624  anexos aulas 41695 2014 03 11 CURSO BASICO PARA CONCURSOS  Direito Administrativo 031114 CUR BAS CONCURSOS DIR ADM AULA 02 QUESTOES
4 pág.

624 anexos aulas 41695 2014 03 11 CURSO BASICO PARA CONCURSOS Direito Administrativo 031114 CUR BAS CONCURSOS DIR ADM AULA 02 QUESTOES

Disciplina:Concursos107.036 materiais76.961 seguidores
Pré-visualização4 páginas
www.cers.com.br
CURSO BÁSICO PARA CONCURSOS 2014
Direito Administrativo
João Paulo
1
DESCONCENTRAÇÃO.
1 - (CESPE - 2012 - TJ-RR - Técnico
Judiciário) A administração direta
compreende os órgãos e as pessoas
jurídicas de direito público que prestam
serviços típicos do Estado; no âmbito
federal, integram a administração direta os
ministérios e as autarquias.
2 - (CESPE - 2012 - TJ-RR - Técnico
Judiciário) Tanto a criação quanto a
extinção de órgãos públicos depende da
edição de lei específica; contudo, a
estruturação e o estabelecimento das
atribuições desses órgãos, desde que não
impliquem aumento de despesa, podem ser
processados por decreto do chefe do Poder
Executivo.
3 - (CESPE - 2013 - PRF - Policial Rodoviário
Federal) Por ser órgão do Ministério da
Justiça, a PRF é órgão do Poder Executivo,
integrante da administração direta.
4 - (CESPE - 2013 - M POG - Todos os
Cargos - Conhecimentos Básicos) Em regra,
o órgão não tem capacidade processual, ou
seja, não pode figurar em quaisquer dos
polos de uma relação processual.
5 - (CESPE - 2012 - IBAMA - Técnico
Administ rativo) A organização das
competências da União em ministérios é
exemplo de desconcentração material.
6 - (FCC - 2012 - TST - Técnico Judiciário -
Área Administrativa) Compõe a
Administ ração pública direta da União
a) o Departamento de Polícia Federal.
b) o Banco Central do Brasil.
c) a Agência Nacional de Aviação Civil.
d) a Caixa Econômica Federal.
e) a Empresa Brasileira de Correios e
Telégrafos.
7 - (FCC - 2008 - TRF - REGIÃO -
Técnico Judiciário - Área Administrativa)
Em conformidade com a doutrina
dominante e quanto à posição que
ocupam na estrutura estatal, os órgãos
públicos classificam-se em
a) singulares, colegiados superiores e
inferiores.
b) autônomos, superiores, inferiores e
compostos.
c) compostos, independentes, subalternos e
singulares.
d) compostos, colegiados, autônomos e
superiores.
e) independentes, autônomos, superiores e
subalternos.
DESCENTRALIZAÇÃO
8 - (FCC - 2012 - TR T - Região (PE) -
Técnico Judiciário - Área Administrativa)
Sobre a descentralização e a
desconcentração é correto afirmar que a
a) descentralização compreende a distribuição
de competências para outra pessoa jurídica,
enquanto a desconcentração constitui
distribuição de competências dentro da mesma
pessoa jurídica.
b) desconcentração compreende a distribuição
de competências para outra pessoa jurídica,
desde que de natureza jurídica de direito
público.
c) descentralização constitui distribuição de
competências dentro da mesma pessoa
jurídica, admitindo, excepcionalmente, a
delegação de serviço público a terceiros.
d) descentralização compreende a distribuição
de competências para outra pessoa jurídica,
vedada a delegação de serviço público à
pessoa jurídica de direito privado.
e) desconcentração constitui a delegação de
serviço público à pessoa jurídica de direito
privado por meio de permissão ou concessão.
9 - (CESPE - 2012 - ANAC - Técnico
Administ rativo) A desconcentração
administrativa consiste na distribuição
interna de competências, no âmbito de uma
mesma pessoa jurídica; a descentralização
www.cers.com.br
CURSO BÁSICO PARA CONCURSOS 2014
Direito Administrativo
João Paulo
2
administrativa pressupõe a distribuição de
competência para outra pessoa, física ou
jurídica.
10 - (CESPE - 2013 - TCE-RO - Contador) O
Estado é um ente personalizado,
apresentando-se não apenas exteriormente,
nas rel ações internacionais, mas também
internamente, como pessoa jurídica de
direito público capaz de adquirir direitos e
contrair obrigações na ordem jurídica.
11 - (CESPE - 2013 - MS - Administrador)
Considere que um órgão público contrate
pessoa jurídica de direito privado para
executar determinado serviço público.
Considere, ainda, que esse órgão conserve
a titularidade da prestação desse serviço.
Nessa situação, ocorreu a descentralização
por serviços.
12 - (CESPE - 2013 - ANS - Técnico
Administ rativo) A criação de autarquia
ocorre pela publicação de lei específica e
posterior registro dos estatutos em cartório
competente.
13 - (CESPE - 2013 - ANS - Técnico
Administ rativo) Os bens de uma autarquia
não podem ser penhorados como garantia
dos credores nem podem ser adquiridos
por terceiros por meio de usucapião.
14 - (FCC - 2009 - MPE-AP - Técnico
Administ rativo) É característica das
fundações públicas de direito público,
dentre outras:
a) Penhorabilidade dos seus bens.
b) Necessidade de inscrição dos seus atos
constitutivos no Registro Civil de Pessoas
Jurídicas.
c) Presunção de veracidade e executoriedade
dos seus atos administrativos.
d) Não sujeição à Lei de Licitações (Lei
8.666/93).
e) Extinção independente de lei.
15 - (FCC - 2013 - TRT - REGIÃO (RJ) -
Técnico Judiciário - Área Administrativa) A
respeito das entidades integrantes da
Administ ração indireta, é correto afirmar
que:
a) se submetem, todas, ao regime jurídico de
direito público, com observância aos princípios
constitucionais e às demais regras aplicáveis à
Administração pública.
b) as empresas públicas e sociedades de
economia mista que explorem atividade
econômica submetem- se ao regime tributário
próprio das empresas privadas.
c) as autarquias regem-se pelo princípio da
especialização e submetem-se ao r egime
jurídico de direito público, gozando de
capacidade política.
d) apenas as empresas públicas podem
explorar atividade econômica e sempre em
caráter supletivo à iniciativa privada,
submetidas ao regime próprio das empresas
privadas, salvo em matéria tributária.
e) apenas as sociedades de economia mista
sujeitam- se ao regime de direito privado,
podendo orientar suas atividades para a
obtenção de lucro.
16 - (FCC - 2012 - TRF - 2ª REGI ÃO - Técnico
Judiciário - Área Administrativa) A
administração indireta compreende, além de
outras entidades, as empresas públicas e
sociedades de economia mi sta, as quais
têm personalidade jurídica de direito
a) público e privado, r espectivamente, criadas
por lei de iniciativa do Poder Executivo.
b) privado, instituídas mediante autorização de
lei específica.
c) público e independem de lei complementar
para suas instituições.
d) privado e público, respectivamente, sendo
instituídas mediante lei específica.
e) público, criadas por ato específico e privativo
do chefe do Poder Executivo.
17 - ( FCC - 2012 - TCE-AP - Técnico de
Controle Externo) O Estado pretende criar
entidade dotada de autonomia, integrante
da Administração indireta, para exercer
atividade de natureza econômica, com a
www.cers.com.br
CURSO BÁSICO PARA CONCURSOS 2014
Direito Administrativo
João Paulo
3
participação de entidade privada na
constituição do correspondente capital
social. Atende a tal objetivo
a) uma Empresa pública.
b) uma Sociedade de economia mista.
c) uma Parceria Público-Privada.
d) um Consórcio público.
e) uma Organização Social - OS.