A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
METODOLOGIA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Pré-visualização | Página 2 de 3

melhor, para que assim possam contribuir na aprendizagem dos seus filhos, especialmente as 
mulheres que passam mais tempo no ambiente familiar, assim poderão dá bons exemplos, já que 
terão estudos e não dependerá muito dos outros. 
Os educadores para fazerem parte do corpo docente do EJA devem ter uma formação inicial, além 
de contribuírem de forma relevante para o crescimento intelectual do indivíduo, realizando o 
exercício de cidadania. 
O professor no momento que aceitar essa missão deve ter em mente que ela não será realizada 
apenas por transmissão mecânica de conceitos, tornando assim indispensável ensinar o aluno a 
pensar, mostrando ao mesmo como é ser cidadão. 
O educador da EJA deve propor um ensino que almeje resgatar a cidadania do indivíduo, bem com 
sua autoestima e também o interesse de participar da sociedade, a partir da promoção de situações 
que desenvolvam o pensamento crítico e reflexivo, sem deixar de considerar os conhecimentos e 
habilidades que esses sujeitos dispõem adquirido de informalmente em suas experiências 
acumuladas e cotidianas, na comunidade onde vivem e nos espaço de trabalho. 
O professor tem uma enorme influência na sala de aula, ele tem a competência de envolver ou não o 
estudante, pois é a partir desse momento que irá constituir um clima favorável ao desenvolvimento 
e aprendizagem do aluno, considerando que uma boa afinidade entre professor e estudante é 
fundamental. 
O estudante que se deparar com um professor acessível ao diálogo desenvolverá suas atividades 
com alegria, bom humor e segurança. Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as 
possibilidades para a sua produção e construção. 
GUIA DE ESTUDO: UNIDADE 2 
1- De acordo com o texto, discorra sobre a importância da fundamentação teórico-crítica, 
metodológica da EJA para o desenvolvimento do educando. 
2- Em sua concepção relate os diversos movimentos lançados pelas entidades governamentais e 
seus objetivos expostos no texto. 
3 – De acordo com os autores, posicionar-se de forma crítica em relação à evolução histórica da 
educação de jovens e adultos é uma forma de mostrar o crescimento intelectual do indivíduo. 
Explique. 
Interagindo 
 
5 - Bloco de Notas 
 
6 - Partilhando Ideias 
 
7 - Avaliar o documento sugerido 
 
8 - Contribua com um documento 
UNIDADE 3: HETEROGENEIDADE: UMA QUESTÃO A SER DISCUTIDA 
 
SILVA, e. G. M. M.A; MOURA, de. A. A; MARTINS. E. D; Metodologia da Educação de Jovens e 
Adultos, Sobral, 2016. 
Neste Tópico: Propõe-se o conteúdo do documento recomendado pelo professor. É essencial, iniciar 
a leitura considerando o resumo, onde estão as principais ideias do documento proposto para 
estudo. 
No Brasil existe um número elevado de jovens e adultos analfabetos, que não conseguiram concluir 
nem mesmo o ensino fundamental, mesmo com todo investimento que o governo utilizou para que 
os mesmos pudessem ter condições de obter educação de qualidade. 
As salas da contemporaneidade são preenchidas com os mais distintos tipos de estudantes de vários 
lugares, representando grupos diversificados, como também professores e estudantes que 
vivenciam e trocam experiências, seja no modo de falar, na faixa etária, etnia e experiências 
profissionais diversas, resultando em uma grande heterogeneidade. 
É possível o entendimento de heterogeneidade como sendo semelhante de diferença, assim esse 
termo poderia ser entendido como diferença cultural. O fato de existirem diversas culturas, não 
quer dizer que uma seja superior à outra. No entanto, em todo o mundo, existem conflitos e guerras 
motivadas pela diferença cultural entre dois ou mais povos. As diferentes culturas devem ser vistas 
como formas de expressão da riqueza de possibilidades do ser humano unir-se com seus 
semelhantes e formar uma complexa estrutura chamada sociedade. 
Os professores do EJA sentem muitas dificuldades devido à falta de experiências nesse campo, isso 
porque a clientela é constituída de grupos heterogêneos, e essa dificuldade repercute em encontrar 
na mesma turma estudantes adultos e idosos, Numa sala onde há estudante com faixa etária entre 
15 e 70 anos o professor deve apresentar um trabalho mais individualizado. 
Os educadores do EJA enfrentam inúmeros desafios no desenvolvimento de sua prática docente, 
como a heterogeneidade, a evasão, a falta de materiais didáticos específicos, a baixa autoestima, a 
rigidez institucional. Porém, em todas as situações, os educadores nos mostram que vão buscar 
caminhos alternativos que favoreçam o processo de ensino, como criações próprias de cada um 
diante das circunstâncias que vão enfrentando. 
Os docentes têm também limitações com relação ao EJA como: Dificuldade de relacionar o conteúdo 
proposto com a realidade dos educandos; manter estudantes de diferentes faixas etárias com a 
mesma motivação e autoestima, e dificuldades de harmonizar os diferentes interesses dos 
estudantes com a finalidade de motivá-los para a aprendizagem. Por esse motivo, os professores 
que estão envolvidos nesta modalidade buscam alternativas para enfrentar as dificuldades através 
de ações que minimizem suas limitações. 
O diálogo ainda é uma grande ferramenta que pode auxiliar os estudantes a interagirem com o 
conteúdo abordado, trabalhos em grupos e nomeando monitores que são capazes de acompanhar 
seus colegas, propondo atividades diversificadas e claro sempre respeitando sua as diferenças, 
sejam elas sexuais, religiosas e diferenças de idade. 
GUIA DE ESTUDO: UNIDADE 3 
1- Conforme o texto discorra sobre as dificuldades encontradas pelos docentes no ensino de jovens 
e adultos. 
2- De acordo com os autores, é importante entender a heterogeneidade dentro da clientela de 
jovens e adultos. Explique. 
Interagindo 
 
9 - Bloco de Notas 
 
10 - Partilhando Ideias 
 
11 - Avaliar o documento sugerido 
 
12 - Contribua com um documento 
UNIDADE 4: PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DE EJA 
SILVA, e. G. M. M.A; MOURA, de. A. A; MARTINS. E. D; Metodologia da Educação de Jovens e 
Adultos, Sobral, 2016. 
Neste Tópico: Propõe-se o conteúdo do documento recomendado pelo professor. É essencial, iniciar 
a leitura considerando o resumo, onde estão as principais ideias do documento proposto para 
estudo. 
O processo de aprendizagem é pessoal, é o resultado de uma construção de experiências passadas, 
de um experimento que influência aprendizagens futuras. O papel do educador é o de mediador da 
aprendizagem, priorizando esse processo de vida trazido por cada um e auxiliando assim na 
transposição desse conhecimento de vida para um conhecimento letrado. 
A maioria dos jovens e adultos que não tiveram oportunidade de estudar muitas vezes deve-se ao 
trabalho de seus pais, pois precisavam sair cedo para trabalhar e dá o sustento dos mesmos, 
contudo eles precisam ficar em casa para cuidar de seus irmãos, realizando assim, pequenas tarefas 
e deixando os estudos em segundo plano. 
A Andragogia é a ciência que estuda a aprendizagem no adulto, é uma forma de desenvolvimento 
que explica e evidencia práticas pedagógicas que levam o adulto a construir melhor o seu 
conhecimento, de acordo com suas vivências e experiências de vida. A educação centrada no adulto 
busca compreender o conhecimento que vem da sua realidade, buscando temas e assuntos 
desafiadores e de relevâncias para os seus dias atuais. Pois na educação convencional é estabelecido 
ao estudante ajustar-se ao currículo instituído, e na educação de adultos o currículo é estabelecido 
em função da necessidade do estudante. 
Ao longo da vida o ser humano realiza diversas aprendizagens, e uma del as está primeiramente 
ligada à sua sobrevivência, ou seja, da sua espécie, do seu desenvolvimento