Manual Paciente (1)
82 pág.

Manual Paciente (1)


DisciplinaEnfermagem27.928 materiais226.980 seguidores
Pré-visualização13 páginas
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
11
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
22
 
Não existe um código brasileiro de direitos do
paciente. Vários textos legais abordam o assunto, 
incluindo leis, jurisprudências, resoluções e declarações 
de princípios como a seguir: 
\u2022 Constituição Federal do Brasil
\u2022 Código Civil Brasileiro
\u2022 Código Penal Brasileiro
\u2022 Código de Defesa do Consumidor
\u2022 Estatuto da Criança e do Adolescente
\u2022 Lei dos Planos de Saúde e Normas da ANSS
\u2022 Código de Ética Médica
\u2022 Resoluções do Conselho Federal de Medicina
\u2022 Resoluções dos Conselhos Regionais de Medicina
\u2022 Declarações Internacionais de Princípios
\u2022 Normas de Pesquisa em Seres Humanos
\u2022 Normas do Ministério da Saúde
\u2022 Legislação esparsa
\u2022 Jurisprudência
É da maior importância a conscientização que este manual vai 
proporcionar à nossa sociedade. Pacientes esclarecidos sobre seus 
direitos e deveres tornam-se cidadãos, respeitando e sendo 
respeitados pelo profissional de saúde. Tornam-se também aliados 
importantes para uma melhor compreensão do processo saúde-doença, 
contribuindo assim para um desenlace mais favorável de seu 
tratamento.
Esperamos que, a partir daí, cada indivíduo possa mais 
facilmente exercer os seus direitos, pois a isso chamamos democracia. 
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
33
AGRADECIMENTOS
O Instituto EnzoAssugeni, agradece a todos os 
profissionais que, junto conosco, trabalharam na confecção 
deste Manual.
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
44
\u201cA criação do Manual do Paciente, desenvolvida em 
parceria com Juristas, Médicos, Secretarias de Saúde e 
Especialistas em Direito do Consumidor, traz uma nova 
possibilidade de conhecimento a uma população tão 
carente de informações.\u201d
Rafael Assugeni
Presidente do Instituto EnzoAssugeni
Quando o paciente adquirir o conhecimento sobre seus 
direitos, deixando-o apto a questionar, mais justo será o 
Sistema Nacional de Saúde. \u201cFaço minhas as palavras de 
Francis Bacon: Conhecimento é Poder \u201c
Roberto B. Parentoni
Diretor Jurídico do Instituto EnzoAssugeni
\u201cO objetivo desta obra visa acima de tudo, que os 
pacientes tenham seus direitos preservados e que sejam 
quebrados paradigmas de que atendimentos médicos não 
podem ser questionados.\u201d
Raimundo Abreu
Diretor Médico do Instituto EnzoAssugeni
\u201cA saúde é um direito garantido pela Constituição Federal 
ao cidadão, e foi pensando na preservação desse direito 
que apoiamos O Instituto EnzoAssugeni na elaboração 
do Manual do Paciente\u201d
Célia Destri
Diretora Técnica do Instituto EnzoAssugeni
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
55
SUMÁRIO
Capítulo I: Cartilha da AVERMES..................................... Pág. 6
Capítulo II: Direitos do Paciente..................................... Pág. 9
Capítulo III: Relação Médico-Paciente............................. Pág. 17
Capítulo IV: Código de Ética Médica................................ Pág. 24
Capítulo V: Erro Médico! O que fazer............................... Pág. 50
Capítulo VI: Dicas ao Paciente........................................ Pág. 55
Capítulo VII: Declaração Universal dos Direitos Humanos... Pág. 64
Capítulo VIII: Hospitais! O que pode e o que não pode...... Pág. 66
Capítulo IX: Seus direitos frente ao Plano de Saúde .......... Pág. 70
Capítulo X: Assistência Judiciária Gratuita........................ Pág. 73
Capítulo XI: Modelos de Documentos e Solicitações........... Pág. 76
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
66
CAPÍTULO I
CARTILHA DA AVERMES
VISITA HOSPITALAR
O paciente poderá receber a visita de 
filhos, ou qualquer parente, fora do 
horário normal de visitas. A mãe tem 
direito de permanecer junto a seu filho 
durante todo o período de internação.
LAUDO MÉDICO
O paciente deverá exigir o laudo 
médico, para fins de continuidade do 
tratamento ou de alta médica.
CONSULTA
 O paciente tem o direito de exigir a 
presença de um acompanhante durante a 
consulta médica.
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
77
ATENDIMENTO GRATUITO
O paciente tem direito a atendimento 
hospitalar gratuito, nos hospitais 
públicos. O atendimento gratuito é 
obrigatório, pois é feito com o pagamento 
de impostos de todos nós.
 IDENTIFICAÇÃO
O paciente tem o direito de saber qual o 
médico que o está atendendo, bem como a 
sua especialização.
SIGILO MÉDICO
O paciente deverá contar com o sigilo 
médico.
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
88
ACESSO
O paciente tem direito ao acesso A: 
- seu prontuário
- ficha clínica
- resultado de exames laboratoriais
CLAREZA
O paciente terá que dispor de informações 
claras sobre o diagnóstico médico, 
tratamento e prognóstico. Exigir a receita 
médica com letra legível.
PASTA
- O paciente deve criar sua própria pasta 
(Carteira de saúde)
- Ouvir outra opinião médica
- Recorrer ao CRM (Conselho Regional de 
Medicina) do seu Estado; ou, ao CFM (Conselho 
Federal de Medicina), quando se sentir lesado.
- Tirar cópia de todo o seu material médico.
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
99
CAPÍTULO II
DIREITOS DO PACIENTE
Portaria do Ministério da Saúde nº1286 de 26/10/93 
Art.8º e nº74 de 04/05/94
1. O paciente tem direito a atendimento humano, atencioso e 
respeitoso, por parte de todos os profissionais de saúde. Tem 
direito a um local digno e adequado para seu atendimento.
2. O paciente tem direito a ser identificado pelo nome e 
sobrenome. Não deve ser chamado pelo nome da doença ou do 
agravo à saúde, ou ainda de forma genérica ou quaisquer 
outras formas impróprias, desrespeitosas ou preconceituosas.
3. O paciente tem direito a receber do funcionário adequado, 
presente no local, auxílio imediato e oportuno para a melhoria 
de seu conforto e bem-estar.
4. O paciente tem direito a identificar o profissional por crachá 
preenchido com o nome completo, função e cargo.
5. O paciente tem direito a consultas marcadas, 
antecipadamente, de forma que o tempo de espera não 
ultrapasse a trinta (30) minutos.
6. O paciente tem direito de exigir que todo o material utilizado 
seja rigorosamente esterilizado, ou descartável e manipulado 
segundo normas de higiene e prevenção.
MMAANNUUAALL DDOO PPAACCIIEENNTTEE ______________ __________ __ ..
© Copyright 2007, Instituto EnzoAssugeni
www.enzoassugeni.org
1100
7. O paciente tem direito de 
receber explicações claras sobre o exame a que vai ser 
submetido e para qual finalidade irá ser coletado o material 
para exame de laboratório.
8. O paciente tem direito a informações claras, simples e 
compreensivas, adaptadas à sua condição cultural, sobre as 
ações diagnósticas e terapêuticas, o que pode decorrer delas, a 
duração do tratamento, a localização, a localização de sua 
patologia, se existe necessidade de anestesia, qual o 
instrumental a ser utilizado e quais regiões do corpo serão 
afetadas pelos procedimentos.
9. O paciente tem direito a ser