Resumo lei de licitação 8666
120 pág.

Resumo lei de licitação 8666


DisciplinaDireito Administrativo I54.684 materiais993.340 seguidores
Pré-visualização29 páginas
I - concorrência;
II - tomada de preços;
III - convite;
IV - concurso;
V - leilão.
À luz do disposto na Lei n.º 8.666/1993 \u2014 Lei de Licitações e Contratos \u2014, julgue o próximo item.
Q755652 São cinco as modalidades de licitação: concorrência, tomada de preços, convite, concurso e leilão.
CORRETO. É aquela pegadinha do pregão que não consta da lei 8666. Como o comando da questão pedia somente sobre a 8666 marcamos sem o pregão!
§ 1º CONCORRÊNCIA é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados que, na fase inicial de habilitação preliminar, comprovem possuir os requisitos mínimos de qualificação exigidos no edital para execução de seu objeto.
§ 3o A CONCORRÊNCIA é a modalidade de licitação cabível, qualquer que seja o valor de seu objeto, tanto na compra ou alienação de bens imóveis, ressalvado o disposto no art. 19, como nas concessões de direito real de uso e nas licitações internacionais, admitindo-se neste último caso, observados os limites deste artigo, a tomada de preços, quando o órgão ou entidade dispuser de cadastro internacional de fornecedores ou o convite, quando não houver fornecedor do bem ou serviço no País
Q890547 Nos casos de omissão se utiliza sempre CONCORRÊNCIA.
NOTE QUE nas licitações internacionais não é somente concorrência não, cabe TP e cabe Convite também, se forem seguidas algumas exigências. 
§ 2o Tomada de preços é a modalidade de licitação entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as condições exigidas para cadastramento até o 3º dia anterior à data do recebimento das propostas, observada a necessária qualificação.
§ 9o Na hipótese do parágrafo 2o deste artigo, a administração somente poderá exigir do licitante não cadastrado os documentos previstos nos arts. 27 a 31, que comprovem habilitação compatível com o objeto da licitação, nos termos do edital.       
§ 3º  CONVITE é a modalidade de licitação entre interessados do ramo pertinente ao seu objeto, cadastrados ou não, escolhidos e convidados em número mínimo de 3 pela unidade administrativa, a qual afixará, em local apropriado, cópia do instrumento convocatório e o estenderá aos demais CADASTRADOS na correspondente especialidade que manifestarem seu interesse com antecedência de até 24 horas da apresentação das propostas.
§ existindo na praça mais de 3 possíveis interessados, a cada novo convite, realizado para objeto idêntico ou assemelhado, é obrigatório o convite a, no mínimo, mais um interessado, enquanto existirem cadastrados não convidados nas últimas licitações
§ 7o Quando, por limitações do mercado ou manifesto desinteresse dos convidados, for impossível a obtenção do número mínimo de licitantes exigidos no § 3o deste artigo, essas circunstâncias deverão ser devidamente justificadas no processo, sob pena de repetição do convite.
As hipóteses para poder rolar com menos de 3 convidados:
- Limitação de Mercado
- Manifesto desinteresse dos convidados
E mesmo assim, só vai poder rolar se JUSTIFICAR no processo. Se não justificar repete o convite.
Q911150 mas se \u201causente justificativa do ocorrido no processo\u201d, o certame SERÁ REPETIDO!
Q346809 Quando, por manifesto desinteresse dos convidados, for impossível a obtenção de três licitantes e tal circunstância for devidamente justificada no processo, não será necessária a repetição do convite.
CORRETO. Note que pode sim ter a licitação pelo convite sem os três licitantes, desde que a hipótese tenha se caracterizado (manifesto de interesse ou limitação de mercado) e seja justificado no processo.
(CESPE/ABIN/2018) Considerando que a ABIN escolha a modalidade licitatória convite para contratar empresa de engenharia para modernizar suas instalações, Será considerada regular a licitação se, tendo três empresas se apresentado, somente duas cumprirem todos os requisitos exigidos.
FALSO. Note que a hipótese para poder acontecer com menos de 3 convidados NÃO INCLUI essa possibilidade de apenas duas comprirem os requisitos.
I) Aplicamos a Súmula do TCU, se não tivermos 3 propostos APTAS à seleção, repetimos o ato convocando outros possíveis interessados. Note que o próprio TCU só excepciona o parágrafo 7, que é justamente o que faz a exceção da limitação de mercado ou do manifesto desinteresse.
Súmula 248 TCU: Não se obtendo o número legal mínimo de 3 propostas aptas à seleção, na licitação sob a modalidade Convite, impõe-se a repetição do ato, com a convocação de outros possíveis interessados, ressalvadas as hipóteses previstas no parágrafo 7º, do art. 22, da Lei 8.666/1993
TCU diz que só vai ser válida a licitação convite SE TIVER 3 PROPOSTAS APTAS. E somente no caso da exceção de IMPOSSIBILIDADE de se obter 3 propostas, ai sim poderia seguir com menos de 3.
Q874916 Fez o convite, teve 3 participantes:
Se não for alcançado o número mínimo legalmente exigido de empresas qualificadas no certame, estará configurada hipótese de dispensa de licitação.
FALSO. TCU diz que se não tiver o mínimo de 3 aptas a seleção (qualificadas) VIA DE REGRA REPETE O CONVITE, só não repete se estiver dentro da exceção. 
Q602735 Uma autarquia federal, desejando comprar um bem imóvel \u2014 não enquadrado nas hipóteses em que a licitação é dispensada, dispensável ou inexigível \u2014 com valor de contratação estimado em R$ 50.000,00, efetuou licitação na modalidade concorrência. Em virtude do valor de contratação estimado, se cumpridas as exigências legais, seria permitida a realização da licitação sob a modalidade convite.
FALSO. CONVITE NUNCA pode ser usado para alienação de IMÓVEL. No máximo bem MÓVEL. 
Para bem IMÓVEL temos o seguinte:
Via de regra vai usar concorrência 
Se for bem imóvel vindo de processo judicial ou dação em pagamento excepcionalmente se admite LEILÃO. 
§ 4 CONCURSO é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados para escolha de trabalho técnico, científico ou artístico, mediante a instituição de prêmios ou remuneração aos vencedores, conforme critérios constantes de edital publicado na imprensa oficial com antecedência mínima de 45 dias.
Q755696 Concurso é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados que, preliminarmente, comprovem possuir a qualificação exigida no edital para a execução do seu objeto. 
FALSO. Note que a lei aqui é para qualquer interessado mesmo , mas a lei NADA DIZ sobre ter de comprovar ou não preliminarmente qualificação. 
§ 5º LEILÃO é a modalidade de licitação entre quaisquer interessados para a venda de bens móveis inservíveis para a administração ou de produtos legalmente apreendidos ou penhorados, ou para a alienação de bens imóveis prevista no art. 19, a quem oferecer o maior lance, igual ou superior ao valor da avaliação.      
Q315905 O leilão, modalidade de licitação adotada para a venda de bens móveis inservíveis de um órgão público, pressupõe a utilização do tipo de licitação denominada menor preço
FALSO. A modalidade do leilão se chama \u201cmaior lance ou oferta\u201d
§ 8º  É vedada a criação de outras modalidades de licitação ou a combinação das referidas neste artigo.
É absoluto. CESPE copiou e colou isso aqui e foi dado como CORRETO.
Q755695 É vedada a criação de outras modalidades de licitação além daquelas elencadas na referida lei.
Valores limites
	
	Obras e serviços de engenharia
	Compras e outros serviços
	Concorrência
	A partir de 1.500.000 (3.3kk)
	A partir de 650.000 ( 1.43kk)
	Tomada de Preço
	Até 1.500.000 (3.3kk)
	Até 650.000 (1.43kk)
	Convite
	 Até 150.000 (330k)
	Até 80.000 (176k)
§ 8o No caso de consórcios públicos, aplicar-se-á o dobro dos valores mencionados no caput deste artigo quando formado por até 3 (três) entes da Federação, e o triplo, quando formado por maior número.     
Art. 23.  As modalidades de licitação a que se referem os incisos I a III do artigo anterior serão determinadas em função dos seguintes limites, tendo em vista o valor estimado da contratação:
I - para obras e serviços de engenharia:                  
a) convite - até R$ 150.000,00 
b) tomada