Aula 04 - Estudo de viabilidade
38 pág.

Aula 04 - Estudo de viabilidade


DisciplinaArquitetura8.853 materiais63.439 seguidores
Pré-visualização2 páginas
AULA 04 
PROJETO ARQUITETÔNICO 
Universidade de Pernambuco \u2013 Escola Politécnica 
Engenharia Civil 
Disciplina: Arquitetura 
Professora : Juliana Melo 
jmelo.urb@gmail.com 
 
ANTEPROJETO 
\u2022 LEVANTAMENTO ARQUITETÔNICO; 
\u2022 ESTUDO DE VIABILIDADE; 
\u2022 ESTUDO PRELIMINAR; 
\u2022 ANTEPROJETO (PLANTA, CORTES, FACHADAS, PERSPECTIVAS). 
PROJETO 
BÁSICO 
\u2022 PROJETO DENTRO DAS EXIGÊNCIAS PARA APROVAÇÃO LEGAL E EXECUÇÃO BÁSICA; 
 
PROJETO 
EXECUTIVO 
\u2022 PROJETO ARQUITETÔNICO E DE INSTALAÇÕES 
\u2022 DETALHAMENTO DO PROJETO PARA EXECUÇÃO DA OBRA 
Introdução 
Etapas do Projeto Arquitetônico - NBR 13.531 e 13.532/1995 
ANTEPROJETO (AP) 
Etapa destinada ao desenvolvimento e detalhamento do estudo preliminar, que 
irá incorporar ao projeto um conjunto de informações sobre os aspectos técnico-
construtivos que envolvem a construção. Tais informações estão relacionadas à 
estrutura, às instalações elétricas e hidráulicas, aos materiais de acabamento etc. 
Introdução 
Levantamento arquitetônico 
 Levantamento de Dados para Arquitetura (LV-ARQ) 
É o ponto de partida, o levantamento de todas as informações necessárias para 
se construir no terreno. 
\u2022 Vizinhança; 
\u2022 Legislação municipal de parcelamento de solo e de zoneamento (registro de 
uso, recuos e afastamentos, coeficiente de construção, taxa de ocupação e 
gabaritos); 
\u2022 Serviços públicos e infraestrutura: companhias concessionárias (transporte 
coletivo), água potável, esgotos sanitários, escoamento de águas pluviais, 
energia elétrica em alta ou baixa tensão, iluminação pública, gás combustível, 
coleta de lixo e pavimentação; 
 Levantamento de Dados para Arquitetura (LV-ARQ) 
\u2022 Terreno destinado à edificação: dimensões, topografia; 
\u2022 Orientação Norte-Sul, direção e sentido dos ventos predominantes; 
\u2022 Diferença ou alterações ocorridas após o levantamento topográfico e cadastral 
(movimentos de terra, construções clandestinas, rios, córregos, vias públicas, 
perfis, pavimentações, calçadas, guias, sarjetas, torres de transmissão de alta-
tensão e postes); 
\u2022 Edificações existentes no terreno destinado à edificação (a demolir ou não); 
\u2022 Área de construção, número de pavimentos, uso atual, características 
arquitetônicas e construtivas; 
\u2022 Outras informações relevantes. 
 
Documentos técnicos a apresentar 
\u2022 Desenhos: (cadastrais da vizinhança, do 
terreno e das edificações existentes): 
plantas, cortes e elevações (escalas 
existentes ou convenientes); 
\u2022 Relatório; 
\u2022 Fotografias: preferencialmente coloridas, 
com indicação esquemática dos pontos de 
vista e com textos explicativos; etc. 
Levantamento arquitetônico 
 
Estudo de viabilidade para implantação da Feira da Sulanca, Caruaru. 
Levantamento arquitetônico 
Programa de Necessidades de Arquitetura 
Programa de Necessidades de Arquitetura (PN-ARQ) 
É a definição de tudo que precisa na edificação a ser construído: 
 
\u2022 Área construída; 
\u2022 Ambientes necessários; 
\u2022 Gabarito; 
\u2022 Serviços de obra, como nome, número e dimensões dos ambientes, com 
distinção entre os ambientes a construir, a ampliar, a reduzir e a recuperar, 
características, 
\u2022 Perfil dos usuários, público alvo; 
\u2022 Características funcionais; 
\u2022 Fluxos, áreas, capacidade. 
Documentos técnicos a apresentar 
\u2022 Desenhos: organograma funcional e esquemas básico; 
\u2022 Texto: memorial (de recomendações gerais); 
\u2022 Planilha: relação 
ambientes/usuários/atividades/equipamentos/mobiliário, 
incluindo características, exigências, dimensões e quantidades. 
Casa térrea na praia, 
com 3 quartos, 2 suítes, 
sala, cozinha, área de 
lazer, jardim e piscina. 
Estudo de Viabilidade de Arquitetura 
Estudo de Viabilidade de Arquitetura (EV-ARQ) 
Etapa proposta para a elaboração de análise e avaliações destinadas à seleção de 
alternativas para a concepção da edificação e de seus elementos. 
\u2022 Levantamento arquitetônico; 
\u2022 Programa de necessidades; 
\u2022 Levantamento de dados obtidos pelas demais atividades técnicas: uso, 
viabilidade econômica, impacto ambiental, etc.; 
\u2022 Metodologia empregada; 
\u2022 Soluções alternativas (físicas e jurídico-legais); 
\u2022 Conclusões e recomendações. 
 
Documentos técnicos a apresentar: 
Desenhos: esquemas gráficos, diagramas (escalas: 
convenientes); 
Relatório 
Estudo de Viabilidade de Arquitetura (EV-ARQ) 
Etapa proposta para a elaboração de análise e avaliações destinadas à seleção de 
alternativas para a concepção da edificação e de seus elementos. 
\u2022 Levantamento arquitetônico; 
\u2022 Programa de necessidades; 
\u2022 Levantamento de dados obtidos pelas demais atividades técnicas: uso, 
viabilidade econômica, impacto ambiental, etc.; 
\u2022 Metodologia empregada; 
\u2022 Soluções alternativas (físicas e jurídico-legais); 
\u2022 Conclusões e recomendações. 
 
O objetivo desta etapa é verificar se o projeto é viável, ou 
seja se o terreno possibilita o tipo de edificação, que atenda 
ao programa de necessidades e orçamento disponível, bem 
como qual é a melhor solução. 
Estudo de Viabilidade de Arquitetura 
Estudo de Preliminar 
Quais são as formações que devem fazer parte? 
[de modo sucinto e suficiente] 
\u2022 a caracterização geral da concepção adotada, incluindo indicações das 
funções, dos usos, das formas, das dimensões, das localizações dos ambientes 
da edificação; 
\u2022 caracterização específica dos elementos construtivos e dos seus componentes 
principais, incluindo indicações das tecnologias recomendadas; 
\u2022 soluções alternativas gerais e especiais, suas vantagens e desvantagens, de 
modo a facilitar a seleção subsequente. 
Documentos técnicos a apresentar: 
\u2022 desenhos: planta geral de implantação; plantas dos pavimentos; planta da 
cobertura; cortes (longitudinais e transversais); elevações (fachadas); detalhes 
construtivos (quando necessário); 
\u2022 texto: memorial justificativo (opcional); 
\u2022 perspectivas (opcionais) (interiores ou exteriores, parciais ou gerais); 
\u2022 maquetes (opcionais) (interior, exterior); 
\u2022 fotografias, diapositivos, microfilmes e montagens (opcionais); 
É no Estudo Preliminar que você \u2018vende\u2019 sua solução! 
Estudo Preliminar 
 
Estudo Preliminar 
Concurso \u2013 Sede do IAB, Tocantins 
 
 
 
SESC \u2013 Brasília \u2013 DF \u2013 Sérgio Parada e Associados 
Estudo Preliminar 
 
Estudo Preliminar 
Estudo Preliminar 
Estudo Preliminar 
Estudo Preliminar 
Estudo Preliminar 
Anteprojeto de arquitetura (AP-ARQ) ou de pré- execução (PR-ARQ) 
Informações de referência a utilizar: 
\u2022 estudo preliminar de arquitetura; 
\u2022 estudos preliminares produzidos por outras atividades técnicas (se 
necessário); 
\u2022 levantamento topográfico e cadastral; 
\u2022 soldagens de simples reconhecimento do solo; e outras informações. 
Informações técnicas a produzir: relativas à edificação (ambientes interiores e 
exteriores), a todos os elementos da edificação e a seus componentes 
construtivos considerados relevantes. 
O necessário para se fechar a ideia do que será projetado e iniciar o detalhamento 
técnico. 
Documentos técnicos a apresentar: 
\u2022 Desenhos: planta geral de implantação; planta de terraplenagem; cortes de terraplenagem; 
plantas dos pavimentos; plantas das coberturas; cortes (longitudinais e transversais); 
elevações (fachadas); detalhes (de elementos da edificação e de seus componentes); 
\u2022 Texto: memorial descritivo da edificação; memorial descritivo dos elementos da edificação, 
dos componentes construtivos e dos materiais de construção. 
Anteprojeto 
Anteprojeto 
Projeto legal de arquitetura (PL-ARQ) 
 
\u2022 Anteprojeto de arquitetura; 
\u2022 Anteprojetos produzidos por outras atividades técnicas (se necessário); 
\u2022 Levantamento topográfico e cadastral; 
\u2022 Legislação municipal, estadual e
Anderson
Anderson fez um comentário
Aula base sobre projetos
0 aprovações
Carregar mais