Caderno De Exercícios Exame De Suficiência Do CFC unidade 4   Contabilidade E Analise De Custos
94 pág.

Caderno De Exercícios Exame De Suficiência Do CFC unidade 4 Contabilidade E Analise De Custos


DisciplinaContabilidade / Ciências Contábeis82.691 materiais539.021 seguidores
Pré-visualização13 páginas
do processo produtivo e é 
representado pela soma da mão-de-obra direta com os custos indiretos e representa o 
custo de transformação da matéria-prima em produto acabado. 
 
20- (CFC 2013-1)-Uma indústria apresentou, no mês de fevereiro de 2013, os seguintes 
custos de produção: 
Matéria-Prima R$83.500,00 
Mão de Obra Direta R$66.800,00 
Custos Indiretos de Fabricação R$41.750,00 
 Os saldos dos Estoques de Produtos em Elaboração eram: 
 Inicial R$25.050,00 
Final R$33.400,00 
O Custo dos Produtos Vendidos, no mês de fevereiro, foi de R$133.600,00 e não havia 
Estoques de Produtos Acabados em 31.1.2013. 
 Com base nos dados acima, o saldo de Estoques de Produtos Acabados, em 
28.2.2013, é de: 
a) R$50.100,00. 
b) R$58.450,00. 
c) R$183.700,00. 
d) R$192.050,00. 
 
ALTERNATIVA CORRETA A 
Se o objeto de custeio for o produto, teremos que classificar o custo com Salário do 
Supervisor como INDIRETO, pois haverá rateio deste custo para cada unidade produzida. 
Porém, se o objeto de custeio for o setor de Corte, teremos um custo DIRETO, pois tal 
custo pode ser apropriado diretamente ao setor. 
Saldo Inicial de Produtos em Elaboração R$ 25.050,00 
Matéria-prima R$ 83.500,00 
Mão-de-obra direta R$ 66.800,00 
Custos Indiretos de fabricação R$ 41.750,00 
TOTAL CUSTO DE PRODUÇÃO DO PERIODO R$ 217.100,00 
(-) Estoque final de Produtos em Elaboração R$ 33.400,00 
PRODUÇÃO REALMENTE ACABADA R$ 183.700,00 
(-) Custo dos Produtos Vendidos R$ 133.600,00 
ESTOQUE FINAL DE PRODUTOS ACABADOS R$ 50.100,00 
 
 
 
 
55 
 
21- (CFC 2013-1)-Uma indústria de confecções tem sua produção dividida em três 
setores: corte, costura e acabamento. No setor de corte, um funcionário, com 
remuneração mensal de R$8.000,00, tem como única atividade a supervisão do corte 
de 50 tipos de produto, executado por 10 funcionários. 
 A remuneração do supervisor é um custo: 
 a) direto, independentemente de o objeto do custeio ser o produto ou o setor. 
b) direto, se o objeto do custeio for o produto e indireto, se o objeto do custeio for o 
setor. 
c) indireto, independentemente de o objeto do custeio ser o produto ou o setor. 
d) indireto, se o objeto do custeio for o produto e direto, se o objeto do custeio for o 
setor. 
 
A remuneração do Supervisor é um custo: 
 d) indireto, se o objeto do custeio for o produto e direto, se o objeto do custeio for o 
setor. 
 
22- (CFC 2013-1)-Uma empresa fabrica e vende os produtos A e B. Durante o mês de 
fevereiro de 2013, o departamento fabril reportou para a contabilidade o seguinte 
relatório da produção: 
 Itens de Custo Produto A Produto B Valor Total 
Matéria-prima consumida R$1.800,00 R$1.200,00 R$3.000,00 
Mão de obra direta R$1.000,00 R$1.000,00 R$2.000,00 
Unidades produzidas no período 4.000 12.000 16.000 
Custos indiretos de fabricação R$10.000,00 
 No referido mês, não havia saldos iniciais e finais de produtos em elaboração. 
 A empresa utiliza, como base de rateio dos Custos Indiretos de Fabricação, o valor da 
matéria-prima consumida para cada produto. 
 Com base nos dados acima, é CORRETO afirmar que o Custo Total do Produto A, no 
mês, é de: 
 a) R$8.800,00. 
b) R$8.400,00. 
c) R$7.800,00. 
d) R$5.300,00. 
Resposta: A 
=> Base de rateio dos custos indiretos = matéria-prima consumida 
=> Produto A = MP produto A / MP total = 1.800 / 3.000 = 0,6 x 100 = 60% 
=> Rateio dos custos indiretos = 60% de 10.000 = 6.000 => produto A 
Cálculo do Custo Total de produção do prod. A: 
Matéria-prima consumida ................ 1.800,00 
Mão-de-obra direta ........................ 1.000,00 
 
 
 
56 
CIF ................................................ 6.000,00 
Custo Total do produto A ............... 8.800,00 
Custos 
Descrição PRODUTO A PRODUTO B TOTAL 
MP consumida 1.800,00 1.200,00 3.000,00 
Mão-de-obra 
direta 
1.000,00 1.000,00 2.000,00 
Custos Indiretos 6.000,00 4.000,00 10.000,00 
TOTAL 8.800,00 6.200,00 15.000,00 
 
Como a base de rateio dos custos indiretos de fabricação é o valor da matéria-prima 
consumida, fazemos assim: 
10.000,00/3.000,00 = 3,33333 
Agora 1.800 x 3,3333 = 6.000,00 e 1.200,00 x 3,3333 = 4.000,00 
 
23- (CFC 2014.1)-Uma sociedade empresária adota o sistema de inventário periódico e 
utiliza o Método PEPS para controle dos estoques. O estoque inicial era de 70 
unidades, adquiridas ao custo unitário de R$15,00. No mês de dezembro de 2013, 
foram feitas as seguintes aquisições: 
 
 Em 31.12.2013, o inventário indicou a existência de 120 unidades em estoque. 
Com base nos dados informados, o Custo da Mercadoria Vendida em dezembro de 
2013 foi de: 
a) R$2.293,20. 
b) R$2.734,80. 
c) R$3.042,00. 
d) R$3.210,00. 
 
 
 
 
 
57 
Vale ressaltar que no controle das entradas do valor da NF deverão ser 
desconsiderados os impostos recuperáveis, ou seja, na primeira compra de R$ 
2.400,00 subtraímos o valor de R$ 528,00 de tais impostos. 
O estoque final é de 120 unidades, o que implica na venda (saída) de 160 unidades. 
Sendo 70 unidades por R$ 15,00 e 90 unidades a R$ 18,72. Diante disso, o Custo da 
Mercadoria Vendida será de: 
R$ 15,00 X 70 unidades = R$ 1.050,00 
R$ 18,72 X 90 unidades = R$ 1.684,80 
CMV = R$ 2.734,80 
 
Resposta: Alternativa \u201cB\u201d. 
 
24- (CFC 2014.1)-Uma Indústria produz apenas um produto e incorreu nos seguintes 
gastos durante o mês de fevereiro de 2014: 
 
 
 
 O Custo da Produção Acabada em fevereiro de 2014, pelo Método de Custeio por 
Absorção, é de: 
a) R$184.500,00. 
b) R$202.500,00. 
c) R$211.500,00. 
d) R$229.500,00. 
 
O Custo da Produção Acabada pode ser expresso como: 
CPA = EIPEP + CPP \u2013 EFPEP, onde: 
CPA = Custo da Produção Acabada 
EIPEP = Estoque Inicial de Produtos em Processo 
EFPEP = Estoque Final de Produtos em Processo 
O CPP será equivalente aos seguintes custos: Mão de Obra Direta, Salário da Supervisão 
da Fábrica e Outros Custos de Fabricação, logo: 
CPP = R$ 99.000,00 + R$ 22.500,00 + R$ 36.000,00 + R$ 27.000,00 
CPP = R$ 184.500,00 
Diante disso, o CPA será igual a: 
CPA = R$ 54.000,00 + R$ 184.500,00 \u2013 R$ 9.000,00 = R$ 229.500,00. 
Resposta: Alternativa \u201cD\u201d. 
 
 
 
 
58 
25-(CFC 2014.1)-Uma sociedade industrial fabrica e vende um único produto. No mês 
de janeiro de 2014, foram apresentados os seguintes dados: 
\u2022 Estoque inicial de produto em elaboração R$0,00 
\u2022 Compra de matéria-prima no período R$20.000,00 
\u2022 Consumo de matéria-prima no período R$12.000,00 
\u2022 Mão de obra utilizada na produção no período R$8.000,00 
\u2022 Energia elétrica consumida na produção R$1.000,00 
\u2022 Despesas administrativas do período R$10.000,00 
\u2022 Custo da produção acabada no período R$6.000,00 
 
Considerando os dados apresentados, o saldo do Estoque de Produtos em Elaboração, 
em 31.1.2014, é de: 
 
a) R$15.000,00. 
b) R$25.000,00. 
c) R$27.000,00. 
d) R$35.000,00. 
 
CPA = EIPEP + CPP \u2013 EFPEP 
O CPA é dado no enunciado e totaliza R$ 6.000,00. 
O CPP será a soma de todos os custos envolvidos com a produção no período, ou seja, a 
somatória do consumo de matéria prima do período (R$ 12.000,00), mão de obra 
utilizada na produção (R$ 8.000,00) e a energia elétrica (R$ 1.000,00). 
Logo, o EFPEP será igual a: EFPEP = EIPEP +