Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
278 pág.
programa nacional sanidade avicola 000fyh51e9y02wx5ok0pvo4k3xecpyt9

Pré-visualização | Página 1 de 50

Ministério da Agricultura e do Abastecimento 
Secretaria de Defesa Agropecuária 
Departamento de Defesa Animal 
Coordenação de Vigilância e Programas Sanitários 
Programa Nacional de Sanidade Avícola 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
LEGISLAÇÃO DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL 
 
AVICULTURA 
 
 
 
 
PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE 
AVÍCOLA 
 
 
 
 
Maio de 2002 
 
 2 
ÍNDICE 
DEFESA SANITÁRIA___________________________________________________ 7 
??DECRETO N° 24.548, DE 3 DE JULHO DE 1934 - APROVA REGULAMENTO DO SERVIÇO 
DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL. ___________________________________________ 7 
??LEI Nº 569, DE 21 DE DEZEMBRO DE 1948 - ESTABELECE MEDIDAS DE DEFESA 
SANITÁRIA ANIMAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS . _____________________________ 17 
??DECRETO Nº 27.932, DE 28 DE MARÇO DE 1950 - APROVA O REGULAMENTO PARA 
APLICAÇÃO DAS MEDIDAS DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL.________________________ 18 
MÉDICO VETERINÁRIO _____________________________________________ 21 
??DECRETO-LEI Nº 818, DE 5 DE SETEMBRO DE 1969 - DISPÕE SOBRE A ACEITAÇÃO, 
PELO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PARA FINS RELACIONADOS COM A DEFESA SANITÁRIA 
ANIMAL, DE ATESTADOS FIRMADOS POR MÉDICO VETERINÁRIO SEM VÍNCULO COM O 
SERVIÇO PÚBLICO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS._______________________________ 21 
??PORTARIA Nº 9, DE 8 DE JANEIRO DE 1970 – NORMAS DE ATESTADO ZÔO-SANITÁRIOS 
FIRMADO POR MÉDICOS VETERINÁRIOS SEM VÍNCULO COM O SERVIÇO PÚBLICO________ 22 
??RESOLUÇÃO Nº 63/71 DO CFMV – DETERMINA COMO RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DO 
MÉDICO VETERINÁRIO A EMISSÃO DE ATESTADO DE SANIDADE E DE ÓBITO DE ANIMAIS BEM 
COMO DE SANIDADE DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL E VACINAÇÃO E APLICAÇÃO DE 
QUALQUER PRODUTO QUE VISE A PROTEÇÃO SANITÁRIA DOS ANIMAIS _______________ 23 
??PORTARIA Nº 24, DE 28 DE NOVEMBRO DE 1977 – REGULAMENTA O 
CREDENCIAMENTO DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS SEM VINCULO COM O SERVIÇO PÚBLICO 24 
DESINFECÇÃO DOS MEIOS DE TRANSPORTE _____________________ 27 
??DECRETO–LEI Nº 8.911, DE 24 DE JANEIRO DE 1964 - DISPÕE SOBRE A EXECUÇÃO DOS 
SERVIÇOS DE LIMPEZA E DESINFECÇÃO DOS MEIOS DE TRANSPORTES UTILIZADOS NA 
LOCOMOÇÃO DE ANIMAIS VIVOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS._____________________ 27 
PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE AVÍCOLA _________________ 29 
 3 
??PORTARIA MINISTERIAL Nº 193, DE 19 DE SETEMBRO DE 1994 –INSTITUI O 
PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE AVÍCOLA NO ÂMBITO DA DAS E CRIA O COMITÊ 
CONSULTIVO DO PROGRAMA DE SANIDADE AVÍCOLA. ___________________________ 29 
??PORTARIA Nº 115, DE 04 DE OUTUBRO DE 1995 – DETERMINA AS ATRIBUIÇÕES DO 
COMITÊ CIENTÍFICO DO PNSA ___________________________________________ 29 
??PORTARIA Nº 39, DE 21 DE JULHO DE 1999 - REFORMULA O COMITÊ CONSULTIVO DO 
PROGRAMA NACIONAL DE SANIDADE AVÍCOLA________________________________ 30 
DOENÇA DE NEWCASTLE ___________________________________________ 32 
??PORTARIA Nº 070, DE 03 DE MARÇO DE 1994 – REGULAMENTA A OBRIGATORIEDADE 
DE COMUNICAÇÃO DA SUSPEITA DA DOENÇA DE NEWCASTLE. _____________________ 32 
??PORTARIA Nº 182, DE 08 DE NOVEMBRO DE 1994 – NORMAS DE CREDENCIAMENTO E 
MONITORAMENTO DE LABORATÓRIOS D E DIAGNÓSTICO DA DOENÇA DE NEWCASTLE ___ 32 
?? INSTRUÇÃO NORMATIVA SDA Nº 32, DE 13 DE MAIO DE 2002- NORMAS TÉCNICAS 
DE VIGILÂNCIA PARA DOENÇA DE NEWCASTLE E INFLUENZA AVIÁRIA E DE CONTROLE E 
ERRADICAÇÃO DA DOENÇA DE NEWCASTLE 
SALMONELOSE AVIÁRIA____________________________________________ 57 
??PORTARIA Nº 8, DE 23 DE JANEIRO DE 1995 - MÉTODO ANALÍTICO DE CARCAÇA DE 
AVES E PESQUISA DE SALMONELLA ________________________________________ 57 
??PORTARIA N° 126, DE 03 DE NOVEMBRO DE 1995 - NORMAS DE CREDENCIAMENTO E 
MONITORAMENTO DE LABORATÓRIOS DE DIAGNÓSTICO DAS SALMONELOSES AVIÁRIAS (S. 
ENTERITIDIS, S. GALLINARUM, S. PULLORUM E S. TYPHIMURIUM)_________________ 63 
?? INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 03, DE 09 DE JANEIRO DE 2002 - NORMAS TÉCNICAS 
PARA CONTROLE E CERTIFICAÇÃODE NÚCLEOS E ESTABELECIMENTOS AVÍCOLAS COMO 
LIVRES DE SALMONELLA GALLINARUM E DE SALMONELLA PULLORUM E LIVRES OU 
CONTROLADOS PARA SALMONELLA ENTERITIDIS E PARA SALMONELLA TYPHIMURIUM __ 78 
RETIFICAÇÃO------------------------------------------------------------------------------------ 
 
MICOPLASMOSE AVIÁRIA __________________________________________ 86 
 4 
??PORTARIA Nº 208, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1994 - NORMAS DE CREDENCIAMENTO E 
MONITORAMENTO DE LABORATÓRIOS DE DIAGNÓSTICO DAS MICOPLASMOSES AVIÁRIAS 86 
?? INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 44, DE 23 DE AGOSTO 2001 - APROVAR AS NORMAS 
TÉCNICAS PARA O CONTROLE E A CERTIFICAÇÃO DE NÚCLEOS E ESTABELECIMENTOS 
AVÍCOLAS PARA A MICOPLASMOSE AVIÁRIA __________________________________ 90 
RETIFICAÇÃO 
 
NORMAS PARA HABILITAÇÃO, REGISTRO E FISCALIZAÇÃO DE 
ESTABELECIMENTOS AVÍCOLAS___________________________________ 98 
??PORTARIA N.º 542, DE 16 DE NOVEMBRO DE 1998 - DISPÕE SOBRE NORMAS DE 
HIGIENE E SEGURANÇA SANITÁRIA PARA HABILITAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS AVÍCOLAS 
DE CRIAÇÃO DE AVES E INCUBATÓRIOS AVÍCOLAS PARA INTERCÂMBIO NO MERCOSUL_ 98 
?? INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4, DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 - NORMAS PARA 
REGISTRO E FISCALIZAÇÃO DOS ESTABELECIMENTOS AVÍCOLAS _________________ 105 
IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE AVES E OVOS FÉRTEIS _____ 111 
??PORTARIA N.º 49, DE 11 DE MARÇO DE 1987 - REGULAMENTA A IMPORTAÇÃO DE 
ANIMAIS VIVOS ______________________________________________________ 111 
??DECRETO Nº 94.959 DE SETEMBRO DE 1987 - DISPÕE SOBRE A IMPORTAÇÃO DE AVES 
MATRIZES, DO GÊNERO PALMÍPEDES, PARA REPRODUÇÃO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. 117 
??PORTARIA MINISTERIAL Nº 548 DE 25 DE AGOSTO DE 1995 – RECONHECE O BANCO 
DA INDÚSTRIA AVÍCOLA E ASSEGURA A UBA A SUA GESTÃO OPERACIONAL __________ 117 
??PORTARIA Nº 116, DE 29 DE FEVEREIRO DE 1996 – IMPORTAÇÃO DE AVES E OVOS 
FÉRTEIS DESTINADOS À REPRODUÇÃO _____________________________________ 118 
??PORTARIA Nº 144, DE 23 DE DEZEMBRO DE 1997 – SUSPENDE A ENTRADA EM 
TERRITÓRIO NACIONAL DE AVESTRUZES, AVES ORNAMENTAIS DOMÉSTICAS E SILVESTRES E 
OVOS FÉRTEIS DESSAS MESMAS AVES ______________________________________ 119 
?? INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 14, DE 29 DE JUNHO DE 1999 - NORMAS TÉCNICAS PARA 
IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE AVES DE UM DIA E OVOS FÉRTEIS PARA INCUBAÇÃO, 
DESTINADOS A REPRODUÇÃO ____________________________________________ 119 
?? INSTRUÇÃO DE SERVIÇO DDA N° 001/99 - REQUISITOS PARA INGRESSO DE AVES DE 
COMPANHIA NO TERRITÓRIO NACIONAL. ___________________________________ 123 
 5 
?? INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 7 DE ABRIL DE 2000. – AUTORIZA A SECRETARIA 
DE PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO A CERTIFICAR A AUTENTICIDADE DE CONTRATO DE 
FORNECIMENTO PARA AS EXPORTAÇÕES DE CARNE DE FRANGO___________________ 123 
GUIA DE TRÂSITO ANIMAL ________________________________________ 126 
??PORTARIA N.º 22, DE 13 DE JANEIRO DE 1995 – MODELO DA GUIA DE TRÂNSITO 
ANIMAL ___________________________________________________________ 126 
FEIRAS E EXPOSIÇÕES _____________________________________________ 127 
??PORTARIA N.º 108, DE 17 DE MARÇO DE 1993 - NORMAS TÉCNICAS PARA 
ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DAS EXPOSIÇÕES E FEIRAS AGROPECUÁRIAS, LEILÕES 
RURAIS E DOS COLÉGIOS DE JURADOS DAS ASSOCIAÇÕES ENCARREGADAS DA EXECUÇÃO 
DOS SERVIÇOS DE REGISTRO GENEALÓGICO_________________________________ 127 
??PORTARIA N.º 162, DE 18 DE OUTUBRO DE 1994 - NORMAS COMPLEMENTARES QUE 
VERSAM SOBRE A FISCALIZAÇÃO E O CONTROLE ZOOSSANITÁRIO DAS EXPOSIÇÕES, FEIRAS, 
LEILÕES E OUTRAS AGLOMERAÇÕES DE ANIMAIS, EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL____ 134 
INSPEÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS DESTINADOS A 
ALIMENTAÇÃO ANIMAL ___________________________________________ 140 
??DECRETO Nº 76.986 – DE 6 DE JANEIRO DE 1976 - REGULAMENTA A LEI N. 6.198 (*), 
DE 26 DE DEZEMBRO DE 1971, QUE DISPÕE SOBRE A INSPEÇÃO E A FISCALIZAÇÃO
Página123456789...50