A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
194 pág.
ANÁLISE DE DECISÃO REVISADA E AMPLIADA (1)

Pré-visualização | Página 2 de 6

Tático
Planejamento 
Operacional
N Í V E L E S T R A T É G I C O
O propósito das tomadas de decisões no nível
estratégico é desenvolver estratégias para que a
organização seja capaz de atingir seus macros
objetivos.
N Í V E L T Á T I C O
As decisões no nível tático se referem a planejar e
controlar as decisões administrativas e operacionais,
procurando obter sempre a eficiência.
N Í V E L O P E R A C I O N A L
As decisões no nível operacional referem-se ao uso
eficiente das decisões para executar as operações.
Decisões Operacionais relacionam-se com as rotinas
operacionais da empresa e afetam somente as
unidades setoriais ligadas as operações da empresa.
C e n t r a l i z a r
D e s c e n t r a l i z a r
&
D e l e g a r
D
E
C
I
S
Õ
E
S
M Ó D U L O 6
A c e n t r a l i z a ç ã o é a maneira na qual a localização da
tomada de deci são está próx ima do topo h ierárqu ico
da organização.
Centralização possui c a r a c t e r í s t i c a s v a n t a j o s a s , as
decisões são tomadas pela cúpula da organização que possui uma
v i s ã o g e r a l d a e m p r e s a , c u s t o s o p e r a c i o n a i s
r e d u z i d o s .
Em contrapartida, as decisões tomadas na cúpula estão
distanciadas da realidade, resultando em menor contato
com as pessoas envolvidas na tomada decisão,
consequentemente interferindo no processo comunicativo do
problema, levando maior tempo, maior custo operacional e
possibilitando erros pessoais e distorções.
A grande desvantagem da administração centralizada é a falta de
agilidade em processos decisórios, que acarreta procedimentos
morosos e diminuição da competitividade.
Já a d e s c e n t r a l i z a ç ã o pressiona os
níveis hierárquicos mais baixos a tomarem
decisões.
Quanto mais as deci sões estão d i spersas
nos níveis hierárquicos, mais a empresa
possui característica da
d e s c e n t r a l i z a ç ã o .
A descentralização apresenta características notáveis:
As decisões antes tomadas somente pela cúpula, agora
envolvem os níveis abaixo a ela, que estão mais próximos da
cena e realidade, de modo que os tomadores de decisão
possuem mais informações.
Esse processo de importância e ajuda dos níveis mais
abaixo, gera uma motivação e preocupação moral com a
organização.
A C e n t r a l i z a ç ã o ou Descent ra l i zação
possui ainda três sentidos diferentes.
“A centralização ou descentralização podem ser
de caráter geográfico, funcional e decisório. E esses
três sentidos são plenamente independentes”.
(BRESSER-PEREIRA, pg.75)
A d e l e g a ç ã o é realizada através da
descentralização que pode ser definida como
a transferência de determinado nível de
autoridade de um chefe para seu subordinado,
criando a correspondente responsabilidade
pela execução da tarefa delegada.
A autoridade deve ser d e l e g a d a até o
ponto e na medida necessária para a
realização dos resultados esperados.
V I S Ã O
S I S T Ê M I C A D A 
T O M A D A D E D E C I S Ã O
M Ó D U L O 7
A organização como um s i s t e m a
a b e r t o que está sempre em constante
mudança, se vê constantemente na
necessidade de tomar decisões para manter
este status quo.
A tomada de decisão a partir de um sistema
pode ser observado a partir da figura a seguir,
identificando as variáveis mais importantes
que interferem neste processo.
(Modelo
Racional)
I n f l u ê n c i a s
Influências
O Q u e é U m S i s t e m a O r g a n i z a c i o n a l ?
S I S T E M A S O R G A N I Z A C I O N A I S
A B E R T O S E F E C H A D O S
O S I S T E M A A B E R T O trata a organização
como uma entidade em relacionamento dinâmico
com seu ambiente externo, isto é, sujeita as
mudanças a cada instante.
Pode-se concluir que, na decisão as mudanças
devem ser plenamente consideradas.
S I S T EMAS F E CHADOS são aqueles sem
intercâmbio com o ambiente externo. Neste caso,
quando ocorre as decisões ficam largamente
prejudicadas por não contarem com informações
externas.
CARACTERÍST ICAS DAS ORGANIZAÇÕES COMO 
S I S T E M A S A B E R T O S
A m b i e n t e :
é tudo o que existe ao redor de um sistema ou organização.
C o m p o r t a m e n t o p r o b a b i l í s t i c o :
as organizações por serem sistemas abertos afetados por
mudanças, possuem comportamentos “prováveis” e não
determinados.
CARACTERÍST ICAS DAS ORGANIZAÇÕES COMO 
S I S T E M A S A B E R T O S
M o r f o g ê n e s e :
capacidade de modificar a si própria e a sua estrutura básica.
R e s i l i ê n c i a :
capacidade de enfrentar e superar perturbações existentes 
provocadas por agentes ou forças do ambiente externo.
Pode-se afirmar que uma das mais importantes decisões
organizacionais é de transformar os dois sistemas em um só,
denominado de S I S T E M A S Ó C I O T É C N I C O .
Estrutura organizacional é o s i s t e m a f o r m a l
d e t a r e f a s e r e l a c i o n a m e n t o s d e
a u t o r i d a d e que controla como as pessoas
coordenam suas ações e usam os recursos para
atingir os objetivos organizacionais; controla
também a coordenação e as formas de
motivação.
A T O M A D A D E D E C I S Õ E S N O S
S I S T E M A S A B E R T O S
A M B I E N T E I N T E R N O
A M B I E N T E E X T E R N O
P R E S S Õ E S - M U D A N Ç A S
Decisões –Respostas as Pressões
E T A P A S D O 
P R O C E S S O 
D E C I S Ó R I O
M Ó D U L O 8
Qual é a essência do problema ou oportunidade;
Veja a situação de uma forma global e não 
apenas uma parte dela.
Busque dados, fatos e informações;
Busque informações internas e externas;
Envolva o cliente e o usuário.
Desenvolva várias alternativas de solução;
Avalie a relação de custo/benefício de cada 
alternativa.
Gerar 
Soluções
Alternativas
1
2
3
Avalie as alternativas identificadas. Ex: custo, tempo 
e eficácia (melhores resultados);
Escolha a alternativa mais indicada.
Implemente a solução escolhida;
Pense sempre no global (resultado a curto e longo 
prazo);
Seja prático e racional.
Monitore o andamento das coisas;
Verifique se o problema foi resolvido como esperado;
Avalie resultados e consequências
Escolher
a Melhor 
Alternativa
Transformar 
Solução 
em Ação
Avaliar os
Resultados
6
5
4
Sugestão de Ferramentas
A tomada de decisão consiste na e s c o l h a de uma ou
mais opções dentre diversas al ternat ivas existentes,
seguindo p a s s o s p r e v i a m e n t e e s t a b e l e c i d o s
a fim de culminar em uma s o l u ç ã o que resolva ou não
o problema.
A n á l i s e
S o l u ç ã o m a i s a d e q u a d a 
M o d e l o R a c i o n a l
O b j e t i v o s
Um processo de tomada de decisão
pode ser simples ou complexo — isso
vai depender do grau de importância
do problema, do objetivo a ser
alcançado e dos resultados obtidos.
G R A U D E I M P O R T Â N C I A
• altamente importante, 
• importante, 
• medianamente importante, 
• pouco importante.
A T O G E R E N C I A L
F A T O G E R E N C I A L
A tomada de decisão pode gerar um ATO GERENCIAL
ou um FATO GERENCIAL. 
São decisões que NÃO 
AFETAM significativamente as 
pessoas, os processos e a 
estrutura organizacional
São decisões que AFETAM 
significativamente as pessoas, os 
processos e a estrutura 
organizacional.
Interfere positivamente ou 
negativamente no fluxo de rotinas.
A diferença entre 
decisões simples e 
complexas 
A l g u m a s decisões exigem análises
detalhadas. Se a decisão é importante é um
fato gerencial e deve

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.