A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Clínica de grandes animais III   Neoplasias

Pré-visualização | Página 1 de 1

Clínica de grandes animais III
Neoplasias
1-) Definição
- Proliferação anormal e descontrolada em determinado tecido 
- Possui crescimento progressivo 
- Ocorre perda da diferenciação celular 
2-) Sarcóide equino 
Características: 
- Neoplasia benigna 
- Localmente é agressiva 
- Possui alto índice de recidiva, retornam maiores e normalmente no mesmo local anterior 
- Possui diferentes classificações clinicas 
- Para definir se é realmente um sarcóide necessário realizar a biópsia 
- Mais comumente encontrados em região ocular, de rima 
- Muito utilizada o BCG para tratamento 
Classificação: 
- Oculto
- Verrucoso
- Fibroblástico
- Nodular 
- Misto 
 
2-) Melanoma 
Características: 
- Neoplasia originaria dos melanócitos 
- Característica benigna, em humanos é maligno e bem agressivo 
- Nódulos cutâneos pigmentados(enegrecidos), não invadem outros tecidos em si 
- 90% cutânea 
- 1-% acomete mucosas 
- Muito encontrados na região perianal e pode causar dificuldade para o animal defecar 
- Muito encontrado em animais tordilhos, pois possuem grandes quantidades de melanócitos 
- Para confirmar o diagnóstico necessário realizar o histopatológico
- Já foi encontrado estudos em equinos do aparecimento de melanoma com características malignas apresentando nódulos em pulmão, porém é mais comumente encontrado o melanoma com características benignas 
- Para tratamento pode ser utilizado a Cimetidina, antagonista H2, propicia redução da neoplasia 
 
3-) Carcinoma de células escamosas 
Características: 
- Comum na espécie equina e bovina 
- Pele despigmentada, pele rósea e não pelagem clara(tordilho, pelagem clara com pele negra) 
- Prevalência aumentada devido a exposição de luz solar 
Locais comuns: 
- Pálpebras 
- Prepúcio
- Vulva 
 
4-) Papilomatose 
Características: 
- Papiloma vírus 
- Lesões verrucosas disseminadas no corpo 
- Grandes e pequenos ruminantes 
- Caráter infecto contagioso
- Benigno 
- Em algumas espécies são autolimitantes(suínos) 
- Mais encontrados em ruminantes, grandes e pequenos 
5-) Hematúria enzoótica bovina
- Devido a intoxicação por samambaia 
- Ela apresenta as formas, aguda, subaguda e crônica 
- A intoxicação aguda o sinal clássico é a hematúria, já na forma crônica podem aparecer nódulos em região de via aérea superior e vias digestivas superiores 
- Causa dificuldade de deglutição e diminuição de apetite nos casos crônicos, já nos agudos os animais vem a óbito devido a hemorragias 
6-) Diagnóstico geral das neoformações 
• Identificação:
- Animais mais jovens não são comuns de serem encontradas neoplasias, já os mais jovens a porcentagem é maior 
- Porém animais mais jovens com neoplasias estas tendem a serem mais agressivas, pois podem ser alguma alteração congênita ou genética
• Anamnese:
- Vai me dar as características do tumor, crescimento, aspecto grosseiro 
- Vacinação, outros contactantes, contato com alguma substancia carcinogênica, alguma doença prévia, quantos animais adoeceram na propriedade 
• Exame físico:
- Sempre pensar em qualidade de vida do animal, se os parâmetros não estiverem alterados muito provavelmente o tumor tem origem benigna 
- Animal com emagrecimento progressivo, perda de apetite, feridas que não cicatrizam, sangramentos(mais em ruminantes), apatia, tenesmo, disfagia, dispneia, muito provavelmente será um tumor maligno 
- Descrição da formação nodular: Firme, mole ou duro; quente ou frio; solta no subcutâneo ou aderida a musculatura 
• Citológico – PAAF: 
- Procedimento de baixo custo, pouco invasivo e pouco doloroso
- Possibilidade de ser realizada à campo 
- Exame preliminar não garante, mas sugere um diagnóstico 
• Histopatológico:
- Biópsia incisional(retirada de uma parte), excisional(retirada completa da formação)
- O importante é chegar a um diagnóstico, se ocorreu óbito fazer a necropsia Post-morten 
• Sorologia:
- Para alterações com envolvimento viral 
- A titulação que irá me sugerir um diagnóstico
• Exames de imagem:
- Radiografia: Cavidade abdominal é mais difícil a verificação de alguma neoformação 
- Ultrassonografia: Verificação de corpo estranho, formações maciças 
- Endoscopia: 
- Ressonância magnética: Disponível somente para membros e cabeça 
7-) Tratamento geral para as neoplasias 
• Ressecção cirúrgica com margem de segurança:
- Algumas vezes não é possível fazer a remoção com margem de segurança devido ao local que se encontra a neoplasia(ocular por exemplo) 
• Crioterapia: 
- Queimar a neoplasia com nitrogênio líquido 
- Ocorre o congelamento rápido com formação de cristais dentro do citoplasma da célula e uma vez que ocorre o descongelamento lento faz com que as células se rompam 
- O problema é que esta terapia destrói células saudáveis e células neoplásicas 
• Imunoterapia: 
- Imunomodulação para tentar reduzir ou parar o crescimento da neoplasia 
- BCG, muito utilizada para sarcóides 
- Autovacinas, mais comuns em ruminantes, mas já tem descrito para Melanomas em equinos também 
• Quimioterápicos tópicos:
- Não é feito quimioterápicos parenterais na rotina de grandes animais 
- Imicmoid, para sarcóides 
- Aciclovir 
• Radioterapia: 
- Existe descrito a radioterapia, mas não são comuns utilizarem na clínica 
- Implantes de radiações são colocados nas lesões 
- É uma técnica usada para massas recorrentes ou tumores de difícil acesso, principalmente perioculares