1.420 Questões da Lei nº 8.112.90
109 pág.

1.420 Questões da Lei nº 8.112.90


DisciplinaQuestões898 materiais12.289 seguidores
Pré-visualização50 páginas
1.426 questões de concursos cujas respostas podem ser encontradas no livro 
\u201cLei n° 8.112/90 em Mapas Mentais\u201d (Elyesley Silva do Nascimento) 
 
CESPE 
 
1. (CESPE Analista Judiciário \u2013 Área Judiciária TRE/MT 
2010 - adaptada) Não podem ser considerados agentes 
públicos os detentores de mandatos eletivos, pois, além de 
serem investidos nos cargos mediante eleição, e não por 
nomeação, eles desempenham funções por prazo determinado. 
 
2. (CESPE Analista Judiciário \u2013 Área Judiciária TRE/MT 
2010 - adaptada) Os particulares em colaboração com o poder 
público são considerados agentes públicos, mesmo que 
prestem serviços ao Estado sem vínculo empregatício e sem 
remuneração. 
 
3. (CESPE Analista Técnico-administrativo MS 2010) O 
cargo de deputado federal pode ser exercido por brasileiro 
naturalizado. 
 
4. (CESPE Analista Judiciário \u2013 Taquigrafia TRE/BA 2010 
adaptada) Entre as diversas espécies de agentes públicos, os 
servidores vinculados às empresas públicas e às sociedades de 
economia mista são classificados como particulares em 
colaboração com o Estado. 
 
5. (CESPE Agente Penitenciário SEJUS/ES 2007) O 
governador e os deputados estaduais do Espírito Santo são 
agentes públicos. 
 
6. (CESPE Delegado de Polícia Civil do TO 2007) Todos 
aqueles que exercem função pública, independentemente de 
sua natureza, ainda que por período determinado, são 
considerados agentes públicos. 
 
7. (CESPE Técnico Judiciário TRE/PR 2009) É considerado 
um agente político o cidadão que tenha sido nomeado, por 
concurso público, para ocupar o cargo de analista judiciário do 
TRE/PR. 
 
8. (CESPE Agente Administrativo MMA 2009) Na CF 
vigente, servidor público é o gênero, sendo espécies os civis e 
os militares. 
 
9. (CESPE Técnico Administrativo ANAC 2009) Não são 
considerados servidores públicos aqueles que ocupam 
empregos nas empresas públicas e nas sociedades de 
economia mista. 
 
10. (CESPE Analista Administrativo ANAC 2009) 
Diferentemente dos servidores estatutários e dos empregados 
públicos, os servidores temporários não são considerados 
servidores públicos. 
 
11. (CESPE Delegado de Polícia Civil TO 2007) Os agentes 
políticos constituem categoria especial, pois gozam de 
prerrogativas diferenciadas e têm grandes responsabilidades 
com a sociedade, como é o caso dos prefeitos. 
 
12. (CESPE Técnico em Procuradoria PGE/PA 2007) Os 
particulares que eventualmente colaboram com o poder 
público, como os mesários e os jurados, não são considerados 
agentes públicos. 
 
13. (CESPE Exame de Ordem OAB 2007.1 - adaptada) Os 
particulares em colaboração com o poder público são 
considerados servidores públicos. 
 
14. (CESPE Analista ANATEL 2006) Os dirigentes de 
concessionárias de serviço público são considerados agentes 
públicos. 
 
15. (CESPE Analista Especialista em Direito INCA 2010) O 
recrutamento do pessoal a ser contratado temporariamente 
para atender a necessidade temporária de excepcional 
interesse público será feito mediante concurso público. Nos 
casos de contratação para atender às necessidades 
decorrentes de calamidade pública ou de emergência 
ambiental, será dispensado o processo seletivo. 
 
16. (CESPE Analista Judiciário \u2013 Área Judiciária TRE/MT 
2010 - adaptada) Os servidores contratados por tempo 
determinado para atender a necessidade temporária de 
excepcional interesse público, precisamente por exercerem 
atividades temporárias, estarão vinculados a emprego público, 
e não a cargo público. 
 
17. (CESPE Analista Judiciário \u2013 Área Judiciária TRE/MT 
2010 - adaptada) Os servidores das fundações públicas, 
empresas públicas e sociedades de economia mista são 
contratados sob o regime da legislação trabalhista e ocupam 
emprego público. 
 
18. (CESPE Analista Judiciário \u2013 Taquigrafia TRE/BA 2010 - 
adaptada) Segundo a CF, a administração pública pode 
promover contratação de servidores públicos por tempo 
determinado, sem realização de concurso público, quando 
houver excepcional interesse público e para atender à 
necessidade temporária. 
 
19. (CESPE Analista Técnico-administrativo MS 2010) 
Observadas as garantias constitucionais, a elaboração de 
novos planos de carreira e a inovação no regime jurídico dos 
agentes administrativos estão sujeitas à valoração de 
conveniência e oportunidade da administração pública, não 
possuindo o servidor a ela estatutariamente vinculado qualquer 
sorte de direito adquirido a enquadramento diverso daquele 
determinado legalmente, segundo os critérios 
discricionariamente normatizados. 
 
20. (CESPE Técnico Judiciário TRE/MG 2009 - adaptada) A 
contratação por tempo determinado para atender à 
necessidade temporária de excepcional interesse público 
afronta o princípio constitucional do concurso público. 
 
21. (CESPE Delegado PC/PB 2008 - adaptada) Considere a 
seguinte situação hipotética. O prefeito de determinado 
município houve por bem promulgar lei de sua iniciativa que 
autoriza a contratação temporária, por meio de concurso 
público, de fiscais fazendários, diante da necessidade 
imperiosa e urgente do serviço de arrecadação e fiscalização 
tributária. Nessa situação, não há qualquer irregularidade, já 
que a própria CF autoriza essa forma de contratação 
temporária. 
 
22. (CESPE Defensor Público DPE/AL 2009) Os DPs e os 
servidores públicos organizados em carreira devem ser, 
obrigatoriamente, remunerados por subsídios. 
 
23. (CESPE Defensor Público de Alagoas 2009) A CF confere 
aos entes federativos a competência para adotar, quanto aos 
agentes públicos, regimes jurídicos diversificados, com a 
ressalva das carreiras por ela institucionalizadas. 
 
24. (CESPE Agente Administrativo do MMA 2009) O fim do 
regime jurídico único foi incluído na CF por meio de EC. 
 
25. (CESPE Analista Técnico Administrativo MI 2009) O 
primado constitucional da unicidade impõe-se aos servidores 
públicos da União, dos estados e dos municípios, sendo, 
atualmente, impraticável a coexistência de um regime de 
trabalho de base contratualista com outro de ordem estatutária 
em um mesmo ente federativo. 
 
26. (CESPE Agente Penitenciário SEJUS/ES 2009) O 
servidor temporário, contratado por tempo determinado para 
atender a necessidade temporária de excepcional interesse 
público, exerce função, sem estar vinculado a cargo ou 
emprego público, e se submete a regime jurídico especial a ser 
disciplinado em lei de cada unidade da Federação. 
1.426 questões de concursos cujas respostas podem ser encontradas no livro 
\u201cLei n° 8.112/90 em Mapas Mentais\u201d (Elyesley Silva do Nascimento) 
 
 
27. (CESPE Analista Administrativo ANAC 2009) Os 
empregados públicos, pelo fato de serem contratados sob o 
regime da Consolidação das Leis do Trabalho, não se 
submetem às normas constitucionais referentes a requisitos 
para a investidura, acumulação de cargos e vencimentos, entre 
outros previstos na Constituição Federal de 1988 (CF). 
 
28. (CESPE Auditor Federal de Controle Externo \u2013 
Especialidade Tecnologia da Informação TCU 2009) 
Atualmente, em razão de decisão do Supremo Tribunal 
Federal, a União, os estados, o Distrito Federal (DF) e os 
municípios devem instituir, no âmbito de suas competências, 
regime jurídico único e planos de carreira para os servidores 
da administração pública direta, das autarquias e das 
fundações públicas. 
 
29. (CESPE Agente Técnico MPE AM 2008) Em determinado 
município, foram realizadas contratações diretas de médicos, 
sob a alegação de necessidade do serviço. Decorrido um ano 
dessas contratações, o prefeito do referido município editou 
decreto que efetivou os médicos como servidores do município. 
Nessa situação, o prefeito agiu correta e legalmente, já que 
existia a necessidade do serviço. 
 
30. (CESPE Juiz Substituto TJTO 2007) Observados os 
parâmetros estabelecidos na lei de diretrizes