AULA 01 BASES DIAGNOSTICAS introdução hemograma 1 (1)
2 pág.

AULA 01 BASES DIAGNOSTICAS introdução hemograma 1 (1)

Disciplina:Políticas Públicas e Legislação em Saúde12 materiais123 seguidores
Pré-visualização2 páginas
11/02/2019

1

INTERPRETAÇÃO DE
EXAMES LABORATORIAIS

Prof. Me. Felipe Lukacievivz Barbosa
(felipelukabarbosa@gmail.com)

Faculdade Paranaense
Curitiba

Bases Diagnósticas
Enfermagem

11/02/2019

2

- Medições simples para determinar a quantidade de

determinadas substâncias em amostras específicas (sangue,

urina, fezes...)

- Servem para detectar e quantificar risco de doenças

- Estabelecer ou excluir diagnósticos

- Avaliam a gravidade e formulam prognóstico

- Guiam as Intervenções

- Monitoram o progresso dos distúrbios e a eficácia do tratamento

\u2022 Aplicabilidade

Interpretação de exames laboratoriais

Para que o laboratório clínico possa oferecer

respostas adequadas, é indispensável que o preparo

do paciente e a coleta do material a ser examinado

sejam realizados obedecendo-se determinadas

regras, sem as quais toda a rotina laboratorial pode

ser seriamente prejudicada ou mesmo inviabilizada

(MACHADO e ANDRIOLO, 2002).

Interpretação de exames laboratoriais

11/02/2019

3

Cuidados com a coleta

\ufffd Preparo, conforto e privacidade do paciente
\ufffd Punção venosa
\ufffd Punção arterial
\ufffd Coleta de urina:
\ufffd Auto-coleta, sonda intermitente, sonda de demora
\ufffd Coleta de fezes
\ufffd Checar finalidade do exame
\ufffd Outros:
\ufffd Swab nasal, de feridas, escarro...

\u2022 Técnica da coleta do material

\u2022 Atividade física

\u2022 Período de jejum

\u2022 Dieta

\u2022 Administração de drogas

Fatores que interferem nos resultados

11/02/2019

4

Principais exames

Hematologia

\u2013 Hemograma

\u2013 Leucograma

\u2013 Plaquetas

Bioquímica - Sangue

\u2022 Glicose

\u2022 Lipidograma

\u2022 Provas da função hepática

\u2022 Provas da função renal

\u2022 Eletrólitos

\u2022 Metabolismo

Principais exames

11/02/2019

5

Urinálise

\u2022 Exame físico
\u2022 Exame microscópico

Exame parasitológico de fezes

Principais exames

Hemograma

Prof. Me. Felipe Lukacievivz Barbosa
(felipelukabarbosa@gmail.com)

Faculdade Paranaense
Curitiba

Bases Diagnósticas
Enfermagem

11/02/2019

6

Sangue - Características gerais

\u2022 Líquido viscoso contido num compartimento
fechado;

\u2022 Representa aproximadamente 7% do peso de
uma pessoa normal;

\u2022 É formado pelo plasma e pelos glóbulos
sanguíneos;

SANGUE \u2013 FUNÇÕES GERAIS

- Nutrientes e gases

- Produtos do metabolismo

- Metabólitos

- Hormônios e outras moléculas
sinalizadoras

- Eletrólitos (sais)

\ufffd TRANSPORTE

11/02/2019

7

Composição do sangue
\u2022 Constituído por plasma e elementos figurados

\u2022 Elementos figurados: eritrócitos, leucócitos e plaquetas
suspensos em um componente líquido - o plasma

Composição do sangue - Plasma

\ufffd Composição do plasma sanguíneo:

\ufffd Água

\ufffd Íons Lipídios Albuminas
Proteínas Globulinas

\ufffd Moléculas Orgânicas Glicose Fibrinogênio
Aminoácidos

\ufffd Gases CO\u2082
O\u2082

11/02/2019

8

Composição do sangue \u2013 Elementos figurados

Eritrócitos
(células vermelhas ou hemácias)

Leucócitos
(células brancas )

Plaquetas

\ufffdFUNÇÃO: Transporte de O2 e CO2 (HEMOGLOBINA)

ERITRÓCITOS

Oxi-hemoglobina
Carboxi-hemogloina

11/02/2019

9

Célula
progenitora

Célula
precursora

Célula
madura

PROERITROBLASTO

ERITROBLASTO BASÓFILO

ERITROBLASTO POLICROMATÓFILO

ERITROBLASTO ORTOCROMATÓFILO

RETICULÓCITO

HEMÁCEA

Eritropoiese

Leucopoiese

11/02/2019

10

\ufffd Avalia quali e quantitativamente (lâmina corada) os
elementos do sangue

Componentes:

\u2022 Série vermelha
\u2022 Série branca
\u2022 Plaquetas

Hemograma

Máquina para leitura do hemograma

Lâmina para fazer o esfregaço

11/02/2019

11

Hemograma

\ufffd Hemoglobina (Hb)

\u2022 Principal componente das hemácias. Transporta oxigênio

para as células

\u2022 Para cada hemácia existem 250 milhões de hemoglobinas

\u2022 Diagnostica anemias, hemorragias e policitemias

\u2022 Referência: homens: 17 a 17,4 g/dL

mulheres: 12 a 15 g/dL

Hemograma

\ufffd Hematócrito (Ht)

\u2022 Indica a proporção de sangue que é ocupada pelas

hemácias em uma amostra de sangue

\u2022 Quando aumentado indica policitemia ou desidratação

\u2022 Quando diminuído indica anemia ou hemorragia

\u2022 Referência: homens: 42 a 52%

mulheres: 36 a 48%

11/02/2019

12

Hemograma

\ufffd Hematócrito (Ht)

Normal

47% \u2642 40% \u2640

±6

Plasma

Eritrócitos

Anemia

H \u2039 41% \u2642

H \u2039 34 % \u2640

Retenção de
líquidos

Desidratação
Policitemia

Hemograma
\ufffd Eritrograma

- Volume de hemácias no sangue

- Simples contagem ou análise (tamanho, cor...)

# Hipocromia

- Quando aumentado indica policiterma

- Quando diminuído indica anemia, sobrecarga líquida ou hemorragia

- Referência:

* Homens: 4,5 a 5,5 milhões/uL

* Mulheres: 4 a 5 milhões/uL

11/02/2019

13

\u2022 Reflete dois fenômenos importantes da produção de eritrócitos:

\u2022 Síntese de Hb

\u2022 Divisões celulares para formação dos eritrócitos

\u2022 Anemia Microcítica
\u2022 Maior nº divisões celulares
\u2022 VGM diminuído

\u2022 Anemia Macrocítica
\u2022 Menor nº divisões celulares
\u2022 VGM aumentado

\u2022 Normal
\u2022 (normocíticos)

Hemograma
\ufffd Volume Corpuscular Médio (VGM ou VCM)

Hemograma

\ufffd Velocidade de hemossedimentação (VHS)

- Resultado entre as forças envolvidas no movimento de sedimentação das
hemácias

- Nos processos inflamatórios ocorre uma maior agregação das hemácias,
favorecendo sua velocidade de sedimentação

Referência:

Homens: 0 a 10 mm/ hora
Mulheres: 0 a 20 mm/ hora

11/02/2019

14

Hemograma

\ufffd Contagem de leucócitos (leucograma)

- Fornece Informações específicas sobre qual tipo de
leucócito está afetado

- Diagnostica infecções, reações alérgicas, parasitoses,
leucemias, entre outras \u2014 leucocitose/ leucopenia

Hemograma
\ufffd Contagem de leucócitos (leucograma)

São divididos em 5 tipos:

- Eosinófilos: 1 a 4% (alergias, parasitoses, infecções pele...)

- Linfócitos: 25% a 40% (hepatite, tuberculose, caxumba...)

- Monócitos: 2 a 8% (carcinomas, leucemias, lúpus...)

- Neutrófilos: 54% a 75% (inflamação, necroses...)

\u2022 Bastonetes (positivo \u2014 infecção bacteriana)

- Basófilos: 0 a 1% (colite ulcerativa, estresse...)

11/02/2019

15

Hemograma
\ufffd Contagem plaquetas

- Ativação da coagulação plasmática

- Plaquetopenia / plaquetocitose

Referência:

- 140.000 a 400.000/uL

- Abaixo de 50.000 pode haver sangramento espontâneo

- Abaixo de 5.000 hemorragia grave e distúrbios neurológicos e

gastrointestinais

- Quando elevadas é sinal de policitemia

11/02/2019

16

GLICEMIA DE JEJUM

\u2022 Após 8 horas de jejum;

\u2022 Glicemia plasmática (mg/dl)

Normal até 99mg/dl

Pré-diabetes 100 a 125mg/dl

Diabetes 126mg/dl e acima, deve ser confirmado com novo
teste em outro dia.

\u2022 A amostra usada para o exame é o soro (fluoreto de sódio)

Principais exames

Glicemia \ufffd verificar se o paciente é diabético

Bioquímica - Sangue

11/02/2019

17

TESTE DE TOLERÂNCIA À GLICOSE

\u2022 Teste controle;

\u2022 Concentração da glicemia 2h após ingestão de 75g de
glicose em solução aquosa a 25%;

\u2022 Concentração da glicose tende a retornar ao normal após
2h;

\u2022 Valor desejado para glicemia capilar até 180 mg/dl.

Principais exames

Glicemia \ufffd verificar se o paciente é diabético

Bioquímica - Sangue

TESTE ORAL DE TOLERÂNCIA À GLICOSE (TOTG)

\u2022 Teste diagnóstico para diabetes;

\u2022 Medidas seriadas de glicose nos tempos 0 (jejum), 30, 60,
90, 120 min após ingestão de 75 g glicose anidra em 300
ml de água;

\u2022 Teste realizado pela manhã, jejum de 8-10h;
\u2022 O fundamento do teste é dosar a glicose nestes intervalos

e avaliar se a glicose está a ser metabolizada pela
insulina

Principais exames

Glicemia \ufffd verificar se o paciente é diabético

11/02/2019

18