A-Disciplina-de-um-Maratonista
316 pág.

A-Disciplina-de-um-Maratonista


DisciplinaLivro14.662 materiais18.509 seguidores
Pré-visualização50 páginas
etc.);
R2. Responda às questões simples, com grau de dificuldade 1, 
(pelo menos 30% da prova), depois às questões com grau 
de dificuldade 2 (40% da prova) e, por fim, às questões 
com grau de dificuldade 3 (30% da prova), estas que farão 
a diferença para a lista de classificados;
48
A Disciplina de um maratonista
R3. Comece a resolver a prova pelas questões das disciplinas 
relativas a sua formação: Direito, Português, Matemática, 
Informática, etc. Ou por aquelas que você mais gosta de 
estudar ou estudou mais;
R4. A última resposta é a mais óbvia, responda às questões na 
ordem que forem apresentadas, uma vez que o candidato 
que quer passar em um concurso não poderá se dar ao 
capricho de escolher conteúdo ou matérias, tudo é impor-
tante e deverá ser estudado com paixão e interesse.
Lembre-se que há em provas questões elaboradas para que 
ninguém as responda. O intuito da questão complexa é desarti-
cular o candidato e abatê-lo psicologicamente e emocionalmente. 
Esqueça tal entrave e siga em frente, lembrando que até 10% 
poderá ser resolvido com o conteúdo apresentado na própria prova.
O candidato deverá separar um tempo para cada matéria e 
pelo menos 30 minutos para marcação do cartão de respostas. Os 
editais costumam estabelecer nota mínima em cada prova e no 
grupo de provas. Portanto, não adianta gabaritar certas disciplinas 
e não tirar a nota mínima exigida em outras estabelecidas no edital 
do certame.
Equipe de elite do Obcursos (atual Gran Cursos).
49
J .W.Granjeiro
Granjeiro, um Homem Determinado
por Henrique Chaves, jornalista e apresentador 
do Balanço Geral \u2013 TV Record Centro-Oeste
Tive a oportunidade de entrevistar o Professor 
Granjeiro várias vezes. Em todas elas percebi um homem 
determinado, que sabe o que quer. E notei que sempre após as 
entrevistas ele gostava de falar de atletismo. De suas marcas, 
de suas conquistas, de seus desafios.
Novas entrevistas e mais uma vez o Professor contando de 
suas aventuras pelas pistas do DF, do Brasil e do mundo. E 
hoje acho que a história do atleta Granjeiro se confunde com a 
do empresário Granjeiro.
Da mesma maneira que ele ensina que um dia todo mundo 
passa num concurso público, ele provou que com esforço, 
treinamento e determinação qualquer um de nós pode se tornar 
um atleta. O professor Granjeiro é um exemplo. Exemplo que 
para vencer o homem precisa de desafios. A busca da qualidade 
de vida superando marcas, realizando sonhos, correndo.
Quem corre chega primeiro. Por isso o empresário e atleta 
Granjeiro tem várias medalhas no peito.
50
A Disciplina de um maratonista
Disciplina de um maratonista VIII
Se você anda um pouco sem ânimo para os estudos ou para 
a prática de esportes, gostaria de lhe fazer uma pergunta: cadê 
aquela força interior que você utiliza para alcançar algo, mesmo 
quando não está em seus melhores dias? Na última corrida da 
qual participei obtive a resposta dessa interrogação inspirado 
em meu amigo Adeilton Cavalcante, grande incentivador do atle-
tismo em nossa cidade.
Apesar de estar acometido por uma forte gripe, completei o 
difícil percurso Eixo Norte e conquistei a 17ª classificação, em 
minha categoria, na Corrida Adeilton Cavalcante. Uso a palavra 
\u201cconquistei\u201d, porque foi isto que exatamente aconteceu: venci as 
adversidades.
É certo que vários fatores levaram-me a mais essa vitória: a 
força de Deus \u2013 o mais importante deles -, o treinamento inten-
sivo e o exemplo de uma pessoa mais experiente no assunto.
Adeilton Cavalcante, ex-presidente da CORDF, que comple-
taria 57 anos no último dia 9, dedicou boa parte de sua vida ao 
crescimento do atletismo. E não podíamos deixar de homenageá-
-lo em um clima de comemoração e saudade. Lembro aqui alguns 
dos valores pregados por Adeilton, como atleta e também como 
profissional: ética, simplicidade, organização, preocupação com 
detalhes da prova \u2013 para que nada ocorresse de forma contrária 
ao esperado \u2013, intensidade no envolvimento com seus projetos. 
São valores com os quais me identifico e que busco a cada dia 
oferecer aos nossos alunos.
Com mais de 20 anos de experiência na área de preparação 
para concursos públicos e na direção do Obcursos (atual Gran 
Cursos), posso afirmar que nossa escola oferece uma estrutura 
51
J .W.Granjeiro
física e de pessoal com alta qualidade. E a cada dia buscamos 
a melhoria de nossos serviços, para que possamos auxiliar um 
maior número de pessoas na conquista de seus sonhos.
O candidato a um cargo público não pode se dar ao luxo de 
se abater com os problemas do dia a dia. Percebo que é muito 
comum a queixa de cansaço, de estresse ou de que está com uma 
pequena gripe, e, com isso, o aluno se abate e reduz o seu ritmo 
de estudo. Além de seu desenvolvimento nos estudos, o candidato 
deve centrar-se em seu interior, tentando alcançar um equilíbrio 
e a estabilidade emocional. Calma e concentração são essenciais 
na hora da feitura da prova. Como sempre afirmo, a aprovação 
em um concurso é também uma questão de amadurecimento.
Se você sabe aonde quer chegar, nada irá te abater. Tanto 
o maratonista quanto o concurseiro não devem esquecer jamais 
essa frase. Usarei isso para conquistar o meu objetivo maior, que é 
a maratona de Nova Iorque, que ocorrerá em novembro deste ano. 
E torço para que vocês usem da minha experiência para 
alcançar também seus objetivos. Então, nos momentos de difi-
culdade, lembrem: \u201cos obstáculos só podem ser vistos quando 
nos desviamos de nosso objetivo\u201d.
Corrida Adeilton Cavalcante/DF (dez/2006).
52
A Disciplina de um maratonista
Meu Pai, Meu Herói
por Gabriel Granjeiro, filho mais velho
Eu me lembro da primeira vez em que eu e meu pai saímos 
para correr juntos. Fomos ao Parque da Cidade em uma tarde 
nublada de domingo. Naquela ocasião, meu pai mal conseguiu 
terminar o percurso de quatro quilômetros. Mas pude ver um 
ar de felicidade e satisfação em seu olhar, foi naquela tarde 
que ele redescobriu uma de suas antigas paixões: a corrida. 
A partir daí meu pai decidiu aplicar a mesma disciplina que 
ele sempre aplicou aos estudos para superar os desafios da 
corrida. Acordava ainda no escuro, às 6h da manhã para 
treinar para as suas corridas. Superou dores musculares e 
lesões para conquistar seus objetivos. Começou treinando 
cinco, depois dez, vinte, e agora consegue correr nada menos do 
que 42.2 quilômetros (uma maratona nos padrões universais). 
Basta olhar para o seu quadro de medalhas, até hoje são 
101 conquistas, sendo 10 delas em corridas internacionais. 
Confesso que hoje não consigo mais acompanhá-lo, seu fôlego 
é imbatível e sua resistência impressionante.
A corrida não é mais um esporte para o meu pai. É um estilo 
de vida, é quase uma filosofia. Sua \u201cdisciplina de maratonista\u201d 
para mim é a melhor metodologia de estudo já criada. Eu a 
aplico na escola e sempre tenho ótimos resultados. Eu agradeço 
a Deus por aquela tarde de domingo, se não fosse por ela meu 
pai não poderia inspirar milhares de pessoas com suas histórias 
de persistência, superação e conquistas. 
Ele é e sempre será o meu maior herói.
53
J .W.Granjeiro
Disciplina de um maratonista IX
Num belo domingo de sol, era a paisagem perfeita para 
superar meus limites e obter o êxito que tanto almejo. Mas 
infelizmente o que venho relatar foram alguns erros que cometi 
em minha primeira maratona. E como toda história de supe-
ração tem seus momentos bons e ruins, desta vez meus leitores 
irão aprender com os erros. Eu humildemente afirmo que isso 
é possível e fará parte de seu processo de aprendizado, assim 
como foi o meu.
No meu intuito de preparação para a Maratona de Nova 
Iorque, resolvi ainda que sem muito treino específico para 
completar um percurso completo
Carregar mais