A FORMAÇÃO DE UM LIDER
313 pág.

A FORMAÇÃO DE UM LIDER


DisciplinaR110 materiais261 seguidores
Pré-visualização50 páginas
juntos e todas 
as decisões que temos de tomar em conjunto. 
Nosso casamento não segue a rotina comum de um casal que passa quinze 
minutos juntos todas as manhãs, depois cada um pega seu carro e sai para o 
trabalho, e, depois do expediente, voltam para casa e passam meia hora juntos 
antes de irem se deitar... E, no dia seguinte, acordam e fazem tudo outra vez. Não. 
Nós ficamos juntos o tempo todo, constantemente, dia e noite. Quando temos esse 
tipo de convivência contínua com o cônjuge, é melhor termos um relacionamento 
em que nos damos muito bem! 
Para falar a verdade, por mais que ame Dave, pelo menos umas quinze 
vezes por semana eu tenho de me segurar e ficar de boca fechada, embora, na 
realidade, sinta vontade de dizer algo que sei que causaria problemas. Mas o 
Espírito Santo me orienta nessas ocasiões, e sei que se disser algo para Dave 
naquele momento, iremos nos desentender. Então exerço o domínio próprio e fico 
calada. E tenho certeza de que muitas vezes Dave faz o mesmo com relação a 
mim. 
Ambos aprendemos que, do mesmo modo como não podemos falar ou fazer 
tudo o que queremos para termos um casamento bem-sucedido, o mesmo 
princípio se aplica ao nosso exercício da liderança na obra de Deus. 
Se quisermos ser líderes, não podemos dizer sempre o que quisermos, fazer 
tudo o que quisermos, ir sempre aonde quisermos, comer tudo o que quisermos, 
ficar acordados até a hora que quisermos ou nos levantar somente na hora em que 
quisermos. 
Teremos de exercer o autocontrole. 
Precisaremos dizer aos nossos próprios desejos carnais: "Vocês vão se 
adequar ao que é correto, gostando ou não!" 
O chamado do líder é superior a tudo o mais. É algo muito mais importante 
do que satisfazer os próprios desejos; muito mais importante do que se sentir bem 
todo o tempo. 
Para sermos capazes de obedecer ao Espírito ao invés de ceder aos 
desejos da carne, temos de realmente querer ser líderes. 
O Desejo de Ser Líder é Positivo 
Fiel é a palavra: se alguém aspira 
[ansiosamente] ao episcopado 
(superintendência, supervisão), 
excelente obra almeja. 
1 Timóteo 3.1 
 
Almejar a liderança é algo bom. Não há problema nenhum em querer ser 
líder. Mas, de acordo com o texto a seguir, quem quer ser líder na obra de Deus 
precisa atender a determinadas exigências bíblicas. Vamos analisar algumas delas 
para o exercício da liderança espiritual. 
SER IRREPREENSÍVEL 
E necessário, portanto, que o bispo 
(superintendente, supervisor) seja 
irrepreensível, esposo de uma só mulher, 
temperante, sóbrio, modesto, hospitaleiro 
[demonstrando amor e sendo amigo dos 
crentes, principalmente dos estrangeiros ou 
estranhos] e apto para ensinar. 
1 Timóteo 3.2 
 
Um líder espiritual não pode dar margem a acusações. Deve ser 
irrepreensível, isto é, precisa ter uma conduta tão correta que os outros não 
consigam encontrar nenhum motivo para acusá-lo de erros nem apresentar 
acusação alguma contra ele. 
Dave e eu não poderíamos ocupar a posição de líderes espirituais, 
ensinando outras pessoas como viver corretamente, se tivéssemos uma conduta 
de ímpios. Se quisermos ser líderes, temos de ser exemplos para os outros. Não 
podemos ensinar às pessoas algo que nós mesmos não fazemos. 
Era exatamente isso o que os fariseus faziam, por isso Jesus os chamou de 
hipócritas. Eles ensinavam aos outros o que deviam fazer, mas eles mesmos não o 
faziam.6 Um líder deve ser ponderado, moderado, controlado e sensato. 
Considero essa última exigência muito importante. Porém, o grande problema de 
muitos, inclusive de alguns na própria igreja, é que são bastante tolos. As vezes 
parece que quando certas pessoas se convertem e são cheias do Espírito Santo e 
recebem o poder de Deus que as capacita a fazer a vontade dele, algumas delas 
pensam que devem jogar a sensatez pela janela. Mas é justamente o contrário! Se 
alguém vai desenvolver um ministério, deve ter muita sensatez, como nos adverte 
Provérbios 24.3-4: Com sabedoria [sensatez] edifica-se a casa, e com inteligência 
ela se firma; pelo conhecimento se encherão as câmaras de toda sorte de bens, 
preciosos e deleitáveis. 
Em 1 Timóteo 3.2, podemos observar que um líder deve ter uma conduta 
adequada e digna, levando uma vida disciplinada e organizada. Note-se que 
novamente surge a palavra disciplina. 
Devemos ser hospitaleiros e gentis, principalmente com os forasteiros ou 
com os estrangeiros. Em qualquer tipo de encontro social \u2014 por exemplo, uma 
festa, um culto ou qualquer outra atividade \u2014, devemos agir de forma que as 
pessoas de fora da família e do círculo de amizades se sintam à vontade e aceitas. 
Por fim, esse versículo nos fala que o líder deve ser capacitado e qualificado 
para ensinar. Isso inclui o ensino por meio do próprio exemplo de vida. A 
sociedade quer ver cristãos que levem uma vida honesta e transparente. Ela 
deseja poder confiar em alguém, e é nosso dever transmitir aos outros os 
princípios de uma vida piedosa.7 A nossa casa deve ser o primeiro lugar onde 
devemos pôr isso em prática. 
Cuidar do Próprio Lar 
... Não dado ao vinho, não violento, 
porém cordato, inimigo de contendas, não avarento 
[ávido por obter riquezas, mesmo que seja por meios 
questionáveis]; e que governe bem a própria casa, 
criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito 
(pois, se alguém não sabe governar a própria casa, 
como cuidará da igreja de Deus?). 
1 Timóteo 3.3-5 
 
Eis aí um grande desafio! Fazer nossos filhos agirem sempre de forma 
respeitosa é um trabalho de tempo integral, ao qual temos de nos dedicar com 
afinco. Precisamos dizer continuamente: "Não vou tolerar nenhuma atitude ou 
comportamento de desrespeito. Você vai ter de respeitar os outros". 
Naturalmente é muito mais fácil deixarmos os filhos fazer o que quiserem, 
sem corrigi-los, do que ter todo o trabalho necessário para discipliná-los. 
Quando Dave deixava nossos filhos de castigo proibindo-os de sair durante 
duas semanas, eu sentia que ele estava castigando a mim, e não a eles. Eu dizia: 
"Será que não podíamos só tirar a mesada deles ou algo assim? Se eles ficarem 
de castigo em casa durante duas semanas, você vai poder sair para o trabalho, 
mas eu terei de ficar aqui com eles". 
Para criar bem nossos filhos, às vezes temos de nos sacrificar. Temos de 
passar por dificuldades pelas quais preferiríamos não passar. Creio que 
atualmente os filhos têm tantos problemas porque nós, os pais, sempre estamos 
ocupados demais e não queremos reservar o tempo necessário para discipliná-los 
corretamente, pois é algo muito trabalhoso. 
Paulo diz que se alguém não sabe governar a própria casa como será capaz 
de cuidar da Igreja? Contudo, quando Paulo fala de governara casa, ele não está 
dizendo que devemos ser pais autoritários, ditatoriais, que governam o lar com 
mão de ferro. O lider bem-sucedido é aquele que tem capacidade para liderar, 
guiar e cuidar da sua casa com sabedoria, amor e compreensão divinos. 
 
SER APROVADO POR DEUS 
Não seja neófito, para não suceder [que desenvolva uma 
disposição mental que o cegue e o torne tolo,] que se 
ensoberbeça [se torne cego pela arrogância] e 
incorra na condenação do diabo. 
Pelo contrário, é necessário que ele tenha 
bom testemunho dos de fora [da igreja], 
afim de não cair no opróbrio e no laço do diabo. 
Semelhantemente, quanto a diáconos, é necessário 
que sejam respeitáveis, de uma só palavra, 
não inclinados a muito vinho, não cobiçosos de sórdida 
ganância [ávidos por riquezas e lançando mão de 
métodos desonestos para obtê-las], conservando o 
mistério da fé [a verdade de Cristo não revelada 
aos descrentes] com a consciência limpa. 
Também