Curso de Direito Constitucional Dirley Cunha


DisciplinaConstitucional5.249 materiais6.160 seguidores
Pré-visualização50 páginas
DIRLEY DA CUNHA JÚNIOR 
CUJRSO, D1E DIREITO! 
CONSTITUCIONAL 
6ª edição 
Revista, ampliada 
e atualizada. 
2012 
I ); I EDITORA f júsPODIVM 
www.editorajuspodivm.com.br 
\ 
);\EDITORA 
, jusPODNM 
www.edi1nrajuspodivrn.com.br 
Rua Mato Grosso, 175 -Pituba, CEP: 41830-151- Salvador-Babia 
Tel: (71) 3363-8617 / Fax: (71) 3363-5050 \u2022 E-mail: fale@editorajuspodivm.com.br 
Conselho Editorial: Antônio Gidi, Dirley da Cunha Jr., Leonardo de Medeiros Garcia, Fredie Didie~ Jr., 
José Henrique Mouta, José Marcelo Vigliar, Marcos Ehrhardt Júnior, Nestor Távora, Robério Nunes FIlho, 
Roberva1 Rocha Ferreira Filho, Rodolfo Pamplona Filho, Rodrigo Reis Mazzei e Rogério Sanches Cunha. 
Capa: Rene Bueno e Daniela Jardim (www.buenojardim.com.br) 
Diagramação: Maitê Coelho (maitescoelho@yahoo.com.br) 
Copyright: Edições JusPODIVM 
Todos os direitos desta edição reservados à Edições JusPODIVM. 
É termioantemente proibida a reprodução total ou parcial desta obra, por qualquer mei~ ou processo, :em a e~pres~a 
autorização do autor e da Edições JusPODIVM. A violação dos direitos autorais caractenza cnme descnto na legtslaçao 
em vigor, sem prejuízo das sanções civis cabíveis. 
SOBRE O AUTOR 
\u2022 Juiz Federal da Seção Judiciária da Bahia. Doutor em Direito Constitucional 
pela PUC-SP. 
\u2022 Mestre em Direito Econômico pela UFBA. 
\u2022 Pós-graduado em Direito pela Universidade Lusíada (Porto/Portugal) e 
pela Fundação Faculdade de Direito da Bahia. 
\u2022 Ex-Promotor de Justiça do Estado da Bahia (1992-1995). 
\u2022 Ex-Procurador da República (1995-1999). 
\u2022 Professor Adjunto IV (concursado) de Direito Constitucional e dos Cursos 
de Mestrado e Doutorado da Universidade Católica do Salvador (UCSAL). 
\u2022 Professor Adjunto I de Direito Constitucional dos Cursos de Graduação, 
Mestrado e Doutorado em Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBA). 
\u2022 Professor-Visitante do Mestrado da Universidade Federal de Alagoas 
(UFAL). 
\u2022 Professor-Conferencista de Direito Constitucional da Escola da Magistratu-
ra do Estado da Bahia (EMAB), da Fundação Escola Superior do Ministério 
Público da Bahia (FESMIP), da Escola Judicial do TRT da 5ª Região (Bahia) 
e TRT da 19ª Região (Alagoas). 
\u2022 Professor-Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Direito do Estado 
da Faculdade Baiana de Direito e do Curso juspodivm. Professor de Direito 
Constitucional e Administrativo dos Cursos juspodivm. Professor e Coorde-
nador do Núcleo de Direito do Estado da Faculdade Baiana de Direito. 
\u2022 Membro da Associação Brasileira de Constitucionalistas Democratas 
(ABCD). 
\u2022 Membro do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional (IBDC). 
\u2022 Presidente fundador do Instituto de Direito Constitucional da Bahia (IDCB). 
\u2022 Autor de diversos artigos publicados em obras coletivas e revistas especia-
lizadas e dos livros "Curso de Direito Constitucional" (Editorajuspodivm); 
"Controle judicial das Omissões do Poder Público" (Editora Saraiva); "Contro-
le de Constitucionalidade" (Editorajuspodivm); "Direito Penal-parte gerar' 
(Editorajuspodivm), "Curso de Direito Administrativo" (Editorajuspodivm) 
e "EC 45/2004: Comentários à Reforma do Poder judiciário" (em co-autoria 
com Carlos Rátis) (Editorajuspodivm). 
À Ana,jamile, 
D{rley Victor e Diandra, 
o meu eterno amor e carinho, 
agradecendo a Deus a presença 
de vocês na minha vida. 
AGRADECIMENTOS 
Há uma parábola que noticia que há muitos anos, um Rei criou um con-
curso para premiar o artista que melhor captasse, numa pintura, a paz per-
feita. Muitos tentaram e, ao final, o Rei gostou de apenas duas. A primeira 
era um lago calmo e cristalino onde refletiam as imagens de montanhas e 
árvores que o ladeavam. O céu era de um azul perfeito e todos os que fita-
vam a pintura, enxergavam nela um profundo conteúdo de paz. A segunda 
pintura tinha um quebra-mar sobre rochas escuras e sem vegetação. O céu 
enegrecido, pontilhado por raios e trovões, precipitava uma grande tempes-
tade. Definitivamente, essa pintura não revelava nenhum conteúdo de paz 
e tranqüilidade. Mas, quando o Rei observou mais atentamente, verificou 
que no alto das rochas, havia um pequeno arbusto crescendo de uma fenda. 
Neste arbusto, encontrava-se um pequeno ninho e ali, no meio do mar re-
volto e céu tempestuoso, um pequeno passarinho descansava calmamente. 
O Rei então escolheu a segunda pintura e, diante de uma platéia surpresa, 
explicou, com grande sabedoria: A verdadeira paz não é estar num lugar cal-
mo e tranqüilo, sem trabalho árduo ou sem dor. Paz significa que, apesar de 
estarmos no meio das adversidades e das turbulências da vida, permanecemos 
calmos em nossos corações. Esta é a verdadeira paz! 
Agradeço tudo aos meus Reis: os meus pais. Com sabedoria, eles me ensi-
naram essa verdadeira paz, e que a minha felicidade dependia da felicidade 
dos outros; e que para eu ser feliz, era preciso que eu promovesse o bem e 
a felicidade das pessoas. A vocês, meus pais, segue a minha eterna gratidão, 
pelas incansáveis orientações. Ao meu pai Dirley, pelas lições de ética e ho-
nestidade, que, como ele sempre diz e enfatiza, são o maior patrimônio que 
alguém pode deixar. A você minha mãe Lilian, pelo conforto das amáveis pa-
lavras de incentivo e pela ternura do sorriso sempre presente. 
Agradeço também aos amigos-irmãos, Acioly, Deisimar, ]osilton e Reis, 
pois com vocês eu aprendi o que realmente é amizade. 
Aos meus eternos Mestres, Professor Edvaldo Brito (UFBA) e Professor 
Luiz Alberto David Araujo (PUC/SP), com os quais aprendi o verdadeiro Di-
reito Constitucional, que não é o ditado pelos tribunais, nem o plasmado 
na letra fria do texto, mas aquele que está em nossos corações, pronto para 
atender e servir a todos que anseiam por liberdade e dignidade. 
Ao amigo Ricardo Didier; da editora ]uspodivm, que praticamente parou 
a editora para se dedicar exclusivamente à diagramação e publicação deste 
livro, receba o meu agradecimento especial. 
10 DIRLEY DA CUNHA JÚNIOR 
Aos amigos Francisco Salles e Guilherme Bellintani, do curso juspodivm, 
pelo apoio e incentivo de sempre. 
A todos aqueles que, como eu, amam a Constituição e lutam por sua efe-
tividade! 
SUMÁRIO 
Nota à sexta edição.............................................................................................................. 27 
Apresentação....................................................................................................................... 29 
Capítulo I 
CONSTITUCIONALISMO.................................................................................................... 31 
1. Origem e conceito ........................................................................................................ 31 
2. Desenvolvimento ......................................................................................................... 32 
2.1. Constitucionalismo antigo ....................................................... ;........................ 32 
2.2. Constitucionalismo medieval............................................................................ 33 
2.3. Constitucionalismo moderno............................................................................ 34 
3. Neoconstitucionalismo................................................................................................ 38 
3.1. Patriotismo Constitucional................................................................................ 42 
3.2. Transconstitucionalismo................................................................................... 44 
Capítulo 11 
DIREITO CONSTITUCIONAL............................................................................................. 47 
1. Origem, conceito e natureza do Direito ConstitucionaL........................................... 47 
2. Objeto do Direito Constitucional ................................................................................