Aula 1
17 pág.

Aula 1


Disciplina<strong>cnj</strong>10 materiais4 seguidores
Pré-visualização1 página
Direito das Obrigações
Aula 01
Faculdade Estácio do Pará (Estácio \u2013 FAP)
Curso Graduação em Direito
Profª. Msc. Lorena Mesquita Silva Viana
Estrutura de Conteúdos
1. Conceito de Obrigações
2. Características essenciais
3. Principais distinções
4. Figuras híbridas
5. Fontes
6. Atividades
Do vocábulo latino \u201cobrigare\u201d;
A expressão é plurívoca;
Em sentido técnico jurídico:
\u201cObrigação é o vínculo jurídico que confere ao credor (sujeito ativo) o direito de exigir do devedor (sujeito passivo) o cumprimento de determinada prestação. Corresponde a uma relação de natureza pessoal, de crédito e débito de caráter transitório (extingue-se pelo cumprimento), cujo objeto consiste numa prestação economicamente aferível.\u201d (Carlos Roberto Gonçalves, 2016, p. 37)
1. Conceito de Obrigações
Transitoriedade do vínculo: extingue-se com o cumprimento.
Determinabilidade do sujeito: dirige-se a pessoas determinadas ou determináveis.
Caráter patrimonial: o objeto deve ter conteúdo econômico suscetível de avaliação patrimonial.
Prestação positiva ou negativa: conduta do devedor de dar, fazer ou não fazer.
Obrigação como processo obrigacional.
2. Características essenciais da obrigação
3.1 Débito e responsabilidade:
Débito (Schuld): prestação a ser espontaneamente cumprida pelo devedor;
Responsabilidade (Haftung): é a sujeição que recai sobre o patrimônio do devedor, por inadimplemento do débito originário.
Débito sem responsabilidade e Responsabilidade sem débito
3. Principais distinções
3. Principais distinções
Direitos reais: campo do direito patrimonial, cujas regras se referem à relação do homem com o objeto;
Direitos obrigacionais: campo do direito patrimonial, cujas regras se referem à relação entre pessoas.
Critério
Direitos reais
Direitos obrigacionais
1.Objeto
Coisa
Prestação
2.Sujeito
Indeterminado
Determinado(vel)
3.Duração
Permanente
Transitório
4.Formação
NumerusClausus
NumerusApertus
5.Eficácia
Erga omnes
Interpartes
4.1 Obrigações propter rem (mista ou ambulatórias)
São obrigações que surgem por força de lei, atreladas a direitos reais, mas com eles não se confundem;
Enquanto o direito real representa o direito sobre a coisa, estas são concebidas por causa da coisa;
O devedor está ligado ao vínculo não em razão da sua vontade, mas em decorrência da assunção do direito real.
4. Figuras híbridas
4. Figuras híbridas
4.1 Obrigações propter rem (mista ou ambulatórias)
Dívidas condominiais?
Pagar pelo serviço de fornecimento de água?
Reparar lesão causada ao meio ambiente?
Contribuições criadas por Associações de Moradores?
4.1 Obrigações propter rem (mista ou ambulatórias)
Contribuições criadas por Associações de Moradores?
Tese 882, STJ: As taxas de manutenção criadas por associações de moradores não obrigam os não associados ou que a elas não anuíram.
Tema 492, STF: Cobrança, por parte de associação, de taxas de manutenção e conservação de loteamento imobiliário urbano de proprietário não-associado. 
4. Figuras híbridas
4.2 Obrigações com eficácia real
Atribuição de eficácia real, erga omnes, a uma situação obrigacional.
Exemplo: é o que se vislumbra no contrato de locação, de acordo com o que estabelece o art. 8º da Lei 8.245/91, in verbis:
Art. 8º . Se o imóvel for alienado durante a locação, o adquirente poderá denunciar o contrato, com o prazo de noventa dias para a desocupação, salvo se a locação for por tempo determinado e o contrato contiver cláusula de vigência em caso de alienação e estiver averbado junto à matrícula do imóvel. 
4. Figuras híbridas
Causa/origem dos institutos;
CC/02 não disciplina as fontes das obrigações em dispositivo específico;
Fonte imediata: Lei
Fontes mediatas: Contrato, ato unilateral e ato ilícito.
5. Fontes
Identifique as fontes das seguintes obrigações:
1. Obrigação alimentar decorrente de parentesco.
2. Obrigação de indenizar uma pessoa que foi atropelada.
3. Pagar uma recompensa.
4. Pagar o café comprado na cantina durante o intervalo.
5. Pagar uma nota promissória.
6. Atividade
Identifique as fontes das seguintes obrigações:
1. Obrigação alimentar decorrente de parentesco: LEI
2. Obrigação de indenizar uma pessoa que foi atropelada: ATO ILÍCITO
3. Pagar uma recompensa: ATO UNILATERAL
4. Pagar o café comprado na cantina durante o intervalo: NEGÓCIO JURÍDICO (CONTRATO DE COMPRA E VENDA)
5. Pagar uma nota promissória: ATO UNILATERAL (TÍTULO DE CRÉDITO)
6. Atividade
(PGR-2015) De acordo com a jurisprudência do STJ:
I - A dívida condominial constitui uma obrigação propter rem, cuja prestação não deriva da vontade do devedor, mas de sua condição de titular do direito real. 
II - O dever de pagar pelo serviço de fornecimento de água tem a natureza jurídica de obrigação propter rem, uma vez que se vincula a titularidade do bem. 
III - A necessidade de reparação integral da lesão causada ao meio ambiente permite a cumulação de obrigações de fazer, não fazer e indenizar, que tem natureza propter rem. 
6. Atividade
IV - As contribuições criadas por Associações de Moradores podem ser equiparadas, para fins de direito, a despesas condominiais, tendo a dívida natureza propter rem. 
Das proposições acima: 
I e II são corretas; 
I e III são corretas;
I e IV são corretas; 
Todas são corretas. 
6. Atividade
Vera alugou imóvel para Lourdes no ano de 2017. Em 2018, Lourdes, que atravessava por problemas financeiros decorrentes de sua demissão do banco em que trabalhava, não conseguiu mais quitar as despesas com aluguel e condomínio, estando inadimplente por quatro meses até a presente data. Inconformada com a situação a locadora, Vera, que não acredita nos meios judiciais para solução de conflitos, contrata um carro de som para ficar na entrada do condomínio de Lourdes, dizendo que a locatária é uma grande estelionatária e inadimplente, por não arcar com suas obrigações. Tal ato gerou grande constrangimento à Lourdes, que já não mais deseja sair de casa. Aponte qual fonte do direito obrigacional pode ser visualizada no presente caso concreto.
. 
6. CASO CONCRETO Nº. 02
Gustavo celebrou contrato de compra e venda de imóvel com Cristiana e, mesmo sem a devida declaração negativa de débitos condominiais, conseguiu registrar o bem em seu nome. Ocorre que, no mês seguinte a sua mudança, Gustavo foi surpreendido com a cobrança de três meses de cotas condominiais em atraso. Inconformado com a situação, Gustavo tentou, sem sucesso, entrar em contato com a vendedora para que esta arcasse com os mencionados valores. Assim, de acordo com a regras do direito obrigacional, quem deverá arcar com o pagamento perante o condomínio? Explique qual é a espécie de obrigação mencionada no caso concreto.
. 
6. CASO CONCRETO Nº. 03