A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
SALVADOR DALI Analise da obra

Pré-visualização | Página 2 de 2

(sim, sexo era um tema muito presente em seus 
quadros), onde uma figura igual aparece, desta vez com mais destaque. Olhe para o canto 
esquerdo e observe as formigas, símbolo de decomposição. Outro medo de Dalí, às vezes 
colocado como símbolo de putrefação. Freud está mais presente neste quadro que apenas uma 
forma de interpretar o inconsciente de Dalí. Para Freud os sonhos são imagens deformadas 
soltas, mas a mente se encarrega em ali nutrir um cenário para se assemelhar com a nossa 
realidade quando acordado. O cenário do nada com figuras espalhadas dão esta sensação. 
Dali pegou seus medos e traumas, os transformou em figuras com deformações e colocou num 
cenário comum a sua vida. Melhor interpretação da teoria de Freud para sonhos não há. 
O que faz arte ser “Arte”, para alguns teóricos, é a forma de transformar o comum em 
algo grandioso e mágico. Todo mundo tem sonho. Alguns mais malucos que este quadro do Dalí. 
Porém foi ele quem pegou algo comum, misturou com uma teoria e transformou em quadros e 
deu força a um movimento artístico que se limitava a apenas ser louco.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.