Livro Texto   Unidade III
6 pág.

Livro Texto Unidade III


Disciplina<strong>deiliane</strong>3 materiais
Pré-visualização6 páginas
70

Re
vi

sã
o:

 N
om

e
do

 re
vi

so
r -

 D
ia

gr
am

aç
ão

: N
om

e
do

 d
ia

gr
am

ad
or

 -
 d

at
a

Unidade III

Unidade III
5 MATERIAIS DE ACABAMENTO

É preciso conhecer os materiais de construção na sua totalidade para saber como utilizá-los na
decoração, já que é necessário projetar o ambiente conjuntamente com os elementos que o compõem,
principalmente, do ponto de vista funcional e estético.

Para alcançar um ambiente harmônico, atenção ao utilizar os materiais de revestimento de piso,
parede e teto, a fim de não haver grandes variações. O revestimento de piso não deve ultrapassar dois
materiais (por exemplo: cerâmica e madeira), uma vez que os móveis e os elementos de decoração sobre
as paredes acrescentarão novas cores e texturas. A escolha adequada do material valoriza o aspecto
decorativo sem prejudicar o estilo da decoração.

Os móveis juntamente com os materiais devem estar em harmonia, para aumentar o valor da
decoração e, ao mesmo tempo, suprir funcionalidade de acordo com cada ambiente. Há um grande
número de materiais disponíveis no mercado que aliam a funcionalidade à estética, permitindo estar
dentro do limite orçamentário do cliente.

O aço pode ser composto de uma chapa lisa, estampada ou perfurada, com motivos geométricos
ou irregulares. Sua aplicação pode ser na parede e no teto, possibilitando a utilização de grandes vãos a
fim de compor ambientes sofisticados. Harmoniza-se com materiais como o alumínio. A conservação é
simples, com pouco desgaste, e possui uma boa reflexão do som e da luz.

O alumínio natural ou anodizado também são chapas lisas ou estampadas, com perfis diversos nas cores
e muito luminosos. Pode revestir paredes e tetos, obtendo-se efeito de requinte, e também ser utilizado em
pequenos ambientes de forma mais simples. Deve ser combinado com madeira, tecido, vidro e couro para
haver contraste e a sua aplicação com metais em geral deve ser evitada, mesmo os inoxidáveis. Uma sugestão
é aplicá-lo em sala grande de cor escura. É de fácil conservação e apresenta bom reflexo de luz e som.

 Observação

Em relação à aplicação do aço ou do alumínio em ambientes menores,
a sugestão é optar por um elemento pequeno, mas com um design que
contribua para a decoração e a valorize.

A madeira possui uma grande variedade de tons, que oscilam entre claro e escuro, e veios. É indicada
a sua aplicação em locais frios, já que confere ao ambiente calor, aconchego e intimidade. Vale para
ambientes luxuosos e simples.

71

Re
vi

sã
o:

 N
om

e
do

 re
vi

so
r -

 D
ia

gr
am

aç
ão

: N
om

e
do

 d
ia

gr
am

ad
or

 -
 d

at
a

DESIGN DE INTERIORES (REPRESENTAÇÃO)

A madeira combina perfeitamente com outros materiais, como aço, pedra, cerâmica e mármore.
É muito resistente ao meio ambiente, mas sensível à umidade. É um bom isolante térmico e
acústico. Sua aplicação como assoalho (piso) é por encaixe, sendo fixada a uma estrutura instalada
no contrapiso (barrote), com acabamento que pode ser natural, envernizado, acetinado, fosco ou
brilhante. O parquete de taco adere diretamente à camada de cimento por meio de cola. Seu
desgate é regular e a conservação normal. Se a aplicação for na parede, o desgate será nulo, e sua
conservação, fácil.

O piso vinílico é um produto 100% de PVC, de fácil instalação, aplicado sobre um contrapiso nivelado.
A manutenção é simples e, por ser um piso não poroso, impede a presença de bactérias e fungos.
Resistente a agua e a cupim, não deforma nem empena; oferece um conforto térmico e visual.

O piso laminado é constituído de lâmina de aglomerado High Density Fiberboard (HDF) \u2013 painel
de fibra de alta densidade \u2013, com largura e comprimento variado e uma camada superior que exibe a
estampa decorativa (tipo da madeira, cor e veio) artificial e protegida pela resina de melamina. A fibra
de madeira pode ser de pínus ou eucalipto de reflorestamento. Oferece resistência, homogeneidade e
estabilidade dimensional.

Em relação à cerâmica, existe um revestimento de piso e parede para cada tipo de ambiente (interno
e externo). A característica de cada tipo de cerâmica determina suas propriedades de superfície e
resistência. O revestimento de superfície com brilho risca com facilidade, devendo-se evitá-lo em área
com muito tráfego e uso. Todo revestimento possui a informação da resistência à abrasão Porcelain
Enamel Institute (PEI) \u2013 Instituto de Esmalte Porcelânico \u2013, com uma classificação de 1 até 5. A
classificação 1 é baixa resistência, e a classificação 5 é alta resistência.

O porcelanato é um material uniforme, de alta resistência à abrasão física e química, baixa porosidade
e absorção de água menor ou igual a 0,5%. A grande variação de cor, textura e tamanho possibilita a sua
utilização em todos os ambientes (internos e externos) de uma residência.

O couro é um material natural, que predomina nas cores neutras (branca, preta e bege), além de
em algumas cores quentes e vivas. Sua aplicação em móveis e também em paredes cria ambientes
confortáveis, sofisticados ou rústicos. Deve-se evitar a sua combinação com materiais como plástico, e
pode ser utilizado com outros tipos de tecido, madeira e aço. Sua conservação requer cuidados.

A pedra é muito utilizada na decoração de ambientes. Existe numa grande variedade de cores e
texturas. Seu aspecto é mais ou menos compacto, com superfície lisa e porosa. Apresenta-se em blocos
para a construção e em placas para o revestimento. É indicada para espaços amplos. Não se harmoniza
com papel de parede, tecido e pintura com textura. É muito resistente às intempéries climáticas.

O mármore tem um aspecto mais fino e liso, segundo o grau de polimento. Suas cores são variadas
(verde, azul, branco, preto, vermelho, cinza, amarelo, ocre, bege) e possui tonalidades e nervuras diversas
e exclusivas. O mármore produz ambientes com sensação de luxo. Esse material no piso é ligeiramente
escorregadio devido a seu polimento e à aplicação de verniz ou resina.

72

Re
vi

sã
o:

 N
om

e
do

 re
vi

so
r -

 D
ia

gr
am

aç
ão

: N
om

e
do

 d
ia

gr
am

ad
or

 -
 d

at
a

Unidade III

O carpete é um revestimento têxtil que cobre total ou parcialmente o contrapiso de um
ambiente. O carpete mecânico é confeccionado industrialmente sobre uma tela de polipropileno,
de cor clara ou escura, antialérgica, antiestática, antichamas e de alta resistência. São deteminados
o tamanho, a tonalidade e o desenho. O fio pode ser enrolado ou cortado, com uma única cor
ou cores diversas, dependendo do desenho. Há vários tipos de carpete. Os mais comuns são de
chenille e tufados.

No ambiente construído, os materiais dominantes estão na área de piso, parede e teto. Esses materiais
indicam o estilo da construção e, consequentemente, o estilo da decoração.

 Observação

Sob o aspecto decorativo, os materiais podem ser principais ou
secundários. Os principais são os tipos de ornamentação, como piso, gesso
e luminária; os secundários são os de impermeabilização, isolamento
acústico e térmico etc.

5.1 Piso

Atualmente, existem vários materiais para revestimento de piso que alinham beleza e funcionalidade,
dentro dos limites de cada ambiente ou zona de uma edificação, seja na área interna, seja na área
externa. A escolha do material deve considerar características funcionais, como resistência, durabilidade
e manutenção, e caracteríticas estéticas, como cor, textura, tamanho e acabamento.

Para a escolha correta do piso de cada ambiente, inicialmente, é preciso saber qual é o clima em que
a edificação está inserida, o estilo da construção e, depois, a especificação da edificação.

Uma residência é classificada por zonas, de acordo com as especificações a seguir:

\u2022 Área interna:

\u2014 zona