A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
TRABALHO SEGURANÇA DO TRABALHO

Pré-visualização | Página 2 de 2

contras os raios 
UVA e UVB. Os filtros solares com menos de 15 (FPS) protegem mais o UVB 
do que o UVA, portanto, não são ideais para dias ensolarados; 
 
 Em termos de proteção solar na pele nada substitui o clássico 
protetor solar; 
O uso de protetor solar é indicado mesmo em dias nublados, já que os raios 
UVA podem ultrapassar a nuvem, o vidro do carro e até mesmo as camadas de 
poluição; 
 
RADIAÇÃO NO LASER 
O Laser é uma sigla em inglês significa Light Amplificationby Stimulated 
Emissionof Radiation, ou seja, Amplificação da Luz por Emissão Estimulada de 
Radiação. É formado por partículas de luz (fótons) concentrada para ser emitida em 
forma de feixe contínuo. 
O Laser é um dispositivo que produz radiação eletromagnética com 
características muito especiais: ela é monocromática (possui comprimento de onda 
muito bem definido), coerente (todas as ondas dos fótons que compõe o feixe estão 
em fase) e colimada (propaga-se como um feixe de ondas praticamente paralelas). 
 
 
Medidas preventivas 
Conforme o risco no processo de uso do laser, o uso de barreiras e/ou EPI 
(Equipamento de Proteção Individual) devem ser indicados. Tudo dependerá da 
análise do ambiente, bem como do layout do ambiente de trabalho. 
 
Radiação no processo de solda 
No processo de soldagem tipo MIG/MAG é emitida uma luz extremamente 
brilhante. Se olharmos diretamente para a luz (arco de solda) correremos o risco de 
sofrer queimaduras na córnea, da mesma forma que podemos sofre queimaduras ao 
olharmos diretamente para a luz do sol ou para luzes excessivamente brilhantes. 
Vale lembrar que mesmo que o soldador trabalhe um curso período com a 
solda já poderá sofre queimaduras nos olhos, bem como, qualquer pessoa que olhar 
diretamente para a solda. 
A solda utilizando gás inerte libera também radiação UV, por isso a proteção 
precisa ser levada a sério. 
O uso dos EPI e principalmente da máscara não serve para proteger o 
soldador somente contra respingo, más, também de queimaduras provenientes da 
radiação do arco UV. 
As soldas TIG e elétrica Também emitem radiação não ionizante. O uso de 
EPI além de fornecer proteção contra respingos (no caso da solda elétrica) protegem 
contra a radiação. 
É importante ressaltar que se o trabalhador e o SESMT sentir necessidade de 
proteção a proteção de pele com cremes com proteção UV devem ser fornecidos 
pelo empregador, sem ônus ao trabalhador como ocorre com os EPI. 
 
 
 
 
 
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL INDICADOS NOS 
PROCESSOS DE SOLDAGEM 
 
 Avental de raspa: Para proteger contra fagulhas e queimaduras. 
 
 Perneira: Para proteger contra fagulhas e queimaduras. 
 
 Mangote: Para proteger os braços contra fagulhas e 
queimaduras. 
 
 Luva de raspa: Para proteger as mãos contra fagulhas e 
queimaduras. 
 
 Camisa de manga longa: Apesar de não ser um EPI a camisa é 
muito importante no conjunto da segurança. Em caso de furo no mangote ou 
avental ela protege. 
 
 Máscara de solda: Para proteger o rosto e principalmente os 
olhos contra fagulhas e queimaduras. 
 
 Protetor auricular: Para proteger contra o ruído. Normalmente 
em oficinais o ruído é sempre intenso. É necessário analisar o ambiente para 
oferecer o protetor adequado. 
 
 
 Respirador PFF2 contra inalação de fumos metálicos. 
 
 Botas com solado isolante: Para proteger contra fagulhas, 
queimaduras, tropeços que resultariam em lesões e para minimizar o risco de 
choque elétrico. 
 
 
 
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL 
O uso de barreiras de proteção principalmente em um local onde trabalham 
mais de uma pessoa é fundamental. O risco de queimaduras nos olhos e no corpo 
não existe apenas para o soldador, más, para todos os que compartilham o mesmo 
local com ele. As fagulhas podem ser lançadas a uma distância considerável. O 
risco é real e a proteção também precisa ser. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Bibliografia 
 
http://www.fundacentro.gov.br/noticias/detalhe-da-noticia/2017/3/radiacoes-
ionizantes-e-seu-uso-e-riscos-no-contexto-da-nr-32 
 
https://www.saudeesegurancanotrabalho.org/radiacoes_nao_ionizantes/