Resumo lei 8112
134 pág.

Resumo lei 8112


DisciplinaDireito Administrativo I54.722 materiais994.225 seguidores
Pré-visualização27 páginas
prover seus cargos com professores, técnicos e cientistas estrangeiros, de acordo com as normas e os procedimentos desta Lei. 
§ 1o As atribuições do cargo podem justificar a exigência de outros requisitos estabelecidos EM LEI.
§ 2o Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de se inscrever em concurso público para provimento de cargo cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras; para tais pessoas serão reservadas ATÉ 20% das vagas oferecidas no concurso.
[Súmula 377 STJ] O portador de visão monocular tem direito de concorrer, em concurso público, às vagas reservadas aos deficientes.
[STJ] surdez unilateral NÃO É deficiência. 
Q460227 Conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal, se determinado concurso público destinar-se ao provimento de duas vagas, não será possível que uma dessas vagas seja destinada exclusivamente a pessoa portadora de necessidades especiais.
CORRETO. Pois a lei 8112 estabelece UM MÁXIMO \u2013 ela diz até 20%. Se a ADM colocasse 1 vaga, ela estaria dando 50% das vagas. 
I) \u201cEntendeu a Corte Suprema que reservar um vaga, ou seja, cinquenta por cento das vagas existentes, implicaria majoração indevida dos percentuais legalmente estabelecidos.\u201d
Art. 6o O provimento dos cargos públicos far-se-á mediante ato da autoridade competente de cada Poder.
Art. 7o A INVESTIDURA em cargo público ocorrerá com a POSSE.
Q602739 A investidura em cargo público em comissão ocorre com a nomeação e independe de prévia habilitação em concurso público.
FALSO. Por mais que independa de concurso, a investidura só ocorre com a POSSE.
Q4439 Para que João seja considerado investido no cargo público, haverá de ter cumprido, entre outras, as seguintes exigências legais: aprovação em concurso público de provas ou provas e títulos, nomeação pela autoridade administrativa competente, assinatura do termo de posse e início do efetivo desempenho das atribuições do cargo
FALSO. Ele necessariamente fez o concurso, foi nomeado e tomou posse. O exercício não precisa. Logo após ele tomar posse ele já foi investido no cargo público. 
Súmula Vinculante 44: "Só por lei se pode sujeitar a exame psicotécnico a habilitação de candidato a cargo público."
Súmula 14 do STF: "Não é admissível, por ato administrativo, restringir, em razão da idade, inscrição em concurso para cargo público." 
Súmula 683 do STF: "O limite de idade para a inscrição em concurso público só se legitima em face do art. 7º, XXX, da Constituição, quando possa ser justificado pela natureza das atribuições do cargo a ser preenchido."
Formas de provimento e Nomeação
DICA: 4 Reis aproveitaram nossa promoção (4 com R , aproveitamento , nomeação , promoção)
Art. 8o  São formas de provimento de cargo público:
V - readaptação;
VI - reversão;
IX - recondução.
VIII - reintegração;
VII - aproveitamento;
I - nomeação;
II - promoção;
Q301100 A promoção constitui ato de investidura derivada, enquanto a nomeação consiste em ato de investidura originária
CORRETO. Note que aqui o CESPE chamou de \u201cformas de investidura\u201d e deu como correto.
Obs.: Somente a nomeação mesmo é forma de provimento originário , todas as outras são derivadas.
Art. 9o A NOMEAÇÃO far-se-á:
I - em caráter EFETIVO, quando se tratar de cargo isolado de provimento efetivo ou de carreira;
Q620568 A nomeação para cargo isolado de provimento efetivo depende de prévia habilitação em concurso público.
II - em comissão, inclusive na condição de interino, para CARGOS DE CONFIANÇA VAGOS. 
CUIDADO: A CF diz que as FUNÇÕES de confiança são somente para servidores de cargo efetivo. Mas aqui na 8112 dizemos que os CARGOS de confiança podem ser também ocupados por servidores em comissão.
I) CARGO de confiança: pode servidor efetivo ou em comissão \u2013 acesso por NOMEAÇÃO. 
II) FUNÇÃO de confiança: somente servidor efetivo \u2013 acesso por DESIGNAÇÃO. 
Q385439 Os cargos de confiança vagos só poderão ser preenchidos, ainda que de forma interina, mediante o instituto jurídico da nomeação.  
CORRETO. Aqui é a letra SECA da lei 8.112 que diz exatamente isso. Porque a CF não diz nada sobre \u201ccargos de confiança\u201d e sim \u201cfunções de confiança\u201d. 
Q547531 É obrigatória a aprovação prévia em concurso para provimento de quaisquer cargos ou empregos na administração direta ou indireta, ressalvadas as nomeações para cargos em confiança, declarados em lei como de livre nomeação e exoneração.
FALSO. Não é obrigatório o concurso para PROVIMENTO e sim para A INVESTIDURA em cargo público. 
I) Provimento existem várias formas, até promoção é provimento.
CF Art. 37 II -  a INVESTIDURA em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração;
Q380935 É obrigatória a realização de concurso público para provimento de cargo efetivo na administração direta ou indireta.
CORRETO. Note que ele diz cargo de provimento EFETIVO. Esse sim é 100% somente por concurso. Se ele disser \u201ccargo público\u201d ai não podemos afirmar, pois inclui os cargos de provimento em comissão.
Q329576 A nomeação para cargo de provimento efetivo será realizada mediante prévia habilitação em concurso público de provas ou de provas e títulos ou, em algumas situações excepcionais, por livre escolha da autoridade competente
FALSO. Cargo efetivo somente por concurso. 
Art. 10.  A nomeação para cargo de carreira ou cargo isolado de provimento efetivo depende de prévia habilitação em concurso público de provas ou de provas e títulos, obedecidos a ordem de classificação e o prazo de sua validade.
Note que quando dizemos \u201ccargo de carreira\u201d ou \u201ccargo isolado de provimento efetivo\u201d estamos sendo específicos somente no cargo público efetivo mesmo. Por isso que a redação desse Artigo não excepciona qualquer cargo em comissão.
Parágrafo único.  Os demais requisitos para o ingresso e o desenvolvimento do servidor na carreira, mediante PROMOÇÃO, serão estabelecidos pela lei que fixar as diretrizes do sistema de carreira na Administração Pública Federal e seus regulamentos.
Cargo em comissão
Parágrafo único.  O servidor ocupante de cargo em comissão ou de natureza especial poderá ser nomeado para ter exercício, INTERINAMENTE, em outro cargo de confiança, sem prejuízo das atribuições do que atualmente ocupa, hipótese em que deverá optar pela remuneração de um deles durante o período da interinidade. 
Servidor já possui um cargo em comissão, é chamado para ocupar OUTRO cargo em comissão. 
Note que ele vai exercer SIM os dois cargos em comissão, o que ocorre é que ele não pode acumular a remuneração dos dois durante esse período de interinidade.
Q601954 É permitido o exercício de mais de um cargo em comissão, desde que seja na condição de interino.
Q414338 Considere que Paula, servidora ocupante de cargo de natureza especial de um tribunal regional do trabalho há cinco anos tenha sido nomeada, em outubro de 2013, para o exercício interino de outro cargo de confiança, sem prejuízo das atribuições do cargo que ocupava até então. Nessa situação, mesmo que opte por apenas um dos salários ao longo do período de interinidade, Paula não poderá acumular esses cargos, visto que a acumulação não é permitida pela legislação brasileira
FALSO. Ela vai exercer sim esses dois cargos , o que acontece é que ela deve optar pela remuneração de somente um deles. 
Do concurso público
Art. 11.  O concurso será de provas ou de provas e títulos, podendo ser realizado em duas etapas, conforme dispuserem a lei e o regulamento do respectivo plano de carreira, condicionada a inscrição do candidato ao pagamento do valor fixado no edital, quando indispensável ao seu custeio, e ressalvadas as hipóteses de isenção nele expressamente previstas. 
Art. 12.  O concurso público terá validade de ATÉ 2 anos, podendo ser prorrogado
João Paulo
João Paulo fez um comentário
muito bom
0 aprovações
Carregar mais