formas de estado e sistema de governo
25 pág.

formas de estado e sistema de governo


DisciplinaAdministração102.148 materiais761.026 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Clique para editar o estilo do título mestre
Clique para editar o estilo do subtítulo mestre
*
*
*
DIREITO CONSTITUCIONAL
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
ASSUNTO:	FORMAS DE ESTADO, FORMAS E SISTEMAS DE GOVERNO E REGIME POLÍTICO (TEXTO - 05)
OBJETIVOS: 
DISTINGUIR AS FORMAS DE ESTADO;	
ANALISAR AS FORMAS E SISTEMAS DE GOVERNO.
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
SUMÁRIO:
 I - INTRODUÇÃO
 III - CONCLUSÃO
 II - DESENVOLVIMENTO
a. FORMAS DE ESTADO;
b. FORMAS DE GOVERNO;
c. SISTEMAS DE GOVERNO.
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
	FORMAS DE ESTADO, FORMAS E SISTEMAS DE GOVERNO, REGIME POLÍTICO
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
 a. FORMAS DE ESTADO:
1. ESTADO UNITÁRIO ou SIMPLES
 É UM TODO ÍNTEGRO E INDIVISÍVEL, ONDE AS ORDENS JURÍDICAS, POLÍTICAS E ADMINISTRATIVAS, SE ACHAM CENTRALIZADAS EM UM GOVERNO ÚNICO.
Ex: Brasil-Império, Chile, ...
ESTADO UNITÁRIO
ou ESTADO SIMPLES
ESTADO COMPOSTO ou
SOCIEDADE DE ESTADOS ou
ESTADO FEDERAL
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
FORMAS DE CENTRALIZAÇÃO
	
POLÍTICA: quando se verifica uma unidade do sistema jurídico, comportando o país um só direito e uma só lei (não há governo e nem leis estaduais).
ADMINISTRATIVA: quando o governo central assume com exclusividade a direção dos serviços públicos.		
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
2. ESTADO COMPOSTO (FEDERAL)
 
 É AQUELE QUE SE ENCONTRA DIVIDIDO EM PROVÍNCIAS OU ESTADOS POLITICAMENTE AUTÔNOMOS, POSSUINDO DUAS (três para o Brasil) FONTES PARALELAS DE DIREITO PÚBLICO, UMA NACIONAL E OUTRA ESTADUAL(e MUNICIPAL).
Ex: Brasil, EUA, Argentina, Suíça...
PRINCIPAL CARACTERÍSTICA: sobre um mesmo território e sobre as mesmas pessoas, estão presentes, harmônica e simultaneamente, as ações públicas de dois(ou três) governos distintos: federal, estadual (e o municipal).
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
TIPOS DE ESTADO FEDERAL
a. Federação: quando os Estados-membros não têm soberania mas tão somente autonomia, não vindo constituir personalidades de Direito Público Internacional.
	A Federação é indissolúvel, os laços de união são sólidos.
 
b. Confederação: quando os Estados-membros não perdem sua condição soberana no concerto das demais nações. 
	A separação da Confederação é possível porque os laços de união são frágeis. 
Ex: CEI, EUA (1776-1787), Confederação Helvética (Suíça até 1948).
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
b . FORMAS DE GOVERNO
CRITÉRIO DE DISTINÇÃO DAS FORMAS DE GOVERNO
Número de pessoas que exercem as funções de dominação;
Grau de arbítrio no desempenho dessas funções. 
GOVERNO: É O CONJUNTO DAS FUNÇÕES PELAS QUAIS, NO ESTADO, É ASSEGURADA A ORDEM JURÍDICA
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
1. CLASSIFICAÇÃO ARISTOTÉLICA
 a. NORMAIS ou PURAS: têm como objeto o bem da comunidade.
 b. ANORMAIS ou IMPURAS: são as que visam, somente, vantagens para os governantes.
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
		NORMAIS
		ANORMAIS
		MONARQUIA: governo de um só
		TIRANIA: domínio de um só em seu proveito próprio
		ARISTOCRACIA: governo de uma classe restrita (casta)
		OLIGARQUIA: dominação interesseira de um grupo de poderosos
		DEMOCRACIA: governo da maioria dos cidadãos
		DEMAGOGIA: governo desenfreado das massas
*
*
*
2. CLASSIFICAÇÃO MODERNA 
 (MAQUIAVEL)
VISÃO DUALISTA \uf0fe MONARQUIA e REPÚBLICA
a. MONARQUIA: a suprema autoridade do Estado se concentra nas mãos de um só, sendo sua principal característica a VITALICIEDADE.
 CARACTERÍSTICAS: autoridade unipessoal; vitaliciedade; hereditariedade; ilimitabilidade do poder; indivisibilidade das supremas funções de mando; irresponsabilidade legal; inviolabilidade corporal; suma dignidade do monarca. 
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
ESPÉCIES DE MONARQUIAS:
ABSOLUTA ou ILIMITADA: o rei é o único órgão do governo.
LIMITADA: o soberano reparte com outros órgãos as funções de mando. Podem ser:
 Integral ou de Estamentos: forma típica do regime feudal onde o rei delegava algumas funções tributativas.
 Constitucional: o rei só exerce o Poder Executivo, nos termos de uma Constituição. (Bélgica, Brasil-Império,...)
 Parlamentar: o rei não exerce função de governo, mas é o Chefe de Estado. O Poder Executivo é exercido por um Gabinete de Ministros, que respondem diretamente ao Parlamento. (Inglaterra, Japão,...)
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
b. REPÚBLICA:
 É a forma de governo, onde a autoridade de mando é exercida por órgãos distintos, dependentes da vontade do povo. Sua principal característica,em oposição à monarquia, é que o cargo de Chefe de Estado é ELETIVO e TEMPORÁRIO. Pode ser:
República Oligárquica: governo de pequeno número de pessoas poderosas e influentes (República do Café com Leite).
República Aristocrática: governo de uma classe privilegiada por direito de nascimento ou conquista (Atenas, Roma). 
República Democrática: onde todo poder emana do povo e em seu nome é exercido.
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
República Democrática Indireta ou Representativa
O povo tem como única função escolher seus representantes, os quais vão exercer as atividades de governo (Legislativo e Executivo).
República Democrática Semidireta
 O povo, além de escolher seus representantes, atua diretamente em determinados temas, através dos Institutos de participação popular (plebiscito, referendum e iniciativa popular).
República Democrática Direta
Quando os negócios públicos são resolvidos em Assembléias Populares, compostas por todos cidadãos capazes de votar (Atenas).
A República Democrática pode ser:
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
c . Sistemas de Governo
 Distinguem-se entre si pela responsabilidade do poder executivo e de suas relações com o poder legislativo.
 Os Sistemas de Governo podem ser de dois tipos:
\uf0fe PRESIDENCIALISTA
\uf0fe PARLAMENTARISTA
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
b. SISTEMA PRESIDENCIALISTA
 É aquele em que as funções de governo estão claramente definidas e os Poderes Constitucionais gozam de autonomia funcional entre si.	
- Considerações gerais:
1)	Surgiu nos EUA em 1781.
2)	É uma adaptação da Monarquia Constitucional à forma Republicana.
3)	Os princípios monárquicos da VITALICIEDADE e da HEREDITARIEDADE foram substituídos pelos princípios da TEMPORARIEDADE e ELETIVIDADE.
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
4)Sua Principal Característica:
 O Executivo é INTEIRAMENTE AUTÔNOMO em relação ao Legislativo.
5)Alguns poderes do Presidente da República:
 Chefia a alta administração do país;
 Comanda as Forças Armadas;
 Baixa diretrizes de política externa;
 Propõe e veta leis;
 Escolhe livremente seus ministros;
 Concede anistia, indultos e comuta penas;
 Acumula a chefia do Estado e a de Governo;
 É responsável por crimes de responsabilidade funcional. 
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
b. SISTEMA PARLAMENTARISTA
Tem sua origem na Inglaterra, como conseqüência do conflito do Parlamento com os reis e rainhas. Começou nos idos do Séc. XIII e consolidou-se no Séc. XVIII.
Não é uma doutrina, mas resultado da natural evolução política, cultural e social do povo inglês.
O chefe de Estado é o presidente ou monarca O chefe de Governo é o 1º Ministro ou Chefe de Gabinete.
Os ministros são responsáveis perante o Parlamento por seus atos políticos de governo.
O Gabinete é solidariamente responsável. As decisões são colegiadas.
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
Prof. Audálio Ferreira Sobrinho
*
*
*
Principal característica do Parlamentarismo:
	A relação entre o Executivo e o Legislativo é de equilíbrio pois um depende da confiança do outro. 
Prof. Audálio