ADMINISTRAÇÃO
3 pág.

ADMINISTRAÇÃO


DisciplinaAdministração151.638 materiais1.096.866 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1a Questão (Ref.:201503344043)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB/CESPE) Sobre regulamentos, assinale qual a certa:
		
	
	todas as leis precisam de regulamentos para se tornar aplicáveis;
	
	o Presidente da República está autorizado a editar decretos ape¬nas para o fiel cumprimento da lei;
	
	os regulamentos podem ser formalizados através de quaisquer atos administrativos.
	 
	o Poder Regulamentar é típico do chefe do Poder Executivo;
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201503344025)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB) João, objetivando adquirir determinado imóvel no bairro X, fica sabendo, por meio de amigos, que, nessa região, será construída uma nova linha do metrô e, consequentemente, diversos imóveis serão desapropriados. Tendo em vista referido fato, pede informações à Companhia do Metrô, que se recusa a fornecê-las. Com tal atitude, restou preterido o princípio da Administração Pública denominado:
		
	 
	publicidade;
	
	impessoalidade;
	
	eficiência.
	
	imperatividade;
	
	supremacia do interesse público;
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201503454846)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	João, objetivando adquirir determinado imóvel no bairro X, fica sabendo, por meio de amigos, que, nessa região, será construída uma nova linha do metrô e, consequentemente, diversos imóveis serão desapropriados. Tendo em vista referido fato, pede informações à Companhia do Metrô, que se recusa a fornecê-las. Com tal atitude, restou preterido o princípio da Administração Pública denominado:
		
	
	impessoalidade;
	 
	publicidade;
	
	imperatividade;
	
	supremacia do interesse público;
	
	preponderação da indisponibilidade.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201503454834)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Correlação entre meios e fins é expressão que costuma ser diretamente associada ao seguinte princípio:
		
	
	modicidade;
	
	eficiência;
	
	autotutela;
	
	moralidade.
	 
	proporcionalidade;
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201503927718)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	¿1. Ação Direta de Inconstitucionalidade. 2. Parágrafo único do art. 1º do Decreto estadual n.° 1.807, publicado no Diário Oficial do Estado de Alagoas de 26 de março de 2004. 3. Determinação de imediata exoneração de servidor público em estágio probatório, caso seja confirmada sua participação em paralisação do serviço a título de greve. 4. Alegada ofensa do direito de greve dos servidores públicos (art. 37, VII) e das garantias do contraditório e da ampla defesa (art. 5º, LV). 5. Inconstitucionalidade. 6. O Supremo Tribunal Federal, nos termos dos Mandados de Injunção n.ºs 670/ES, 708/DF e 712/PA, já manifestou o entendimento no sentido da eficácia imediata do direito constitucional de greve dos servidores públicos, a ser exercício por meio da aplicação da Lei n.º 7.783/89, até que sobrevenha lei específica para regulamentar a questão. 7. Decreto estadual que viola a Constituição Federal, por (a) considerar o exercício não abusivo do direito constitucional de greve como fato desabonador da conduta do servidor público e por (b) criar distinção de tratamento a servidores públicos estáveis e não estáveis em razão do exercício do direito de greve. 8. Ação julgada procedente.¿ BRASIL. Supremo Tribunal Federal. ADI 3235 / AL. Rel. Min. Gilmar Mendes. Julgamento em: 04/02/2010, publicada no DJe n.º 246, de 11/03/2010. Disponível em: < http://www.stf.jus.br/portal/jurisprudencia/ >. Acesso em: 02 fev. 2015. A declaração de inconstitucionalidade do Decreto Estadual, objeto de análise na ementa acima transcrita, encontra fundamento constitucional no princípio da:
		
	 
	Impessoalidade.
	
	Moralidade
	
	Publicidade.
	
	Eficiência
	
	Continuidade da Prestação do Serviço Público.
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201503453026)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Acerca dos órgãos públicos, assinale a opção correta.
		
	
	A teoria que melhor explica a relação existente entre o servidor público e a pessoa jurídica do Estado é a teoria da representação, cuja característica principal consiste no princípio da imputação volitiva. Assim, a vontade do órgão público é imputada à pessoa jurídica a cuja estrutura pertence, já que aquele estaria agindo em seu nome.
	
	A organização da administração pública direta, no que se refere à estruturação dos órgãos e competência, é matéria reservada à lei.
	 
	Alguns órgãos públicos têm capacidade processual, já que são titulares de direitos subjetivos próprios a serem defendidos.
	
	É correto, do ponto de vista da natureza jurídica do órgão, afirmar que &quot;João propôs uma ação de rito ordinário contra a receita federal&quot;.
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201503449316)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(Adaptação OAB/FGV) Pela teoria do órgão, entende-se que a vontade da pessoa jurídica manifesta-se por meio dos agentes que compõem os órgãos de sua estrutura. Por esta teoria, a vinculação da vontade do órgão e agente se mediante:
		
	 
	 imputação.
	
	representação;
	
	delegação;
	
	mandato;
	
	usurpação;
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201503454838)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(Adaptação/OAB) Prescreve o caput do artigo 37 da Constituição Federal que a Administração Pública Direta e Indireta de qualquer dos poderes da União, dos listados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. A respeito dos princípios da Administração Pública, assinale a alternativa incorreta.
		
	
	O princípio da legalidade significa estar a Administração Pública, em toda a sua atividade, adstrita aos mandamentos da lei, deles não podendo se afastar, sob pena de invalidação do ato. Assim, se a lei nada dispuser, não poderá a Administração agir, salvo em situações excepcionais. Ainda que se trate de ato discricionário, há de se observar o referido princípio.
	
	O STF reiteradamente tem proclamado o dever de submissão da Administração Pública ao principio da moralidade. Corno exemplo, cita-se o julgado em que o Pretório Excelso entendeu pela vedação ao nepotismo na Administração, não se exigindo edição de lei formal a esse respeito, por decorrer diretamente de princípios constitucionais estabelecidos, sobretudo o da moralidade da Administração.
	 
	Segundo a doutrina majoritária e decisão hodierna do STF, o rol de princípios previstos no artigo 37, caput. do texto constitucional é taxativo, ou seja, a Administração Pública, em razão da legalidade e taxatividade não poderá nortear-se por outros princípios que não os previamente estabelecidos no referido dispositivo.
	
	A Constituição Federal de 1988 no artigo 37, § l, dispõe sobre a forma de como deve ser feita a publicidade dos atos estatais estabelecendo que a publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.
	
	O princípio da eficiência foi inserido positivamente na Constituição Federal via emenda constitucional.
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201503344032)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB) O princípio da motivação permite afirmar que:
		
	
	no Direito Administrativo pátrio prevalece, sem contestação, a desnecessidade de motivação nos atos discricionários.
	
	o Poder Público está obrigado a motivar todos os seus atos, sem distinção.
	
	não há dispensabilidade de motivação pela própria dicção constitucional.
	 
	os Atos Ordinários, por não possuir cunho decisório, não precisam de motivação obrigatoriamente.
	
	
	
	10a Questão (Ref.:201503449270)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(Adaptação OAB-FGV) A respeito da teoria geral do órgão, pode-se afirmar:
		
	 
	 As pessoas jurídicas expressam sua