A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
73 pág.
Exercicios redacao

Pré-visualização | Página 13 de 18

Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. 
 Todos os direitos reservados. 
50 	
  	
  
ENEM em 100 Dias 
Redação - Exercícios 
 
 
Crase 
Gabarito 
 
1. a/à/a/a/a/a/a/às/as/às 
 
2. O moço caiu, mas na sua queda a espada descreveu ainda um semicírculo e abateu o 
inimigo que o tinha ferido á traição; a dor violente dera a esse último golpe uma força 
sobrenatural. 
 
 
3. “contar tudo à senhora” – o substantivo “senhora” é feminino, precedido de preposição e 
determinado. Por isso, o acento grave. 
 
4. a) Locução adverbial de lugar 
3. II. “Chegamos à universidade às oito horas.” 
 
5. àquele/aquela/àquele/àquela/àquela 
 
6. E 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
	
  	
  	
  	
   	
  	
  
 
 
 
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. 
 Todos os direitos reservados. 
51 	
  	
  
ENEM em 100 Dias 
Redação - Exercícios 
 
 
Uso da Vírgula 
Exercícios 
 
1. 
 
 
 (Folha de S. Paulo,11 de 
outubro de 2004). 
 
 
Na tira de Garfield, a comicidade se dá por uma dupla possibilidade de leitura. 
 
a) Explicite as duas leituras possíveis e explique como se constrói cada uma delas. 
b) Use vírgula(s) para discernir uma leitura da outra. 
 
 
2. Na primeira página da Folha de S. Paulo de 22 de outubro de 2004, encontramos uma 
sequência de fotos acompanhada de uma legenda cujo título era: “A QUEDA DE FIDEL”. 
No texto da legenda, o jornal explica: O ditador cubano, Fidel Castro, 78, se desequilibra e 
cai após discursar em praça de Santa Clara (Cuba), em evento transmitido ao vivo pela TV; 
logo depois, ele disse achar que havia quebrado o joelho e talvez um braço, mas que 
estava “inteiro”; mais tarde, o governo divulgou que Fidel fraturou o joelho esquerdo e teve 
fissura do braço direito. 
 
O que a leitura desse título provoca? Por quê? 
 
 
3. Em um jornal de circulação restrita, vemos na capa a seguinte chamada: 
 
	
  	
  	
  	
   	
  	
  
 
 
 
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. 
 Todos os direitos reservados. 
52 	
  	
  
ENEM em 100 Dias 
Redação - Exercícios 
 
 
Inspire 
saúde! 
Sem fumar, 
respire 
aliviado! 
 
No interior do Jornal, a matéria começa da seguinte forma: 
 
Desperte o não-fumante que há em você!, seguida logo adiante de O fumante passivo – aquele 
que não fuma, mas frequenta ambientes poluídos pela fumaça do cigarro – também tem sua 
saúde prejudicada. (Jornal da Cassi – Publicação da Caixa de Assistência dos Funcionários do 
Banco do Brasil, ano IX, n. 40, junho/julho de 2004). 
 
Levando em consideração os trechos citados, observamos na chamada da capa, um 
interessante jogo polissêmico. 
 
a) Apresente dois sentidos de ‘Inspire’ em ‘Inspire saúde!’. Justifique. 
b) Apresente dois sentidos de ‘aliviado’ em ‘respire aliviado!’. Justifique. 
 
 
 
Cidadãs do mundo: 
As línguas mais globalizadas, segundo o levantamento de um ensaísta brasileiro 
 
Diz a lenda que Deus condenou os homens a falar diversas línguas em Babel para puni-los 
pelo desejo de atingir o paraíso construindo uma enorme torre. Mas, a julgar pelo livro Palavras 
sem Fronteira (Editora Record), do ensaísta e ex-diplomata brasileiro Sergio Corrêa da Costa, 
alguns termos pelo menos conseguiram escapar da ira divina. São as chamadas “palavras 
universais”, aquelas usadas em vários idiomas além daquele que lhes deu origem. Elas mostram 
que, muito antes de o conceito de globalização entrar em voga nos campos da política e da 
economia, ele já existia, de certa forma, no plano linguístico. Quem não entende o que é pizza, 
hambúrguer, iogurte ou caviar? (…) 
Corrêa da Costa, durante dois anos, consultou 130 publicações de quinze países, coligindo 
nada menos do que 3000 palavras que mantêm a grafia e o significado de origem em publicações 
de outras nacionalidades. Se a surpresa quanto ao número de palavras foi grande, o espanto foi 
ainda maior quando ele se deu conta de que as palavras francesas continuam a superar as 
inglesas. Imaginava-se que a hegemonia americana já se tivesse estendido ao universo das 
línguas. Nada disso. Embora Corrêa da Costa acredite que os fast foods e scanners surgidos na 
vida moderna levarão a língua inglesa à liderança, o levantamento não deixa dúvida. “Neste fin-
de-siècle high tech, ainda é o clássico francês que causa frisson”, diz Corrêa da Costa, brincando 
com os estrangeirismos. (…) Ainda no campo das surpresas, o vetusto latim persiste em terceiro 
lugar no pódio dos idiomas mais presentes no mundo. Mas é bom notar que, se a maioria das 
palavras globalizadas seguiu o rastro dos conquistadores, houve aquelas que andaram na 
	
  	
  	
  	
   	
  	
  
 
 
 
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. 
 Todos os direitos reservados. 
53 	
  	
  
ENEM em 100 Dias 
Redação - Exercícios 
 
 
contramão. É o caso de “piranha”, globalizada a partir do tupi. Uma prova de que o reinado das 
palavras não segue rigorosamente a lógica do poder político e econômico. 
(Dieguez, Consuelo. Veja 22/03/2000.) 
 
4. Considerando aspectos globais da composição do texto, pode-se afirmar que: 
 
I. O texto tem uma função predominantemente expressiva, por isso, prevalece a linguagem 
figurada. 
II. O texto, na verdade, tem como suporte um outro texto anterior, o que está indicado no 
subtítulo. 
III. O título personaliza o objeto do qual trata o comentário. 
IV. O ‘mas’ com que se inicia o segundo período, aponta a direção contrária em que 
prosseguirá a argumentação. 
V. ‘globalização’, ‘mundo’, ‘palavras universais’, ‘atravessar barreiras’ são expressões cujos 
significados estão em harmonia com a temática do texto. 
 
Estão corretas: 
 
a) II, III, IV e V 
b) I, II, IV e V 
c) II e III 
d) I e II 
e) I, III e V 
 
 
5. A alternativa que corresponde à estratégia utilizada pelo autor na passagem destacada é: 
 
a) “Deus condenou os homens a falar diversas línguas.” O autor do comentário introduz o 
tema a ser tratado com apoio de argumentos científicos. 
b) “A julgar pelo livro Palavra sem Fronteira (…), alguns termos pelo menos escaparam da ira 
divina.” O autor reitera sua crença no poder absoluto de Deus sobre todas as palavras. 
c) “Quem não entende o que é pizza, hambúrguer, iogurte ou caviar?” A pergunta do autor 
constitui uma estratégia retórica para confirmar o argumento em questão. 
d) “Ainda no campo das surpresas, o vetusto latim persiste em terceiro lugar no pódio dos 
idiomas mais presentes no mundo.” O comentarista declara que as expectativas do autor 
em relação a sua pesquisa se confirmaram. 
e) “houve aquelas (palavras) que andaram na contramão. É o caso de “piranha”, globalizada a 
partir do tupi.” O autor reitera argumento de que as palavras emigraram conforme a rota 
dos colonizadores. 
 
 
 
	
  	
  	
  	
   	
  	
  
 
 
 
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. 
 Todos os direitos reservados. 
54 	
  	
  
ENEM em 100 Dias 
Redação - Exercícios 
 
 
A breve tira abaixo fornece um bom exemplo de como o contexto pode afetar a interpretação e até 
mesmo a análise gramatical de uma sequência linguística. 
 
 
 Fonte: O Estado de S. Paulo, 24/09/2000. 
 
 
6. Supondo que a fala da personagem fosse lida fora do contexto dessa tira, como você a 
entenderia? 
 
7. a) Se a fala da personagem fosse considerada uma continuação da fala

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.