A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
Aula 6   Legislação Aduaneira

Pré-visualização | Página 1 de 4

18/02/2019 Disciplina Portal
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2022859&classId=1133471&topicId=2652877&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 1/16
Legislação Aduaneira
Aula 6 - O Regime Aduaneiro Especial
denominado Drawback
INTRODUÇÃO
Como falamos na aula anterior, devido à dinâmica do comércio exterior, o Governo criou os regimes aduaneiros
especiais que permitem a entrada ou a saída de mercadorias do território aduaneiro brasileiro com suspensão, isenção
ou até, redução de tributos, cujo objetivo é facilitar as operações dos exportadores e importadores, incentivar o
desenvolvimento de determinadas regiões do país ou de setores específicos da economia, melhorando a
competitividade de seus produtos e, consequentemente, aumentar a balança comercial com o ingresso de divisas
devido ao aumento das exportações. 
Nesta aula analisaremos o DRAWBACK e suas especificidades.
18/02/2019 Disciplina Portal
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2022859&classId=1133471&topicId=2652877&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 2/16
OBJETIVOS
Identificar as funções do Drawback na modalidade Integrado Suspensão;
Reconhecer o Drawback Integrado Isenção: objetivos e funcionalidade;
Analisar outras modalidades de Drawback.
18/02/2019 Disciplina Portal
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2022859&classId=1133471&topicId=2652877&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 3/16
USO DO DRAWBACK NA IMPORTAÇÃO E NA EXPORTAÇÃO
Na aula anterior, mencionamos que qualquer operação de importação ou exportação está sujeita ao regime comum e,
consequentemente, ao pagamento de tributos. 
Agora, vamos tratar do regime especial conhecido como Drawback – de forte impacto na economia e na balança
comercial.
O regime Drawback incentiva a exportação, mas é aplicado nas importações ou compras no mercado interno de
insumos, matérias-primas, produtos intermediários e outros que passam pelo processo de industrialização. Além
disso, o Drawback é usado nas hipóteses de conserto e restauração de bens estrangeiros. O objetivo é que todos esses
produtos sejam, posteriormente, exportados.
Dados estatísticos
O regime especial tem forte impacto na economia e na balança comercial.
Entre 2010 e 2016, de todas as exportações realizadas, 25% foram beneficiados pelo Drawback Integrado Suspensão.Entre 2010 e 2016, de todas as exportações realizadas, 25% foram beneficiados pelo Drawback Integrado Suspensão.
Só em 2016:Só em 2016:
Quais as vantagens do Drawback?
ComercialComercial
O uso do Drawback traz benefícios às empresas, tanto industriais quanto comerciais. O
regime permite: 
 
• Reduzir os custos relacionados à tributação dos insumos necessários para produção da
mercadoria a ser exportada; 
• Aumentar a competitividade do produto brasileiro; 
• Escolher fornecedores com melhores preços e qualidade; 
• Manter o giro na produção em busca do maior valor para o produto final.
FiscalFiscal
18/02/2019 Disciplina Portal
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2022859&classId=1133471&topicId=2652877&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 4/16
Redução dos encargos por meio da suspensão do(a): 
 
Imposto de Importação (II); 
• Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI); 
• Contribuição para o PIS/Pasep e Cofins; 
• Contribuição para o PIS/Pasep-Importação; 
• Cofins-Importação; 
• Adicional de Frete para Renovação da Marinha Mercante (AFRMM). 
 
Atenção:Atenção: os insumos importados também gozam do benefício da suspensão do Imposto
Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), porém os comprados no mercado
interno não.
FinanceiraFinanceira
Ganhos de capital para: 
 
• Melhorar o fluxo de caixa, evitando o pagamento dos tributos; 
• Permitir investimentos na produção; 
• Obter lucros com o investimento do valor dos impostos.
Modalidades Drawback
Integrado
Suspensão
Instituído em 2010, com base na Lei nº 11.945/2009, suspende os
tributos incidentes nas importações e nas compras no mercado
interno de insumos utilizados na industrialização dos produtos a
serem exportados.
Integrado
Isenção
Tem por base a Lei nº 12.350/2010 e permite a reposição de
estoques dos insumos importados e daqueles adquiridos no
mercado interno para a industrialização de produto final já
exportado.
Restituição
É controlada pela Secretaria da Receita Federal, ao contrário das
anteriores, que se reportam à Secretaria de Comércio Exterior
(SECEX). 
 
A restituição dos tributos pagos na importação de mercadoria
exportada após beneficiamento (ou utilizada na fabricação, na
complementação ou no acondicionamento de outra exportada) pode
ser total ou parcial.
18/02/2019 Disciplina Portal
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2022859&classId=1133471&topicId=2652877&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 5/16
DRAWBACK INTEGRADO SUSPENSÃO
Funcionamento
A empresa beneficiária assume junto ao governo um compromisso de exportação. A SECEX autoriza a importação ou
aquisição no mercado interno, com a suspensão dos tributos, após análise do resultado econômico. 
Toda a operação é registrada on-line por meio do Sistema Integrado de Comércio Exterior (SISCOMEX). A concessão e
a fiscalização do regime competem ao Departamento de Operações de Comércio Exterior (DECEX). 
Antes da exportação do produto final, os insumos importados ou adquiridos no mercado interno sob o amparo do
regime, de forma combinada ou não, deverão ser submetidos a, pelo menos, um destes processos de industrialização:
TRANSFORMAÇÃO: de matéria-prima ou produto intermediário, gerando um novo
bem. Exemplo: tecido em camiseta.
BENEFICIAMENTO: modifica ou aperfeiçoa o funcionamento, utilização, acabamento
ou aparência do produto. Exemplo: de tecido cru para tecido tinto.
MONTAGEM: de produto, peças ou partes que resultem em novo produto ou
unidades autônomas. Exemplo: partes e peças (chassis, motores etc.) em automóvel.
RENOVAÇÃO OU RECONDICIONAMENTO: de produto usado ou sobra de produto
deteriorado ou inutilizado para novo uso. Exemplo: recondicionamento de máquinas
industriais
ACONDICIONAMENTO OU REACONDICIONAMENTO: altera a apresentação do
produto com nova embalagem, exceto quando for destinada exclusivamente ao
transporte. Exemplo: embalagens de alimentos para venda no varejo.
Produtos abrangidos
• Mercadorias para uso ou consumo na industrialização de produto a ser exportado; 
• Mercadorias para uso em reparo, criação, cultivo ou atividade extrativista de produto a ser exportado.
Requisitos para uso
18/02/2019 Disciplina Portal
http://estacio.webaula.com.br/Classroom/index.html?id=2022859&classId=1133471&topicId=2652877&p0=03c7c0ace395d80182db07ae2c30f0… 6/16
As empresas devem estar habilitadas pela Receita Federal para operar no SISCOMEX com o Sistema de Ambiente de
Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, conhecido como RADARRADAR (glossário) (glossário) , e o Registro
de Exportadores e Importadores (REI). 
O Drawback pode ser solicitado à SECEX pelo SISCOMEX DRAWBACK WEB. Para acessar a esse sistema, entre na
página MDIC (www.mdic.gov.br).
Requisitos a serem avaliados para a concessão do regime:
• A relação entre o insumo a ser importado ou adquirido no mercado interno e o produto destinado à exportação; 
• O histórico da empresa exportadora em termos de regularidade no cumprimento do regime (se já usufruir do mesmo); 
• A agregação de valor e resultado da operação (o total das exportações deduzido dos insumos adquiridos deve ser
positivo).
AtençãoAtenção
, Atualmente, uma grande parte dos pedidos é efetivada instantaneamente, após o registro no SISCOMEX. 
Pessoa física não terá direito ao regime de Drawback, mesmo quando admitida como exportadora.
Como é realizada a comprovação do Regime?
A liquidação do regime, na modalidade Suspensão, é obrigatória e ocorrerá mediante a exportação efetiva