A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
ARTES NA ESCOLA

Pré-visualização | Página 1 de 2

ARTES NA ESCOLA - PROJETO PARA O ENSINO DE ARTES
Justificativa:A arte tem um poder expressivo de representar idéias através de linguagens particulares, como a literatura, a dança, a música, o teatro, a arquitetura, a fotografia, o desenho, a pintura entre outras formas expressivas que a arte assume em nosso dia a dia.
A arte faz com que o ser humano possa conhecer um pouco da sua história, dos processos criativos de cada uma das linguagens artísticas, o significado de novas formas de utilizá-la, sempre se aprimorando no decorrer dos anos.
Ensinar arte na escola torna-se importante para o desenvolvimento cognitivo dos alunos, pois o conhecimento em arte amplia as possibilidades de compreensão do conhecimento em arte, amplia a possibilidade de compreensão do mundo e colabora para um melhor entendimento dos conteúdos relacionados a outras áreas do conhecimento, tais como matemática, língua, história e geografia.
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação nacional (Lei nº 9.394/96), no artigo 26, inciso 2º, dispõe que “o ensino da arte constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos.
Os Parâmetros Curriculares (PCN,1997) dão à área de arte uma grande abrangência, propondo quatro modalidades artísticas:
1ª - Artes visuais: com maior amplitude que artes plásticas, englobando artes gráficas, vídeo, cinema, fotografia e as novas tecnologias, como arte em computador.
2º - Música
3º - Teatro
4º - Dança, que é demarcada como uma modalidade específica.
Conteúdos e Objetivos Específicos
A expressão artística permite ao aluno apreender o universo visível que o rodeia , seja ele, na sua essência, natural ou criado pelo Homem. Permite, no meio dos tecidos sociais, a compreensão do património artístico e cultural, a percepção estética, a abordagem conceptual dos artistas, o desabrochar da sensibilidade.
A expressão dramática permite ao aluno alargar a visão da vida, aprender a fazer escolhas e a tomar decisões. Trata-se duma actividade global que compreende uma dimensão gestual, visual, sonora, verbal e intelectual.
A expressão audio-visual permite ao aluno compreender a tecnologia dos aparelhos audio-visuais e ajuda-o a compreender o mundo
EXPRESSÃO ARTÍSTICA
Objetivos específicos
O aluno deve ser capaz de :
reconhecer e utilizar:
o ponto
a linha
a forma
as cores
a composição
o espaço
os materiais
a textura
a perspectiva
o ritmo
seleccionar diferentes materiais e ferramentas, segundo as necessidades;
utilizar diferentes materiais e ferramentas, segundo as necessidades;
organizar-se para executar uma tarefa;
apreciar obras de arte:
-aspectos técnicos
-conteúdos
-trabalho e estilo do artista
Recursosdesenho
pintura
modelagem/escultura
bricolage/recorte
impressão/escrita à mão
EXPRESSÃO DRAMÁTICA
Objetivos específicos
O aluno deve ser capaz de:
reconhecer e apreciar o jogo dramático;
utilizar os meios de expressão relacionados com o jogo dramático;
exprimir-se com confiança;
explorar os recursos vocais (respiração, entoação, articulação);
melhorar a expressão oral;
utilizar o jogo dramático para exprimir emoções, acontecimentos, personagens.
Recursos
jogo dramático ( improvisação e composição em mímica/expressão gestual/expressão corporal)
poesias/contos/peças teatrais
montagem e realização artística
EXPRESSÃO AUDIO-VISUAL
Objetivos específicos
O aluno deve ser capaz de:
reconhecer e familiarizar-se com meios técnicos;
analisar criticamente ( reconhecer mensagens publicitárias, informações, produções
artísticas );
utilizar imagens para exprimir sentimentos e ideias pessoais.
Recursos:máquina fotográfica /câmara escura
câmara digital/video/estúdio de montagem
televisão/gravador
cinema/filmes
Princípios Específicos
Abordar a Educação Artística com a criança significa:
- sensibilizá-la às belezas naturais do meio envolvente,
- ajudá-la a apreciar uma paisagem, um ambiente, um objecto, uma obra de arte, através da utilização dos sentidos;
- permitir-lhe a familiarização com diferentes media;
- levá-la à compreensão de que as realidades estéticas existentes no meio envolvente são resultado duma fusão entre riquezas naturais e criações do Homem.
Envolver a criança nesta abordagem é ajudá-la a:- exteriorizar e a desenvolver as suas capacidades artísticas;
- tomar consciência das suas possibilidades;
- desenvolver-se e afirmar-se.
Praticar Educação Artística é:
- criar situações de expressão;
- trabalhar num clima de confiança e de liberdade;
- trabalhar num espaço facilitador de criatividade individual ou colectiva;
- trabalhar mergulhado num ambiente cultural constituído por produções quer de
crianças quer de artistas consagrados;
- trabalhar rodeado duma diversidade de ferramentas e de instrumentos;
- trabalhar em contacto com o meio artístico ou artesanal (exposições, concertos);
- ir ao encontro de artistas no seu ambiente de trabalho.
ATIVIDADES
Os projetos podem ser individuais ou coletivos. Convém ter em atenção que o trabalho individual favorece a autonomia enquanto que o trabalho cooperativo favorece as trocas, a entre-ajuda, a complementaridade. É importante envolver cada aluno, desde o início do projeto, dando-lhe oportunidade de ser ele mesmo a estabelecer as normas do desenrolar e do funcionamento das tarefas.
É preciso ter em conta a diversidade dos alunos:
- respeitar o ritmo de trabalho de cada um;
- privilegiar uma abordagem multisensorial para prevenir as dificuldades de alguns
deles;
- prever as necessidades dos mais dotados.
As atividades podem ter lugar na sala de aula ou fora dela.
É importante planificar as atividades que fazem apelo à participação de outros parceiros .
Sugestões de Atividades:
EXPRESSÃO ARTÍSTICA
Desenhar livremente.(Ilustrar de formapessoal)
Utilizar diferentes materiais.
Reproduzir modelos reais.
Organizar o ‘atelier’ de pintura. Brincar com /experimentar/
explorar/ as cores.
Experimentar técnicas variadas (pontilhismo, guache, aquarela).
Organizar o ‘atelier’ de cerâmica, de modelagem, de escultura.
Trabalhar com diferentes materiais ( areia, plasticina, barro, gesso ...).
Utilizar as mãos.
Utilizar utensílios diferentes. Organizar um espaço.
Utilizar materiais reciclados e materiais específicos.
Utilizar materiais apropriados às atividades.
Experimentar técnicas (com diferentes instrumentos de escrita, com vegetais, com tecidos, esfregão, esponja linóleo,...).
Estar em contato com obras de arte.
Visitar exposições e museus (atividades antes, durante e depois da visita).
EXPRESSÃO DRAMÁTICA
Experimentar com os sentidos.Jogos sensoriais, jogos de motricidade, jogos de relação, jogos de ficção,jogos vocais.
Seguir as regras da dinâmica de grupo. (respeitar as instruções, os outros, o espaço ).
Improvisar a partir de situações concretas, de instruções, de materiais, de histórias, de criações.
Observar, escutar, participar, cooperar, apreciar, respeitar o seu trabalho e o dos outros.
Ir ao teatro, com preparação anterior tendo em vista a nova experiência.
Analisar espetáculos teatrais (gênero, aspectos técnicos, significação, valor cultural ).
EXPRESSÃO AUDIO-VISUAL
Ir ao cinema , com preparação prévia tendo em vista a nova experiência.
Analisar produções cinematográficas (género, aspectos técnicos, significação, valor cultural).
Organizar o ‘atelier’ de fotografia /figuras(utilizar a máquina, a câmara digital, a câmara escura,Anlisar imagens...)
Analisar os programas (publicidade, ficção, telejornal, desenhos animados, video clips,...).
Encontrar-se com profissionais da televisão (Atividades opcionais)
AVALIAÇÃO
A avaliação está diretamente ligada com a definição dos objetivos específicos. É um instrumento essencial para registro das competências que os alunos adquiriram. A abordagem didática específica desta disciplina implica a escolha de instrumentos de avaliação diversificados. A avaliação