A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Prova Zootecnia Melhoramento Aplicado PS 2019

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA 
CAMPUS PARAGOMINAS 
Prova Substitutiva - PS 
Curso de Graduação: Bacharelado em Zootecnia 
Eixo Temático: Reprodução Animal 
Disciplina: Melhoramento Animal Aplicado 
Docente responsável: Alessandra Epifanio Rodrigues 
Discente: Data: 28/02/2019 
1° Questão- Em um programa de melhoramento genético animal, a seleção de animais jovens para 
reprodução 
pode gerar falha no sistema, uma vez que animais jovens têm, geralmente, menor número de 
informações a seu respeito, gerando a diminuição da: 
a) Certeza de melhoramento. 
b) Acurácia de predição. 
c) Acurácia de escolha. 
d) Acurácia de seleção. 
e) Predição de seleção. 
 
2° Questão- As aplicações dos cruzamentos no melhoramento genético animal são: 
I – Para obtenção de heterose ou “ vigor híbrido” , com a finalidade de exploração comercial. Ex. comum 
no melhoramento genético de suínos e aves. 
II – Reunir em um animal as características de duas ou mais raças (ou linhagens), isto é, buscar a 
complementaridade das raças. Ou seja, explorar a capacidade de combinação das raças, procurando com os 
cruzamentos incorporar combinações de características desejáveis na população cruzada. Ex. 
“ eurozebu” Girolanda (Produção + Rusticidade). 
III – Incorporação de genes indesejáveis na população de uma forma mais rápida do que aquela 
proporcionada pela seleção. 
IV – Substituição de raças locais por raças menos produtivas. 
V – Formar uma base genética ampla e com pequena variabilidade genética para o desenvolvimento de 
uma nova raça. 
VI – Proporcionar certa flexibilidade ao sistema de produção, de forma que este possa suprir as demandas do 
mercado e as imposições do próprio sistema. Isto é, diversificar os tipos de animais de forma melhor explorar 
a capacidade do sistema de produção e melhor absorver as alterações de demanda do mercado. 
Estão corretas, exceto: 
a) III e V. 
b) III e IV. 
c) III, IV e V 
d) Somente II. 
e) Somente V. 
3°Questão- A estimativa de como deve ser o desempenho das progênies futuras de um determinado 
indivíduo 
com relação à progênie de outros que participaram da avaliação, pressuposto que todos os touros foram 
acasalados com vacas comparáveis e suas progênies foram manejadas de forma semelhante, é a definição 
de: 
a) Diferença esperada na progênie. 
b) Herdabiliade. 
c) Repetibilidade. 
d) Variabilidade genética. 
e) Intensidade de seleção. 
 
4°Questão - A genética e o melhoramento animal vêm transformando, para melhor, a realidade da pecuária 
de corte brasileira. Uma das ferramentas mais eficientes à disposição dos pecuaristas é a Diferença Esperada 
na Progênie (DEP). Essa ferramenta permite prever o desempenho das crias de um dado reprodutor, 
NOTA: 
comparado ao desempenho das crias de todos os reprodutores incluídos no programa de avaliação genética, 
acasalados com vacas semelhantes. Suponha um animal “A” com DEP 15 kg; outro animal, “B”, com DEP 7 
kg; e ainda outro animal “C” com DEP de -5 kg, para o peso à desmama. Essas DEPs significam que 
 
A- os filhos do touro A terão em média 8 kg a mais do que a média dos filhos do touro B, e 20 kg a mais do 
que a média dos filhos do touro C, enquanto os filhos do touro B terão em média 12 kg a mais do que a 
média dos filhos do touro C. 
B- os filhos do touro A, em condições de ambiente semelhantes às verificadas na avaliação desses touros, 
serão, em média, 15 kg mais pesados dos que os do touro B, e os filhos do touro B, 7 kg mais pesados do 
que os do touro C. 
C- os filhos dos três touros, A, B e C, serão em média, aproximadamente, 6 kg mais pesados do que a média 
de touros da mesma raça avaliados em outros programas de melhoramento genético animal. 
D- o touro A deve ser o escolhido como touro melhorador no programa por possuir uma DEP para peso à 
desmama superior em 15 kg em relação às DEPs dos touros B e C. 
E- o touro A deve ser o escolhido como touro melhorador por possuir DEP para peso à desmama superior em 
8 kg em relação aos outros dois touros avaliados. 
 
5° Questão - aplicação de noções de genética e melhoramento animal aos rebanhos brasileiros trouxe 
vantagens para o produtor e ajudou no crescimento do comércio pecuário. O valor de uma diferença 
esperada de progênie (DEP) é: 
A) o dobro do valor genético dos genitores. 
B) o desvio do desempenho da progênie da média dos grupos genéticos. 
C) o resultado da comparação das frequências genotípicas observadas com as frequências genotípicas 
esperadas, mas em número de indivíduos. 
D) dado pela diferença na performance que é esperada para a futura progênie de um animal comparado à 
performance da futura progênie de outros animais também avaliados, quando acasalados a animais de 
mesmo valor. 
 
6° Questão - Com relação às características gerais do melhoramento genético animal, assinale a única 
alternativa incorreta: 
A) O aumento da produtividade de um rebanho é resultante do binômio ambiente e herança. 
B) A consanguinidade estreita ou “line breeding” é decorrente do acasalamento entre pais e filhos ou entre 
irmãos. C) A Heterose ou Heterozigose expressa as estimativas de respostas à seleção genética e é muito 
útil aos programas de melhoramento. 
D) A intensidade de seleção representa a proporção de indivíduos selecionados em relação ao total do 
rebanho testado. 
E) Prepotência, em melhoramento genético, é a capacidade do animal imprimir nos filhos as suas 
características independentemente dos indivíduos com os quais são acasalados. 
 
7° Questão - Com relação ao melhoramento genético de suínos, analise as afirmativas abaixo: 
1. A herdabilidade para características de carcaça, como área de olho de lombo, espessura de toucinho e 
comprimento de carcaça, são de média a alta. 
2. As características reprodutivas, como o peso e o tamanho da leitegada ao nascer, o intervalo entre partos, 
são de média herdabilidade. 
3. A área de olho de lombo tem correlação alta e positiva com a espessura de toucinho. 
4. O tamanho da leitegada ao nascer tem correlação alta e negativa com o peso do leitão ao nascer. 
Estão corretas apenas: 
A) 1 e 2. 
B) 2 e 3. 
C) 1 e 3. 
D) 2 e 4. 
E) 1 e 4. 
 
8° Questão - Avaliação genética é um processo pelo qual se procura prever o valor genético dos indivíduos 
com base em uma ou mais características. O objetivo da avaliação é ordenar, de acordo com o valor 
genético, os indivíduos existentes na população ou na amostra. Diferentes métodos de avaliação podem ser 
usados, desde o mais simples e menos preciso, quando o indivíduo é avaliado pelo seu próprio mérito ou de 
parentes, até métodos estatisticamente mais sofisticados, como o de modelo animal, que utiliza informações 
associadas. Em bovinos de leite, o método mais utilizado é o teste de progênie, embora seja um dos mais 
onerosos porque: 
I demanda grande número de progênies de um mesmo touro para garantir maior precisão. 
II a produção de leite é limitada pelo sexo, e, por isso, exige-se que os touros sejam avaliados com base na 
produção de suas filhas, o que, devido ao elevado intervalo de geração, demanda muito tempo. 
III a contribuição do touro para o melhoramento genético da produção de leite, em torno de 64%, é mais 
elevada do que a contribuição das fêmeas. 
IV é necessário, para maior precisão, que as filhas dos touros avaliados estejam em produção em diferentes 
rebanhos e, consequentemente, em diferentes condições de manejo. 
 
 
 
9° Questão - A exploração da bovinocultura leiteira no clima brasileiro teve grande avanço por meio do 
melhoramento genético que possibilita a formação de raças sintéticas, por meio da associação em um mesmo 
animal, da rusticidade inerente às raças zebuínas e da produtividade e precocidade encontradas nas raças de 
origem europeia. Tomando como exemplo a formação da raça Girolando, analise o esquema a seguir. 
 
 
 
 
A) 1 = ½ HOL½ GIR; 2