Psicologia-Aplicada-À-Administração-de-Maria-Aparecida-Ferreirade-Aguiar
319 pág.

Psicologia-Aplicada-À-Administração-de-Maria-Aparecida-Ferreirade-Aguiar


DisciplinaPsicologia Aplicada à Administração215 materiais1.768 seguidores
Pré-visualização50 páginas
MARIA APARECIDA FERREIRA DE AGUIAR
PSICOLOGIA APLICADA À ADMINI STRAÇÃO 
GLOBALIZAÇÃO, PENSAMENTO COMPLEXO, 
TEORIA CRÍTICA E A QUESTÃO ÉTICA NAS ORGANIZAÇÕES 
3ª EDIÇÃO
Exceilus Editora Ltda 
2002
Dados de catalogação na Publicação (CIP) Internacional 
(Câmara Brasileira do Livro) 
Aguiar, Maria Aparecida Ferreira de, 
Psicologia aplicada à administração: teoria 
crítica e a questão ética nas organizações / 
Maria Aparecida Ferreira de Aguiar. - São 
Paulo: Exceilus Editora, 1992. 
Bibliografia. 
1. Administração de empresas - Aspectos psicológicos 
2. Ética nas organizações 1. Título. 
II. Título: Globalização Pensamento complexo Teoria crítica e a questão ética nas organizações. 
92-2427 CDD- 658.0019 
Índices para catálogo sistemático 
1. Administração: Aspectos psicológicos 658.0019 
2. Administração de empresas: Aspectos psicológicos 
658.0019 
3. Psicologia aplicada à administração 658.0019 
4. Psicologia organizacional 
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS \u2014 É proibida a reprodução parcial ou total de acordo com a lei de direito autoral vigente. 
ENDEREÇO PARA CORRESPONDÊNCIA: 
Excelius Editora Ltda 
Rua: Teixeira da Silva, 328 \u2014 conj.122 \u2014 Bloco 01 
Paraíso \u2014 São Paulo \u2014 SP \u2014 Brasil 
CEP: 04002-031 
Telefax: (Oxxll) 287-6733 / (Oxxll) 3141-0760 
Endereço eletrônico: maf.aguiar@uol.com.br 
ÍNDICE 
PREFACIO. 17 
PREFACIO DA SEGUNDA EDIÇÃO. 21 
1. A GLOBALIZAÇÃO: DIMENSÃO PSICOSSOCIOLÓGICA E A QUESTÃO ÉTICA. 25 
A dimensão econômica. 25 
Dimensão ecológica. 26 
Dimensão técnica. 26 
Tecnologia e controvérsias. 26 
Tecnologia e conceito de espaço. 27 
Tecnologia da informação e reflexividade intensiva. 27 
Reflexividade intensiva e ação inconsciente. 28 
Conhecimento científico disponibilizado e suas distorções. 28 
Exclusão social. 29 
Conseqüências do processo de globalização. 29 
Riscos e incertezas. 29 
Conflitos sociais. 30 
Entendendo a modernização. 30 
Modernização simples. 30 
Sociedade de risco e modernização reflexiva. 30 
Modernização simples e modernização reflexiva. 31 
Teoria da modernidade reflexiva. 31 
Retomando a modernização. 32 
A segunda modernidade. 32 
Processo de destradicionalização. 32 
Política de vida. 32 
Política gerativa. 33 
Reflexões e considerações. 33 
Ser inteligente. 33 
Responsabilidade e interdependência. 34 
Solidariedade. 34 
Solidariedade econômica. 35 
Solidariedade e exclusão social. 35 
Solidariedade, autonomia e interdependência. 35 
Resumo. 36 
Termos e conceitos a serem lembrados. 36 
Questões. 37 
Trabalho prático. 37 
Trabalho de grupo. 37 
Bibliografia. 37 
5
2. BUSCANDO UM NOVO PARADIGMA DE PENSAMENTO:O PENSAMENTO COMPLEXO. 39 
Componentes do sistema de representação mental. 39 
Paradigma. 40 
Paradigma e a forma de pensar. 40 
Paradigma da era moderna. 41 
O contexto e nossos esquemas pessoais. 41 
Os objetivos e as intenções. 42 
O pensamento simples. 42 
Princípios do pensamento simples: patologias do saber. 43 
Inteligência cega. 43 
Conjunção do uno e do múltiplo. 44 
Redução. 44 
Características do Pensamento Simples. 45 
Contradições do pensamento simples: A ordem e a desordem. .. 45 
A autonomia humana. 46 
Os individuos também se auto-produzem. 46 
As forças da dependência humana e a capacidade de ter liberdade. 47 
Autonomia e sujeito. 47 
Organizações e auto-produção. 47 
A organização do conhecimento como fator de mudança de paradigma. 48 
Complexidade. 48 
Complexidade e suas formas. 49 
Princípios que ajudam a pensar a complexidade. 51 
As etapas da complexidade. 52 
Sistema e complexidade. 53 
Razão. 53 
O que é arazão. 53 
Racionalidade. 54 
Racionalização. 54 
As diferenças entre racionalização e racionalidade. 55 
A dúvida e a razão. 55 
Paradigma de pensamento e o desafio da complexidade. 55 
Termos a serem lembrados. 56 
Questões. 57 
Trabalho prático. 57 
Bibliografia. 57 
3. A QUESTÃO ÉTICA NAS ORGANIZAÇÕES: 
A ÉTICA DISCURSIVA DE HABERMAS. 59 
Teoria da ação comunicativa. 59 
A teoria da Ação Comunicativa e a linguagem. 59 
Mundo vivido e a ação comunicativa. 60 
Processo argumentativo: discurso. 61 
6 
A ética discursiva de Jürgen Habermas . 63 
A Ética Discursiva e seus pressupostos essenciais. 63 
Ética Discursiva: universalização e comunicação. 63 
Ética Discursiva e integridade do indivíduo. 64 
Condições para a Ética Discursiva. 64 
Descentramento. 65 
Ética Discursiva e a neutralidade em Kant e Durkheim. 66 
Ética Discursiva e natureza humana. 66 
Condições essenciais da Ética Discursiva como processo de aprendizagem. 67 
Ética Dis.cursiva universal e dialógica. 68 
Kant e a razão prática. 69 
Sistema de fins. 71 
Durkheim e a moralidade. 73 
Julgamentos morais: Jean Piaget. 75 
Psicologia do desenvolvimento: L. Kohlberg e Selman. 78 
Os estágios morais de Kohlberg. 80 
Perspectivas sociais de Kohlberg. 84 
Aquisição e desenvolvimento dos conceitos e das relações das pessoas segundo R. Selman. 85 
Ordem 2: Adoção de Perspectiva Auto-Reflexiva na Segunda Pessoa e Recíproca (de 7 a 12 anos de idade). 86 
Perspectiva diferenciada e subjetiva. 87 
Perspectiva auto-reflexiva na segunda pessoa e recíproca (7 a 12 anos aproximadamente). 87 
Perspectiva da terceira pessoa e mútua (de 10 a 15 anos aproximadamente). 88 
A psicologia organizacional: suas propostas e a questão ética. 88 
A razão instrumental. 88 
Motivação e o processo de indução do indivíduo na organização. 89 
As concepções morais universais e o desenvolvimento psicológico. 92 
Seqüência cognitiva \u2013 Kohlberg. 93 
O compromisso da psicologia aplicada à administração com a 
moralidade positivista de Durkheim. 94 
A psicologia aplicada à administração e a Ética Discursiva. 94 
Resumo. 96 
Teoria de Ação ComunicativaS. 96 
A Ética Discursiva de Habermas. 97 
A moral em Kant. 99 
Termos e conceitos a serem lembrados. 99 
Questões. 103 
Trabalho prático. 103 
Bibliografia. 104 
7 
4. A ADMINISTRAÇÃO E SEU COMPROMISSO IDEOLÓGICO . 105 
Sociedade. 106 
Reprodução dos tipos de sociedade nas organizações .109 
Natureza humana. 110 
Ideologia .115 
Administração .115 
Resumo .117 
Tipos de sociedade. 117 
Termos e conceitos a serem lembrados. 119 
Aplicação. 121 
Questões .121 
Bibliografia. 122 
5. PSICOLOGIA: CIÉNCIA OU BOM SENSO2. 123 
Provérbios e a Psicologia .123 
As idéias e opiniões de pensadores e a Psicologia. 124 
Bases científicas da compreensão do comportamento humano. 124 
Definição e evolução da Psicologia como ciência. 124 
Divergências na definição de comportamento humano. 125 
Relação entre escolas, técnicas e métodos de comprovação de suas hipóteses. 126 
Influência dos resultados de observações e estudos científicos. 126 
Psicologia e demais ciências. 127 
Ciência .128 
Etapas do método científico. 128 
Função das teorias psicológicas. 129 
A Psicologia como ciência e o controle do comportamento humano. 130 
Psicologia e planejamento do comportamento. 131 
Ideologia e Psicologia .131 
Resumo .132 
Termos e conceitos a serem lembrados. 132 
Aplicação. 133 
1. Exemplos de observações científicas na psicologia. 133 
Questões .134 
Trabalho prático .134 
Bibliografia .134 
6. TEORIA PSICANALÍTICA E SUA APLICAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES. 137 
Freud e o método científico. 137 
Conceitos principais. 138 
Subdivisões da personalidade. 139 
As qualidades mentais. 142 
Princípio do Prazer. 143 
Princípio da Realidade. 144 
8 
Processo Primário e Secundário. 144 
Instintos. 144 
Desejos .145 
Necessidade. 145 
Recalque. 145 
Sublimação. 146 
Repressão .146 
Pulsões de morte. 146 
Pulsões de vida .146 
Conflito psíquico. 146 
Identificação. 147 
Identificação com o agressor .147 
A teoria psicanalítica e o comportamento humano na organização: 
contribuições e limitações .147 
Teoria psicanalítica na organização: a psicodinâmica do trabalho .150 
Teoria da psicopatologia do trabalho. 150 
Conceitos básicos. 151 
Relação do indivíduo com