AD1 Qumica Eng Produçao
5 pág.

AD1 Qumica Eng Produçao


DisciplinaQui03456 materiais136 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA 
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Avaliação à Distância \u2013 AD1 
 
Disciplina: Química
 
 
 
ALUNO: Monique Silva de Souza
 
MATRÍCULA: 18213160087 
 
 
 
 
Angra dos Reis, 24 de fevereiro de 2019.
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA 
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
1) O Sulfato de cobre pentahidratado tem sua origem do sulfato de Cobre (II) ou Sulfato
Cúprico que é um composto químico com fórmula molecular CuSO4. Este sal existe 
sob algumas formas, dentre elas a sua forma penta-hidratada (CuSO4.5H2O), a forma 
no qual é mais encontrada e apresentando cor azul brilhante.
A forma do sulfato de cobre pentahidratada ocorre na natureza como calcantita 
(pentahidratado), e já foi muito conhecido como vitríolo azul e pedra-azul. 
O sulfato de cobre (II) é um fungicida (mata fungos) muito usado na agricultura e 
jardinagem. É um dos principais componentes da Calda Bordalesa, empregada 
principalmente na cultura de frutos (uva, figo, goiaba, tomate, etc) contra uma doença 
fúngica chamada ferrugem.
 Propriedades químicas do Sulfato de Cobre
\uf0b7 Sulfato de cobre como fungicida na agropecuária 
\uf0b7 Sulfato de cobre no tratamento de água
\uf0b7 Sulfato de cobre como herbicida no controle da proliferação de algas 
\uf0b7 Sulfato de cobre como bactericida 
\uf0b7 Sulfato de cobre no controle de parasitas em sistemas de águas de recirculação 
ou aquários.
\uf0b7 Sulfato de cobre como tratamento de infecções parasíticas em peixes (Dosagem 
deve ser mínima e controlada). 
1- i) Neste sal encontramos os elementos químicos: 
Cobre, Enxofre e Oxigênio
1ii) Esse sal é uma substância pura, simples ou composta? 
Composta, possui mais de um elemento químico em sua molécula.
1 iii) O que significa o complemento .5H2O na fórmula CuSO4.5H2O 
Significa que o composto contém cinco moléculas de água que foram absorvidas na 
estrutura. E o (.) determina que a molécula é hidratada.
1iv) Para fazer uma solução de sulfato de cobre de concentração comum igual a 5g/L 
quanto de CuSO4.5H2O você teria que pesar? 
Se temos 5g/L (5 gramas por litro) devemos pesar exatamente 5 gramas de sulfato de 
cobre.
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA 
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
2) Imagine que você tenha um carro movido somente a álcool. O volume total do tanque
de combustível é de 45 L, mas ele somente estava com 1/3 cheio. Você necessita 
completá-lo para prosseguir viagem. Sabendo que a densidade do álcool é de 0,8 g/cm3 
e que a reação de combustão completa do álcool é de:
C2H6O + 3 O2 \u2192 2 CO2 + 3 H2O
Indique qual a massa de álcool você deve adicionar para completar o tanque e indique, 
detalhadamente, os cálculos realizados. 
V= 45L - 1/3 cheio
D= 0,8g/cm3
1/3= 15L
faltam 30L 1L= dm3
0,8------0,001 
0,001X=30*0,8 
0,001X=24 
X=24/0,001 
X=24000g
3) Imagine que você é o engenheiro responsável pelo aumento de escala de uma planta 
de lavagem de gases de uma indústria petroquímica. Suponha que o gás poluente 
principal desta planta seja o SO2, que a escala será aumentada 5 vezes e que a massa de 
SO2 na planta de bancada seja de 64g. Qual a massa de entrada de SO2 da planta 
industrial e que lei ponderal você utilizou para realizar os cálculos?
SO2+ H2O \u2192 H2SO3
De acordo com A Lei de Proust, dois ou mais elementos, ao se combinarem para formar
substâncias, conservam entre si proporções definidas, ou seja, se a massa de SO2 na 
planta de bancada equivale a 64g, aumentando 5x a sua proporção a massa fica 320g.
 64G*5= 320g
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA 
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
4) Ácido sulfúrico concentrado é vendido comercialmente com a concentração de 98 % 
m/m e densidade de 1,84 g/cm3 . Responda as questões abaixo:
a) Calcule a sua concentração em mol/L do ácido sulfúrico comercial. 
H2SO4 2H+S+4O = 2*1+32+16*4=98g/mol = 0,98mol/L
C=1000*0,98*1,84
C= 1803,2g/L 
1803.2/98= 18.4mol/L
b) Qual o volume deste reagente que deve ser tomado para se preparar 250 mL de uma 
solução de concentração 0,50 mol/L? 
 18,4-----1000 
 X=500/18.4 X=27,2ml
X-----0,5 mol/L
c) Qual é o fator de diluição empregado no preparo da solução do item (b).
 F=18,4/0.5 F=36.8
d) Quantos gramas de sulfato de bário seria possível obter fazendo-se reagir 25 mL da 
solução do item (b) com 25 mL de uma solução de hidróxido de bário 4,3% m/v?
Hidróxido de bario 100ml--------4.3g 
 x=107,5/100=1,075g 
Em mol 1,075/171,34= 0,0063
 X ------ 25ml
No acido 0,5mol----------1000ml 
X=12,5/1000 
X= 0,0125mol
 X ----- 25ml
A reação e 1mol de acido com 1 mol de base formando 1mol de sal
Como tenho 0,0063 1mol ---------233,4g X=233,4*0,0063 X=1,47g de 
Sulfato de bário.
 X------------0.0063g/mol
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
ESCOLA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL METALÚRGICA DE VOLTA REDONDA 
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 
Fundação Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro
5- Um professor de Química realizou a seguinte experiência no laboratório: em um 
reator, introduziu uma amostra de dióxido de manganês e, em seguida, adicionou ácido 
clorídrico em excesso. Dentre os produtos formados, houve um gás que, ao ser 
desprendido, foi borbulhado em uma solução de hidróxido de sódio concentrado a 
quente, produzindo 21,3 g de clorato de sódio. REAÇÕES QUE SE PASSAM AO 
LONGO DE TODAS AS ETAPAS DO EXPERIMENTO: MnO2(s) + 4HCl(aq) 
----------------> Cl2(g) + MnCl2(aq) + 2H2O(l) (1) 6NaOH(aq) + 3Cl2(g) ---------------> 
5NaCl(aq) + NaClO3(s) + 3H2O(l) (2) a) Calcule a massa da amostra de dióxido de 
manganês que foi introduzida no reator inicialmente. 
1 mol ----- 106,44 g 
 x=21,3/106,44
x mol --- 21,3 
x= 0,2 mol de NaClO3
\uf0b7 reação
3 mol Cl2 1 mol NaClO3 X=3*0,2
X mol Cl2 0,2 mol NaClO3
x= 0,6 mol
\uf0b7 reação
1 mol MnO2 ----- 1 mol Cl2 
x mol MnO2 ----- 0,6 mol Cl2
X= 0,6 mol
MnO2=87g/mol
87*0,6= 52,29g