Fichamento Diego Gestão de riscos financeiros(1)
3 pág.

Fichamento Diego Gestão de riscos financeiros(1)


Disciplina<strong>matemática</strong>29 materiais5 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
MBA EM GESTÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA
Fichamento de Estudo de Caso
Diego Souza Simão
Trabalho da disciplina Gestão de riscos financeiros.
 Tutor: Prof. Marcelo Brum Braggio
Campos dos Goytacazes - RJ 
2019
Estudo de Caso : 
Blaine Kitchenware Inc.: estrutura de capital
REFERÊNCIA: LUEHRMAN, Timothy; HEILPRIN, Joel. Blaine Kitchenware Inc.: estrutura de capital. Disponível em http://pos.estacio.webaula.com.br/Biblioteca/Acervo/Basico/POS678/Biblioteca_15417/Biblioteca_15417.pdf. Acessado em janeiro de 2019.
Os autores Luehrman e Heilprin (2019) apresentam em sua obra o estudo do caso da empresa Blaine Kitchenware Inc, o qual tem como foco uma observação da estrutura de capital assim como da aquisição outros ativos para a organização empresal. Primeiramente, Luehrman e Heilprin (2019) trazem um panorama sobre a empresa Blaine Kitchenware Inc e suas características, destacando que a mesma se configuraria como sendo uma empresa de médio porte americana com suas atividades voltadas para a fabricação de pequenos eletrodomésticos, sendo esta, inicialmente fundada na década de 1927 e que detinha cerca de 10% do faturamento anual das vendas destes produtos no EUA, possuindo entre os anos de 2003 e 2006 um aumento considerável de crescimento de 2%.
Luehrman e Heilprin (2019) ainda destacam que destacam que a empresa Blaine Kitchenware Inc , estaria nos, nos últimos anos em expansão direcionando-se para o mercado externo, chegando a compor 65% de sua recita resultados desta expansão principalmente, por ser incrementada por receitas provenientes de remessas de vendas em redes varejistas locais assim como de fora do país. Segundo os autores, uma das principais estratégias adotadas pela empresa foi a de incluir em seu rol de mercadorias, produtos mais sofisticados destinados a consumidores de classes mais elevadas e com preços também mais altos.
	No que tange ao desempenho financeiro da Blaine Kitchenware Inc, Luehrman e Heilprin (2019) informam que esta computou uma margem de lucro líquido em torno de US$ 53,6 milhões, sobre receitas de US$ 342 milhões, sendo que, a maior parte dos referidos lucros eram resultantes diretos da venda de produtos de nível intermediário (LUEHRMAN; HEILPRIN, 2019). 
Todavia, segundo os autores Luehrman e Heilprin (2019) o setor atuante da Blaine Kitchenware Inc encontrava-se em um período de grande pressão em decorrência da concorrência de produtos importados e, ainda, existiam seus grandes rivais americanos os quais haviam reduzido os preços de suas mercadorias na disputa de consumidores.
Em relação as políticas financeiras da Blaine Kitchenware Inc, os autores Luehrman e Heilprin (2019) salientam que a mesma procurou manter por um longo período de tempo, uma postura de caráter conservadora, fato este que a impediu de realizar empréstimos como demais outras empresas, só o tendo feito somente duas vezes, primeiramente durante a Segunda guerra Mundial para aquecer a indústria bélica e a segunda e a segunda na crise de petróleo na década de 1970.
Conforme expões os autores supracitados, o caráter do tradicionalismo da política financeira da Blaine Kitchenware Inc rendeu-lhe bons frutos, tal como, deixar a empresa livre de dívidas além auxiliá-la na manutenção de um montante em torno de US$ 231 milhões em caixa e de aplicações financeiras (LUEHRMAN; HEILPRIN, 2019).
	Segundo os autores Luehrman e Heilprin (2019) na década de 2007, a empresa Blaine Kitchenware Inc faz uma reavaliação de suas políticas financeiras em que estudava-se a pertinência de se continuar com a política de manutenção de preços de modo a garantir um crescimento de 3% ao ano, todavia, não poderiam fazer novas aquisições (LUEHRMAN; HEILPRIN, 2019).