Curso de Direito Constitucional   Dirley Cunha

Curso de Direito Constitucional Dirley Cunha


DisciplinaConstitucional5.250 materiais6.160 seguidores
Pré-visualização50 páginas
. 
4.5. Método normativo-estruturante ...................................................................... . 
5. Princípios de interpretação constitucional ............................................................... . 
5.1. Princípio da unidade da Constituição .............................................................. . 
5.2. Princípio do efeito integrador .......................................................................... . 
5.3. Princípio da máxima efetividade ..................................................................... . 
5.4. Princípio da justeza ou da conformidade funcionaL ..................................... . 
5.5. Princípio da concordância prática ou da harmonização ................................ . 
5.6. Princípio da força normativa da Constituição ................................................. . 
5.7. Princípio da proporcionalidade ou razoabilidade ......................................... .. 
5.8. Princípio da presunção de constitucionalidade das leis ................................. . 
5.9. Princípio da interpretação conforme a Constituição ...................................... . 
6. A interpretação constitucional e a sociedade aberta 
dos intérpretes da Constituição de Peter Hãberle .................................................... . 
Capítulo VI 
13 
225 
226 
226 
227 
228 
230 
230 
231 
232 
233 
235 
236 
237 
PODER CONSTITUINTE..................................................................................................... 239 
1. Considerações preliminares........................................................................................ 239 
2. Conceito ....................................................................................................................... 240 
3. O Poder Constituinte e o pensamento de Sieyes ........................................................ 242 
4. Natureza....................................................................................................................... 243 
5. Titularidade e exercício do Poder Constituinte.......................................................... 245 
6. Espécies de Poder Constituinte: Originário e Derivado............................................. 247 
7. Poder Constituinte Originário..................................................................................... 248 
7.1. Conceito.............................................................................................................. 248 
7.2. Características ................................................................................................... 248 
7.3. Formas de manifestação.................................................................................... 251 
7.4. Poder Constituinte Material e Poder Constituinte Formal.............................. 251 
8. Poder Constituinte Derivado....................................................................................... 252 
8.1. Conceito.............................................................................................................. 252 
8.2. Características ................................................................................................... 253 
8.3. Espécies.............................................................................................................. 253 
8.4. Poder Constituinte Reformador........................................................................ 253 
8.4.1. Conceito................................................................................................ 253 
8.4.2. Limitações ............................................................................................ 254 
8.4.3. Processo Legislativo de Emenda à Constituição: 
processo de reforma constitucional.................................................... 259 
8.4.4. Controle de constitucionalidade da reforma constitucional............. 261 
8.5. Poder Constituinte Decorrente ......................................................................... 261 
9. Mutação constitucional............................................................................................ ... 263 
10. Direito Constitucional intertemporal......................................................................... 264 
10.1. Princípio da Recepção ....................................................................................... 265 
10.2. Repristinação ..................................................................................................... 266 
10.3. Desconstitucionalização.................................................................................... 266 
Capítulo VII 
CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE ....................................................................... 267 
1. Considerações iniciais ................................................................................................. 268 
2. Conceito e pressupostos do controle de constitucionalidade ................................... 269 
2.1. Conceito.............................................................................................................. 269 
2.2. Pressupostos...................................................................................................... 270 
Casa
Squiggly
Casa
Highlight
14 DIRLEY DA CUNHA JÚNIOR 
2.2.1. A Constituição formal ......................................................................... . 
2.2.2. A Constituição como norma jurídica 
fundamental, rígida e suprema .......................................................... . 
2.2.3. A previsão de um órgão competente ................................................ .. 
3. Antecedentes históricos e evolução do controle de constitucionalidade ................ . 
3.1. O sistema "americano" da judicial review oflegislation 
ou "difuso" de controle de constitucionalidade 
e o leading case William Marbury v. fames Madison ........................................ . 
3.2. O sistema "austríaco" ou "concentrado" de controle 
de constitucionalidade. A contribuição de Kelsen ......................................... .. 
3.3. O sistema francês de controle de constitucionalidade e as alterações 
advindas da Reforma Constitucional de 23 de julho de 2008 ....................... . 
3.3.1. O Controle de Constitucionalidade na França, a Constituição 
de 04 de outubro de 1958 e o Conselho Constitucional ................... . 
3.3.1.1. Composição do Conselho ConstitucionaL ......................... . 
3.3.1.2. Competência do Conselho Constitucional .......................... . 
3.3.2. O Controle Preventivo de Constitucionalidade na França ................ . 
3.3.3. O Controle Repressivo de Constitucionalidade na França 
e a Questão Prioritária de Constitucionalidade (QPC) ...................... . 
3.3.4. Considerações finais ........................................................................... . 
3.4. A evolução do controle de constitucionalidade no BrasiL ............................. . 
3.4.1. A Constituição de 1824 ....................................................................... . 
3.4.2. A Constituição de 1891. ...................................................................... . 
3.4.3. A Constituição de 1934 ....................................................................... . 
3.4.4. A Constituição de 193 7 ....................................................................... . 
3.4.5. A Constituição de 1946 ....................................................................... . 
3.4.6. A Constituição de 1967 /69 ............................................................... .. 
3.4.7. A Constituição de 1988 ....................................................................... . 
4. Modelos de controle de constitucionalidade ........................................................... .. 
4.1. Quanto ao parâmetro do controle ....................................................................