A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Aula 2   HISTORIA DA GINASTICA

Pré-visualização | Página 1 de 2

*
História da Ginástica
Aula 2
*
*
Objetivos da aula
Discutir a respeito das modalidades de ginástica.
Orientar a elaboração do trabalho de GA.
Identificar os principais fatos históricos relacionados à Ginástica Artística.
Entender a importância do estudo da história da G.A. na formação do profissional de Educação Física.
*
*
Visita técnica a instituição de ensino ou treinamento de GA. 
Atividade individual - Entrega dia 22/09
Os trabalhos devem ser:
Digitados em fonte Arial, tamanho 12, espaço 1,5 entrelinhas;
Apresentados em folha de papel A4, preferivelmente com fotos da visita; 
Apresentados com capa padrão.
Formatação das margens: superior e esquerda: 3 cm, 
Inferior e direita: 2 cm.
*
*
Elaboração dos trabalhos
1. INTRODUÇÃO
Breve texto pessoal explicando a proposta do trabalho, seus objetivos e outros aspectos importantes no desenvolvimento do mesmo. Pesquisar os benefícios da prática da GA, principalmente na infância e adolescência.       
2. DADOS COLETADOS NA VISITA-PESQUISA
Visita a uma entidade que ofereça aulas de GA.
Relatar: Infraestrutura do local, espaço para as aulas, banheiros, departamento médico, recepção, espaço para os responsáveis, material específico, condições de higiene e de segurança e o atendimento médico oferecido. 
Descrever a aula/ treino assistida(o).
*
*
*
3. CONCLUSÃO
Constatações pessoais considerando os objetivos e as propostas do trabalho. 
4. REFERÊNCIA 
Exemplo a seguir:
 
 ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando.  Método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa.  2. ed. São Paulo: Pioneira, 2001. 
*
5. Ficha de registro
É obrigatória a apresentação da Ficha de Registro devidamente preenchida, assinada e carimbada pelo professor entrevistado ou representante da entidade visitada.
*
*
O CORPO NA HISTÓRIA
“O corpo é o primeiro lugar onde a mão do adulto marca a criança, ele é o primeiro espaço onde se impõe os limites sociais e psicológicos que foram dados a sua conduta, ele é o emblema onde a cultura vem inscrever seus signos como também seus brasões”. (VIGARELLO, 1978, p.9) 
*
*
*
A história da Ginástica
A prática do exercício físico “vem da Pré-história, afirma-se na Antigüidade, estaciona na Idade Média, fundamenta-se na Idade Moderna e sistematiza-se nos primórdios da Idade Contemporânea”.
 No homem pré-histórico a atividade física tinha papel relevante para sua sobrevivência, expressa principalmente na necessidade vital de atacar e defender-se. O exercício físico de caráter utilitário e sistematizado de forma rudimentar, era transmitido através das gerações e fazia parte dos jogos, rituais e festividades. Ramos (1982: 15)
*
*
*
*
Ginástica na Antiguidade 
(sec V a. C)
Exercícios físicos aparecem nas várias formas de luta, na natação, no remo, no hipismo, na arte de atirar com o arco, como exercícios utilitários, nos jogos, nos rituais religiosos e na preparação guerreira de maneira geral. 
Grécia: ideal da beleza humana. 
A prática do exercício físico era altamente valorizada como educação corporal em Atenas e como preparação para a guerra em Esparta. 
Roma: o exercício físico tinha como objetivo principal a preparação militar e num segundo plano a prática de atividades desportivas como as corridas de carros e os combates de gladiadores que estavam sempre ligados às questões bélicas. 
*
*
Influências
Danças sacras e em comemorações festivas: ginástica de solo, com atividades acrobáticas simples.
 Praticadas por saltimbancos no Egito, na Grécia e na Roma antiga, difundindo-se por toda a Europa e provavelmente pela Ásia.
Salto sobre touro, praticado na Ilha de Creta, por volta do século II a.C.
Infelizmente, as atividades acrobáticas, por serem praticadas por pessoas das classes mais baixas, como, por exemplo, os escravos, sofriam grande discriminação das populações.
*
*
Idade Média (séc I a XV)
O corpo passou a ser ignorado, e até mesmo objeto de sevícias para a purificação da alma.
 
Acrobatas eram acusados de cúmplices de Satã 
*
*
*
*
Cultura corporal popular
Os artistas populares:
“Invertiam a ordem das coisas. Andavam com as mãos no chão, lançavam-se no espaço. Contorciam-se e encaixavam-se em potes, em cestos, imitavam bichos, vozes, produziam sons com as mais diferentes partes do corpo, cuspiam fogo, vertiam líquidos inesperados, gargalhavam, viviam em grupos.
Opunham-se assim, aos novos cânones do corpo acabado, perfeito, fechado, limpo e isolado que a ciência construíra, da idéia fixa e disciplinada que a nova ordem exigia.” (SOARES, 1998, p.25)
*
*
Idade Moderna 
(séc XV a XVIII)
Vários estudiosos da época, entre eles Rabelais e Montaigne, contribuíram para a evolução do conhecimento da Educação Física com a publicação de obras relacionadas à pedagogia, à fisiologia e à técnica. A partir daí surgiu um grande movimento de sistematização da Ginástica.
Várias propostas de reformulação das escolas do ensino regular promoveram a Educação Física como elemento obrigatório.
*
*
Idade Contemporânea
(Séc XIX)
Surgimento das escolas e movimentos ginásticos 
A partir desta época, a Ginástica passou a desempenhar importantes funções na sociedade industrial, “apresentando-se como capaz de corrigir vícios posturais oriundos das atitudes adotadas no trabalho, demonstrando assim, as suas vinculações com a medicina e, desse modo, conquistando status. (SOARES, 1994)
Entre os métodos que tiveram maior penetração no Brasil destacam-se as escolas alemã, sueca e francesa. 
Ramos (1982), Marinho [19--], Langlade e Langlade (1970), Castellani Filho (1988), Soares (1994) entre outros
*
*
Educação Física
Europa: Revolução Francesa (1789 – séc. XVIII).
Educação Física
Europa: Revolução Francesa (1789 – séc. XVIII).
 
Movimento ginástico europeu (séc. XIX): ginástica cientifica
Força , energia, resistência, velocidade, destreza e vigor, e formação do caráter (têmpera, moral e virtude).
 
 Tendência Militarista 
Utilitarista 
*
*
Movimentos ginásticos - Ciência
Pesquisa, medição, classificação e comparação.
Desenvolvimento da Anatomia, Fisiologia e fundamentou a ciência da mecânica do movimento.
Aparelhos e maquinas para aumentar a força e corrigir postura 
*
Aparelhos do século XIX
*
*
*
Movimento Ginástico Alemão
Período 1800-1900
Guts Muths: ginástica pedagógica. (idéias naturalistas).
Atividades realizadas ao ar livre, incluindo:
 corridas,
 saltos,
lançamentos,
lutas,
natação e
exercícios de trepar e equilibrar.
Utilizava elementos da natureza, além de cordas penduradas, varas verticais, escadas inclinadas, dentre outros equipamentos.
*
*
Movimento Ginástico Alemão
Período 1800-1900
Ludwig Jahn, influenciado por Guts Muths.
Para a execução das atividades também utilizava os elementos da natureza. Realizadas nas florestas no entorno de Berlim. Eram tipicamente atividades militares.
 
Incluíam corridas, saltos, tarefas de balançar, equilibrar, trepar, nadar, esgrima, equitação, arqueísmo e jogos de luta.
Utilização de diversos aparelhos: “cavalo de pau”.
*
*
*
Movimento Ginástico Alemão
Período 1800-1900
Promovia palestras e debates sobre a conjuntura política da Alemanha, para preparar a juventude para lutar pela igualdade social, defender a nação e colaborar na unificação do império germânico. 
Turnkunst em substituição à denominação Ginástica, de origem grega.
Em 1811, em Hasenheide, fundação do primeiro campo de Turnkunst, com vários equipamentos para substituir os elementos