[Aula 3] Pré-requisitos da Envoltória
26 pág.

[Aula 3] Pré-requisitos da Envoltória


DisciplinaOficina Multidisciplinar33 materiais96 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ENVOLTÓRIA \u2013 
PRÉ REQUISITOS 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência 
Energética para Edificações Residenciais 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
2 
\uf07d TRANSMITÂNCIA TÉRMICA, CAPACIDADE TÉRMICA E ABSORTÂNCIA SOLAR 
\uf07d Transmitância térmica; 
\uf07d Absortância solar. 
 
 
\uf07d VENTILAÇÃO NATURAL 
\uf07d Percentual de áreas mínimas de aberturas de ventilação; 
\uf07d Ventilação cruzada. 
 
 
\uf07d ILUMINAÇÃO NATURAL 
 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
3 
\uf07d TRANSMITÂNCIA TÉRMICA, CAPACIDADE TÉRMICA E 
ABSORTÂNCIA SOLAR 
 
 
 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
Tabela 3.1 , pag.: 23 , Vol. 02-RTQ-R 
\uf07d Pré-requisitos para ambientes de 
permanência prolongada. 
 
\uf07d A zona bioclimática onde se 
insere a edificação deve ser 
levada em conta, de acordo com 
os dados da tabela ao lado. 
 
\uf07d O não atendimento deste pré-
requisito implica em NÍVEL C 
nos equivalentes numéricos da 
envoltória do ambiente. 
 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
4 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d ZONA BIOCLIMÁTICA 8 
\uf07d Coberturas com telha de barro sem forro, sem pintura e não esmaltadas não 
precisam atender às exigências da Tabela 3.1.(apresentada no slide anterior) 
\uf07d São aceitas as transmitâncias da cobertura (Ucob) maiores que as exigidas 
na tabela desde que a edificação contenha aberturas para ventilação em, 
no mínimo, 2 beirais opostos e que estas ocupem toda a extensão das 
suas respectivas fachadas. 
\uf07d Os limites aceitáveis de Ucob poderão ser multiplicados pelo fator de 
correção da transmitância (FT) 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
5 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
Uvidro= 4 W/m²K e Avidro = 1m² 
Utelhado= 1,5 W/m²K e Atelhado = 100m² 
Ucobertura= 1,5 W/m²K 
 
Uvidro= 4 W/m²K e Avidro = 5m² 
Utelhado= 1,5 W/m²K e Atelhado = 100m² 
Ucobertura= 4 x 5 + 1,5 x 100 = 1,62 W/m²K 
 105 
\uf07d TRANSMITÂNCIA TÉRMICA 
 
\uf07d Aberturas zenitais de até 2% da área da cobertura não são consideradas no 
cálculo da transmitância. 
 
Exemplo: 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
6 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d TRANSMITÂNCIA TÉRMICA 
 
\uf07d Pisos da áreas externas sobre áreas de permanência prolongada devem 
atender aos pré-requisitos de transmitância de coberturas. 
 
 
 
6 
Dormitório Dormitório 
Garagem 
Dormitório Dormitório 
Sala de Estar 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
7 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d TRANSMITÂNCIA TÉRMICA 
 
 
\uf07d Deve-se fazer a média das transmitâncias de cada parcela das paredes 
externas ou cobertura, ponderadas pela área que ocupam. 
 
 
 
Dados: 
U1 = 2,00 W/m²K A1 = 5 m² 
U2 = 1,00 W/m²K A2 = 10 m² 
U3 = 1,5 W/m²K A3 = 15 m² 
Total = UT Total = 30 m² 
UT = 2,00 x 5 + 1,00 x 10 + 1,5 x 15 = 1,42 W/m²K 
 30 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
8 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
 
\uf07d Deve-se fazer a média das absortâncias de cada parcela das paredes externas ou 
cobertura, ponderadas pela área que ocupam; 
 
\uf07d Não são consideradas para o cálculo: Aberturas zenitais de até 2% da área da 
cobertura, assim como coberturas de garagens, casa de máquinas e reservatório 
de água; 
 
\uf07d Os pisos de áreas sem fechamentos laterais localizados sobre ambientes de PP 
devem atender aos pré-requisitos de absortância; 
 
\uf07d Coberturas vegetadas não precisam atender aos pré-requisitos de absortância. 
 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
9 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
 
\uf07d Coberturas vegetadas não precisam atender aos pré-requisitos de absortância. 
Elas não fazem parte do cálculo, e devem ser excluídas da área total da cobertura. 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
10 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
 
\uf07d Teto jardim não precisam atender ao pré-requisito de absortância; 
 
 
 
Cobertura 
verde 
Telha 
metálica 
Laje de 
concreto 
95m² 
75m² 90m² 
\u3b1 = 0,70 x 75 + 0,60 x 95 
 170 
\u3b1 = 52,5 + 57 = 0,64 
 170 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
11 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\u3b1 = Absortância Total 
 \u3b1 vidro = Absortância do vidro 
 \u3b1 parede = Absortância da parede 
 \u3c4 vidro = Transmitância à radiação solar do vidro 
 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
\uf07d FACHADA ENVIDRAÇADA 
\uf07d Vidro em contato direto com a parede 
 
 
\u3b1+\u3c4+\u3c1 = 1 
\u3b1vidro/2 
\u3c4vidro \u3c1vidro 
\u3b1vidro/2 
Detalhe \u3b1parede 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
12 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\u3b1 = Absortância Total 
 FS vidro = Fator Solar 
 \u3b1 parede = Absortância da parede 
 
 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
\uf07d FACHADA ENVIDRAÇADA 
\uf07d Câmara de ar entre a parede e o vidro: 
 
 
\u3b1+\u3c4+\u3c1 = 1 
FSvidro = \u3b1/2+\u3c4 
\u3c4vidro 
\u3b1par 
\u3b1vidro/2 \u3b1vidro/2 
\u3c1vidro 
FSvidro 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
13 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
\uf07d NÃO FAZEM PARDE DA PONDERAÇÃO DAS ÁREAS PARA O CÁLCULO DA 
ABSORTÂNCIA: 
 
\uf07d Aberturas (exceto se zenitais que ocupem mais de 2% da área da cobertura); 
 
\uf07d Fachadas construídas na divisa do terreno, desde que encostadas em outra 
edificação. 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
14 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
 ATelhado = 100m² 
 AColetores = 30m² 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
\uf07d NÃO FAZEM PARDE DA PONDERAÇÃO DAS ÁREAS PARA O CÁLCULO DA 
ABSORTÂNCIA: 
 
\uf07d Áreas cobertas por coletores ou painéis solares. 
 
\u3b1Telhado = 0,30 
\u3b1Coletores = inexistente 
Portanto \u3b1cobertura = 0,30 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
15 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d ABSORTÂNCIA SOLAR 
\uf07d NÃO FAZEM PARDE DA PONDERAÇÃO DAS ÁREAS PARA O CÁLCULO DA 
ABSORTÂNCIA: 
\uf07d Paredes externas ou coberturas permanentemente sombreadas, sem 
considerar o sombreamento do entorno. 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
16 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d VENTILAÇÃO NATURAL 
\uf07d PERCENTUAL DE ÁREAS MÍNIMAS DE ABERTURA PARA VENTILAÇÃO 
\uf07d Os ambientes de permanência prolongada e cozinhas devem possuir 
percentual de áreas mínimas de abertura de ventilação 
 
 
 
 
 
 
 
\uf07d O não atendimento a este pré-requisito implica em Nível C no quesito 
envoltória do ambiente. 
 
 
 
Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de 
Edificações Residenciais 
17 
PRÉ-REQUISITOS ESPECÍFICOS 
\uf07d VENTILAÇÃO NATURAL 
\uf07d PERCENTUAL DE ÁREAS MÍNIMAS DE ABERTURA PARA VENTILAÇÃO 
\uf07d Nota: Nas zonas 1 a 7 e nas cidades que possuam médias