Simulado av1 Adm 2
4 pág.

Simulado av1 Adm 2


DisciplinaAdministrativo 2206 materiais503 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1a Questão (Ref.:201102947110)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Considerando a responsabilidade Civil do Estado e a aplicação da Responsabilidade objetiva, é correto afirmar:
		
	
	O Estado só responderá por danos causado pelos seus agentes a terceiros, se provado que aqueles agiram com dolo ou culpa.
	 
	As pessoas jurídicas de direito público e as de direito privado prestadoras de serviço público responderão pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros, independentemente de prova de culpa no cometimento da lesão
	
	O Estado só responderá por danos causados a terceiros se decorrentes de fenômenos da natureza ou provocados por terceiros, porque a responsabilidade civil é objetiva.
	
	A culpa da vítima, mesmo que exclusiva, não exclui a responsabilidade civil do Estado, porque essa é objetiva
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201102947098)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	Levando-se em consideração a teoria do risco administrativo, usada para disciplinar a responsabilidade patrimonial do Estado, analise as alternativas a seguir:
I. A responsabilidade do Estado é subjetiva, estando condicionada à demonstração de culpa ou dolo do agente público.
II. A culpa exclusiva da vítima, o caso fortuito e força maior são causas excludentes da responsabilidade do Estado.
III. As autarquias estão sujeitas a normas constitucionais relativas a responsabilidade patrimonial do Estado.
É (são) afirmativa(s) verdadeira(a) somente
 
		
	 
	II e III.
	
	I e II.
	
	I e III.
	
	III.
	
	Nenhuma das alternativas estão corretas.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201102278825)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB /CESPE)- Quanto à responsabilidade extracontratual do Estado, assinale a opção correta.
		
	 
	Prevalece o entendimento de que, nos casos de omissão, a responsabilidade extracontratual do Estado é subjetiva, sendo necessário, por isso, perquirir acerca da culpa e do dolo.
	
	Não há responsabilidade civil do Estado por dano causado pelo rompimento de uma adutora ou de um cabo elétrico, mantidos pelo Estado em péssimas condições, já que essa situação se insere no conceito de caso fortuito.
	
	Proposta a ação de indenização por danos materiais e morais contra o Estado, sob o fundamento de sua responsabilidade objetiva, é imperioso que este, conforme entendimento prevalecente, denuncie à lide o respectivo servidor alegadamente causador do dano.
	
	A vítima de dano causado por ato comissivo deve ingressar com ação de indenização por responsabilidade objetiva contra o servidor público que praticou o ato.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201102278842)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(Procurador do Distrito Federal/2009) Assinale a sentença correta.
		
	 
	O Estado e as pessoas jurídicas de direito privado, prestadoras de serviços públicos, respondem pelos danos causados a terceiros por seus agentes, no exercício de suas funções, assegurado o direito de regresso, em caso de dolo ou culpa.
	
	Os danos causados a terceiros, na execução de serviços públicos, devem ser indenizados pelos beneficiários de tais serviços.
	
	O agente público não responde, em qualquer hipótese, pelos danos que, no ex cicio de sua função, causar a terceiros.
	
	O Estado responde pelos danos causados por seus agentes, na execução de serviços públicos, descontando destes, automaticamente, os valores que despender no pagamento de indenizações.
	
	O agente público é, sempre, responsável pelos danos que nessa qualidade vier causar a terceiros.
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201102278915)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB /CESPE)- Acerca da desapropriação, assinale a opção correta.
		
	
	Os bens públicos não podem ser desapropriados.
	
	Na desapropriação por zona, devem ser incluídos os imóveis contíguos ao imóvel desapropriado, necessários ao desenvolvimento da obra a que se destina.
	 
	Desapropriação indireta é o fato administrativo por meio do qual o Estado se apropria de bem particular, sem a observância dos requisitos da declaração e da indenização prévia.
	
	Na desapropriação por interesse social para fins de reforma agrária, serão indenizadas por título da dívida pública não apenas a terra nua, mas também as benfeitorias úteis e necessárias, sendo que as voluptuosas não serão indenizadas.
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201102278976)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB) No que concerne à intervenção do Estado sobre a propriedade privada, é correto afirmar que:
		
	
	a requisição de bens móveis e fungíveis impõe obrigações de caráter geral a proprietários indeterminados, em benefício do interesse geral, não afetando o caráter perpétuo e irrevogável do direito de propriedade.
	
	o tombamento implica a instituição de direito real de natureza pública, impondo ao proprietário a obrigação de suportar um ônus parcial sobre o imóvel de sua propriedade, em benefício de serviços de interesse coletivo.
	 
	as limitações administrativas constituem medidas previstas em lei com fundamento no poder de polícia do Estado, gerando para os proprietários obrigações positivas ou negativas, com o fim de condicionar o exercício do direito de propriedade ao bem-estar social.
	
	a servidão administrativa afeta o caráter absoluto do direito de propriedade, implicando limitação perpétua do mesmo em benefício do interesse coletivo.
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201102415968)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB/FGV ) Com relação à requisição administrativa, analise as afirmativas a seguir.
I. Terá sempre caráter de definitividade.
II. Será aplicada somente em situação de guerra ou de movimentos de origem política.
 III. Será a indenização sempre a posteriori, caso seja devida.
IV. Incidirá apenas sobre bens imóveis.
Assinale:
		
	
	se somente a afirmativa l estiver correta.
	
	se somente as afirmativas II e IV estiverem corretas.
	 
	se somente a afirmativa III estiver correta.
	
	se somente as afirmativas l, II e III estiverem corretas.
	
	se todas as afirmativas estiverem corretas.
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201102385814)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	V Exame de Ordem Unificado
Tendo o agente público atuado nesta qualidade e dado causa a dano a terceiro, por dolo ou culpa, vindo a administração a ser condenada, terá esta o direito de regresso. A respeito da ação regressiva, é correto afirmar que
		
	
	a prescrição será decenal, com base na regra geral da legislação civil.
	
	o prazo prescricional será o mesmo constante da esfera penal para o tipo criminal correspondente.
	 
	em regra deve ser exercida, sob pena de afronta ao princípio da indisponibilidade.
	
	o prazo prescricional tem início a contar do fato que gerou a ação indenizatória contra a Administração.
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201102278972)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB) Quanto às características da intervenção do Estado na propriedade privada, podemos afirmar que:
		
	
	A propriedade é um direito fundamental consagrado na Constituição. Neste sentido, as modalidades de intervenção do Estado que objetivem restringir este direito são consideradas inconstitucionais, admitindo-se, apenas, caso haja acordo entre os Estado e o particular.
	
	A servidão administrativa é uma forma de expressão do poder de policia do Estado.
	
	A função social da propriedade, a supremacia do interesse público e o direito incondicional à propriedade, fundamentam as diversas formas de intervenção do Estado.
	
	A servidão administrativa corresponde a um direito de natureza pessoal.
	 
	Além do poder de policia, as modalidades restritivas de intervenção do Estado na propriedade privada são consideradas impositivas, cabendo ao particular apenas o dever de tolerância.
	
	
	
	10a Questão (Ref.:201102415966)
	Acerto: 0,2  / 0,2
	(OAB/Exame Unificado-2010.3) Um policial militar,