Direito Constitucional I - 1º Bimestre
7 pág.

Direito Constitucional I - 1º Bimestre


DisciplinaDireito Constitucional I57.677 materiais1.412.167 seguidores
Pré-visualização4 páginas
Teoria da constituição:
 I \u2013 Introdução: \u2192 Grupos do direito: a) Dto Privado; b) Dto Público; c) Constitucionalização.
II \u2013 Conceito de C.F. (C.F limita o poder do Estado, o poder emana do povo). \u2192 Para Léo Van Holthe: Conforme Van Holthe a constituição é a lei fundamental e suprema de um Estado que contem normas referentes a estruturação deste e da sociedade, formação dos poderes públicos, formas de governo, aquisição do poder de governar, distribuição de competências, direitos, garantias e deveres dos cidadãos.
III \u2013 Características de uma C.F:					 Ideal para Canotilho: 								 a) Ser escrita;									 b) Consagrar um sistema de direitos e garantias fundamentais;			 c) Adotar o princípio da tripartição dos poderes de modo a coibir o poder público de abusar de suas prerrogativas.
Constitucionalismo: Conceito: É o lendo evoluir histórico do estudo do direito constitucional.
1.1 Constitucionalismo na Idade Antiga: Ainda que não existente enquanto matéria do direito a 					 essência constitucional, ou seja, organização do Estado,						 sempre existiu. 										 * Direito Nacional nasce com os hebreus. 
 1.2 Constitucionalismo na Idade Média: (1º previsão de um documento constitucional). \u2192 Sistema Feudal de organização; \u2192 1.215 \u2013 Magna Charta Libertatum. 1.3 Constitucionalismo Moderno: (Século XVIII \u2013 Iluminismo) \u2192 C.F Escrita (Limita o poder estatal); \u2192 1.787 C.F \u2013 EUA \u2192 1789 \u2013 Declaração dos direitos humanos e do cidadão \u2013 França Liberdade 	 \u2192 1. 791 C.F \u2013 França					 Igualdade							 Fraternidade 
* Liberalismo Clássico: \u2192 1º Momento: 1º Dimensão dos Direitos Fundamentais; \u2192 2º Momento: 2º Dimensão dos Direitos Fundamentais; \u2192 por volta de 1.906 \u2013 Revolução Bolcheviques; \u2192 1.917 C.F \u2013 México; \u2192 1.919 C.F \u2013 Weimen (Alemã) \u2192 BR \u2013 1934 (Getúlio Vargas \u2013 Pai dos trabalhadores {1.943 \u2013 CLT}).
1.4 Constitucionalismo Contemporâneo: \u2192 pós II \u2013 GM; \u2192 BR \u2013 1.988; \u2192 Constituição Dirigente e programática; \u2192 3º Dimensão dos direitos fundamentais; \u2192 Totalitarismo e jurisdição constitucional; \u2192 Obs: Segundo André Ramos Tavares conquanto pugne-se pela constitucionalização do direito não cabe no seio de uma constituição federal a estipulação de normas programáticas inalcançáveis, haja vista que o futuro do constitucionalismo deve estar influenciado e até identificar-se com a verdade, a solidariedade, o consenso e a participação democrática do povo soberano. 
Neo Constitucionalismo: Sinônimos para alguns autores, porem o \u2192 Constitucionalismo pós \u2013 moderno prof. não concorda, pois pós-moderno \u2192 Pós \u2013 positivismo seria o contemporâneo e o pós- 				 positivismo como marco filosófico. 
Objetivo principal: Busca-se com o neo-constitucionalismo não mais apenas atrelar constitucionalismo a ideia de limitação do poder político, mas acima de tudo buscar a eficácia da constituição deixando o texto de ter um caráter meramente retórico e programático. Buscando-se a sua efetividade. 
Pontos Marcantes: a) Estado constitucional de direito: \u2192 C.F adquire caráter de norma jurídica; \u2192 Centro do ordenamento jurídico (CF é o sol pelo qual orbita as demais legislações).
b) Conteúdo axiológico próprio: Possui bases principiológicas para a manutenção da democracia. 									 c) Concretização dos valores constitucionais: Foi marcadamente decisiva para o delineamento desse novo direito constitucional a reaproximação entre direito, ética, moral, justiça e demais valores substanciais.
Marcos do Neo: 
Marco Histórico: \u2192 CF pós II- GM