1001 Questoes Direito Civil - CESPE
229 pág.

1001 Questoes Direito Civil - CESPE


DisciplinaDireito Civil I64.061 materiais684.818 seguidores
Pré-visualização50 páginas
1001 Questões Comentadas \u2013 Direito Civil - CESPE 
Vincenzo Papariello Junior 
2 
Prof. Vincenzo WWW.PONTODOSCONCURSOS.COM.BR 
Sumário
Capítulo 1 \u2013 Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro \u2013 
Questão 1 a 125. 
Capítulo 2 \u2013 Pessoas Naturais \u2013 Questão 126 a 257. 
Capítulo 3 \u2013 Pessoas Jurídicas \u2013 Questão 258 a 341. 
Capítulo 4 \u2013 Domicílio \u2013 Questão 342 a 402. 
Capítulo 5 \u2013 Bens \u2013 Questão 403 a 495. 
Capítulo 6 \u2013 Fatos Jurídicos \u2013 Questão 496 a 628. 
Capítulo 7 \u2013 Defeitos do Negócio Jurídico \u2013 Questão 629 a 750. 
Capítulo 8 \u2013 Prescrição e Decadência \u2013 Questão 751 a 814. 
Capítulo 9 \u2013 Prova \u2013 Questão 815 a 824. 
Capítulo 10 \u2013 Direito das Obrigações \u2013 Questão 825 a 1001. 
1001 Questões Comentadas \u2013 Direito Civil - CESPE 
Vincenzo Papariello Junior 
3 
Prof. Vincenzo WWW.PONTODOSCONCURSOS.COM.BR 
Capítulo 1 \u2013 Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro
1. (CESPE/Promotor/MPE/RO/2010) A Lei de Introdução ao Código 
Civil (LICC) foi criada originariamente mediante lei ordinária. 
2. (CESPE/Analista judiciário/TRE-BA/2009) A LICC foi revogada 
pelo Código Civil de 2002. 
3. (CESPE/Agente Administrativo/AGU/2010) Uma lei que seja 
publicada no Diário Oficial da União sem cláusula de vigência entrará 
em vigor 45 dias após sua publicação. 
4. (CESPE/Procurador Judicial/Município de Ipojuca-PE/2009) 
Determinado município editou uma lei que autoriza a exploração de 
determinada área pública, sem definir a data de início de sua vigência. 
Vinte dias após a publicação, verificou-se a necessidade de republicação 
do texto legal. A nova publicação deu-se 10 dias após terem decorridos 
aqueles 20 dias, e também sem definição da data do início da vigência. 
Assim, a lei terá vigência 45 dias após a nova publicação do texto 
corrigido. 
5. (CESPE/Procurador/AGU/2008) Suponha que, no dia 20 de 
janeiro, tenha sido publicada lei estabelecendo, no art. 2.º, que os 
proprietários de veículos populares pagariam, na ocasião do 
abastecimento, 20% a menos do preço fixado na bomba de combustível. 
Suponha, ainda, que, no art. 5.º, a referida lei tenha definido veículo 
popular como aquele com motorização até 1.6. Se não constar do texto 
da referida lei a data de vigência, ela passará a vigorar a partir da data 
oficial de sua promulgação. 
6. (CESPE/Juiz Federal/TRF - 2ª Região/2009) A respeito da 
aplicabilidade da Lei de Introdução ao Código Civil, o sistema da 
obrigatoriedade simultânea regula a obrigatoriedade da lei no país, a 
qual entra em vigor, em todo o território nacional, quarenta e cinco dias 
depois de oficialmente publicada, se não haver disposição em contrário. 
7. (CESPE/Analista judiciário/TRT-RN/2007) Considere que, no dia 
1.º de julho, venha a ser publicada a Lei X no Diário Oficial da União. 
Caso nada disponha em contrário, essa lei entrará em vigor no dia 15 
de agosto seguinte. 
8. (CESPE/Analista do seguro social/INSS/2008) A obrigatoriedade 
imposta por uma norma jurídica sempre se inicia na data da sua 
1001 Questões Comentadas \u2013 Direito Civil - CESPE 
Vincenzo Papariello Junior 
4 
Prof. Vincenzo WWW.PONTODOSCONCURSOS.COM.BR 
publicação. 
9. (CESPE/Procurador do estado/PGE-AL/2008) Considerando que 
ninguém pode se escusar de cumprir a lei, esta começa a vigorar a 
partir da sua publicação, salvo disposição em contrário, tanto no Brasil 
como nos Estados estrangeiros. 
10. (CESPE/Oficial de diligência/MPE-RR/2008) Segundo a Lei de 
Introdução ao Código Civil, se não houver disposição em contrário, a lei 
entra em vigor na data de sua publicação. 
11. (CESPE/Analista de Controle Externo/TCE-TO/2008) Se não 
houver estipulação quanto à data de vigência de uma Lei, ela entrará 
em vigor na data de publicação nos locais em que houver Diário Oficial 
e quarenta e cinco dias após nas demais localidades. 
12. (CESPE/Técnico judiciário/STJ/2004) A lei nova só começa a 
vigorar no dia de sua publicação no Diário Oficial da União, se assim 
estiver expressamente determinado. 
13. (CESPE/Analista Judiciário/TRE-PA/2005) O intervalo entre a 
data da publicação da lei e a de sua entrada em vigor chama-se vacatio 
legis. 
14. (CESPE/Agente de Proteção/TJRR/2006) Editada uma lei, ela 
começa a existir e se torna obrigatória com a promulgação, entrando em 
vigor imediatamente após a sua publicação. 
15. (CESPE/Analista de Controle Externo/TCE-TO/2008) No dia 2 de 
janeiro, foi publicada, no Diário Oficial da União, a Lei A, determinando 
que será considerada entidade familiar a união estável entre pessoas do 
mesmo sexo, desde que reconhecida e declarada judicialmente pelo juiz 
competente. Eventual união estável mantida entre brasileiros do mesmo 
sexo residentes nos Estados Unidos da América será alcançada pela Lei 
A somente após 3 meses de sua publicação oficial no Brasil. 
16. (CESPE/Analista do seguro social/INSS/2008) No que concerne à 
obrigatoriedade da norma brasileira no exterior, faltando estipulação 
legal do prazo de entrada em vigor, tal prazo é de três meses depois de a 
norma ser oficialmente publicada. 
17. (CESPE/Analista judiciário/TJ-ES/2011) De acordo com a LICC, 
1001 Questões Comentadas \u2013 Direito Civil - CESPE 
Vincenzo Papariello Junior 
5 
Prof. Vincenzo WWW.PONTODOSCONCURSOS.COM.BR 
a lei entra em vigor na data de sua publicação. Portanto, durante o 
prazo de vacatio legis (vacância), a lei estará plenamente em vigor. 
18. (CESPE/Analista de Controle Externo/TCE-AC/2009) Considere 
que, em 30 de janeiro, tenha sido publicada, no Diário Oficial da União, 
a lei B, que não previu prazo para a sua entrada em vigor. Com relação 
a essa situação hipotética, considerando que no Brasil foi adotado o 
sistema da obrigatoriedade simultânea, a lei B passará a viger ao 
mesmo tempo nas diferentes regiões brasileiras e nos estados 
estrangeiros. 
19. (CESPE/Analista de Controle Externo/TCE-AC/2009) Considere 
que, em 30 de janeiro, tenha sido publicada, no Diário Oficial da União, 
a lei B, que não previu prazo para a sua entrada em vigor. Com relação 
a essa situação hipotética, durante a vacatio legis, a lei B ainda não 
possui obrigatoriedade. Porém, vindo a ocorrer nova publicação de seu 
texto, mesmo para a correção de erros ou falhas de grafia, o prazo da 
obrigatoriedade, em regra, voltará a fluir da data da nova publicação. 
20. (CESPE \u2013 Técnico Judiciário \u2013 TRT-ES/2009) Com a publicação, 
ocorre a executoriedade da lei. 
21. (CESPE \u2013 Analista judiciário \u2013 TRT-RN/2007) Quando 
determinada lei, antes mesmo de entrar em vigor, tem seu texto 
corrigido, por meio de nova publicação oficial, considera-se que o prazo 
de vacatio legis começará a correr a partir da primeira publicação. 
22. (CESPE - Juiz - TJPB/2010) O fato de, antes da entrada em vigor 
de determinada lei, haver nova publicação de seu texto para simples 
correção não é capaz, por si só, de alterar o prazo inicial de vigência 
dessa lei. 
23. (CESPE \u2013 Procurado Especial de Contas \u2013 TCE-ES/2009) A 
respeito da Lei X, publicada no dia 1º de junho de 2009, julgue o item 
seguinte. Eventual correção de texto da Lei X será considerada lei nova, 
se aquela já estiver em vigor. 
24. (CESPE \u2013 Defensor \u2013 DPU-ES/2009) Consideram-se leis novas as 
correções de texto de lei já em vigor. 
25. (CESPE - Analista de Controle Externo \u2013 TCE-AC/2009) 
Considere que, em 30 de janeiro, tenha sido publicada, no Diário Oficial 
da União, a lei B, que não previu prazo para a sua entrada em vigor. 
1001 Questões Comentadas \u2013 Direito Civil - CESPE 
Vincenzo Papariello Junior 
6 
Prof. Vincenzo WWW.PONTODOSCONCURSOS.COM.BR 
Com relação a essa situação hipotética, pelo princípio da continuidade, 
a lei B vigerá até que outra venha a lhe revogar expressamente. 
26. (CESPE - Analista de Controle Externo \u2013 TCE-TO/2008) No dia