A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Avaliando Aprendizado - Direito Constitucional II

Pré-visualização | Página 1 de 2

DIREITO CONSTITUCIONAL II 
 
 
1a Questão (Ref.:201703497552) Pontos: 0,1 / 0,1 
(Questão 08 Exame 127 Tipo 1 - OAB-SP) - NÃO integra o princípio da separação de Poderes, 
na esfera do Município, a seguinte competência: 
 
 
prestação anual de contas pelo Prefeito à Câmara Municipal. 
 
veto do Prefeito a projeto de lei aprovado pela Câmara. 
 nomeação, pelo Prefeito, de membro do Poder Judiciário local. 
 
cassação do mandato do Prefeito pela Câmara Municipal. 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201704070122) Pontos: 0,1 / 0,1 
(OAB)Determinado projeto de lei aprovado pela Câmara dos Deputados foi devidamente 
encaminhado ao Senado Federal. Na Casa revisora, o texto foi aprovado com pequena 
modificação, sendo suprimida certa expressão sem, contudo, alterar o sentido normativo do 
texto aprovado na Câmara. Assim, o projeto foi enviado ao Presidente da República, que 
promoveu a sua sanção, dando origem à Lei ¿L¿. Neste caso, segundo a jurisprudência do 
Supremo Tribunal Federal, 
 
 A) não houve irregularidade no processo legislativo, porque não há necessidade de 
reapreciação, pela Câmara dos Deputados, do projeto de lei que tenha expressão 
suprimida pelo Senado Federal, quando sentido o normativo da redação remanescente 
não foi alterado 
 
D) houve irregularidade no processo legislativo, por tratar-se de problema de natureza 
interna corporis do Congresso Nacional, somente uma ADI proposta pela Mesa da 
Câmara dos Deputados teria o condão de suscitar a inconstitucionalidade da Lei ¿L¿. 
 
C) houve irregularidade no processo legislativo, pois qualquer alteração realizada, pela 
Casa revisora, no texto do projeto de lei implica a necessária devolução à Casa 
iniciadora, a fim de que aprecie tal alteração. 
 
B) não houve irregularidade no processo legislativo, porque é função precípua da Casa 
revisora estabelecer as mudanças que lhe parecerem adequadas, sendo desnecessário o 
retorno à Casa iniciadora, mesmo nas situações em que a alteração modifique o sentido 
normativo inicial. 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201703496133) Pontos: 0,1 / 0,1 
(Questão 36 - Exame 18 - OAB-RJ) - Indique, dentre as alternativas abaixo, pertinentes à 
organização do Estado, a que foi proposta com incorreção: 
 
 O Distrito Federal é regido por Constituição própria, aprovado por dois terços dos 
membros da Câmara Legislativa e promulgada pelo Chefe do Poder Executivo distrital; 
 
É de 4 (quatro) anos o mandato dos Deputados Estaduais; 
 
O Prefeito Municipal é julgado pelo Tribunal de Justiça do Estado correspondente, nos 
crimes comuns de competência da Justiça estadual 
 
A organização político-administrativa da República Federativa do Brasil compreende a 
União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, todos dotados de autonomia; 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201704254147) Pontos: 0,1 / 0,1 
Segundo a Constituição Federal Brasileira, o decreto de intervenção, que especificará a 
amplitude, o prazo e as condições de execução e que, se couber, nomeará o interventor, será 
submetido à apreciação do Congresso Nacional ou da Assembleia Legislativa do Estado, no 
prazo de vinte e quatro horas. Se não estiver funcionando o Congresso Nacional ou a 
Assembleia Legislativa: 
 
 
o decreto será apreciado pelo Supremo Tribunal Federal. 
 Far-se-á convocação extraordinária, no mesmo prazo de vinte e quatro horas. 
 
o decreto será apreciado pelo Superior Tribunal de Justiça com parecer facultativo do 
Procurador Geral da República. 
 
o decreto será apreciado pelo Superior Tribunal de Justiça com parecer obrigatório do 
Procurador Geral da República 
 
far-se-á convocação extraordinária, no prazo legal de quarenta e oito horas. 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201703543015) Pontos: 0,1 / 0,1 
Sobre as fases do processo legislativo, marque a alternativa CORRETA: 
 
 
Não é possível ao Presidente da República promulgar uma lei sem tê-la previamente 
sancionado. 
 
Os projetos de iniciativa popular podem cuidar de quaisquer matérias, inclusive proposta 
de emenda à Constituição, como a fixação de pena de morte. 
 
Projeto de lei de iniciativa do Presidente da República aprovado integralmente pelo poder 
legislativo não comporta veto. 
 Não haverá veto se o Presidente da República não fizer a comunicação ao Senado no 
prazo do parágrafo primeiro do art. 66. 
 
Não pode o Presidente da República retirar da apreciação do Congresso Nacional medida 
provisória já editada, a menos que seja por outra medida provisória. 
 
 
6a Questão (Ref.:201703497421) Pontos: 0,1 / 0,1 
(Questão 37 - Exame 23 - OAB-RJ) - Em sede de Poder e Processo Legislativo, indique a 
alternativa formulada com incorreção: 
 
 
a matéria constante de proposta de emenda rejeitada ou havida por prejudicada não 
pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa; 
 
admitida a acusação contra o Presidente da República, por dois terços da Câmara dos 
Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas 
infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade; 
 
não será objeto de deliberação a proposta de emenda à Constituição tendente a abolir a 
forma federativa de estado, o voto direto, secreto, universal e periódico, a separação dos 
Poderes e os direitos e garantias individuais. 
 com pertinência à imunidade formal, recebida a denúncia oferecida contra Senador ou 
Deputado por crime cometido antes da diplomação, a Casa a que pertencer o 
parlamentar denunciado poderá , por iniciativa de partido político nela representado e 
pelo voto da maioria de seus membros, sustar o andamento da ação; 
 
 
 
7a Questão (Ref.:201703495927) Pontos: 0,1 / 0,1 
(Questão 82 - Exame 113 Tipo 1 - OAB-SP) - O Presidente da República expede Decreto com o 
fim de regulamentar determinada lei federal. No entanto, o Decreto acaba por criar 
determinada obrigação não prevista na lei regulamentada. Em tal hipótese, o Congresso 
Nacional: 
 
 
poderia revogar todo o Decreto, por meio de Resolução. 
 poderia sustar a parte do Decreto que criou a obrigação não prevista na lei, por meio 
de Decreto Legislativo. 
 
poderia revogar a parte do Decreto que criou a obrigação não prevista na lei, por meio 
de Resolução. 
 
nada poderia fazer em relação ao Decreto, em respeito ao princípio da separação de 
poderes. 
 
 
 
8a Questão (Ref.:201704065993) Pontos: 0,1 / 0,1 
Considerando o instituto das forças armadas, leia atentamente os quesitos e marque a 
alternativa correta 
 
 
O ministro da defesa poderá ser brasileiro naturalizado 
 
O serviço obrigatório militar em tempo de paz é estendido a todos os brasileiros sem 
distinção de gênero ou quando do exercício de ministério eclesiástico 
 
O militar, enquanto em serviço ativo, pode estar filiado a partidos políticos 
 
Os membros das Forças Armadas são denominados militares, e como cidadãos do povo 
possuem os mesmos direitos estendidos aos civis, inclusive o direito de se sindicalizar-se 
e aderir à greve 
 Em decorrência da aplicabilidade do princípio da hierarquia, é vedado aos militares a 
impetração de Habeas Corpus em relação a eventuais punições militares 
 
 
 
9a Questão (Ref.:201704116744) Pontos: 0,1 / 0,1 
O sistema constitucional das crises tem por finalidade o restabelecimento da normalidade 
constitucional do Estado em situações de crises. Nesse sentido, verifica-se que o Presidente da 
República, como Chefe de Governo e Chefe de Estado, terá a atribuição constitucional de 
decretar o Estado de Defesa e o Estado de Sítio, sendo possível a restrição a determinados 
direitos e garantias fundamentais. Diante do enunciado acima discriminado, aponte quais as 
restrições aos direitos