Direito Civil II - 1º Bimestre
14 pág.

Direito Civil II - 1º Bimestre


DisciplinaDireito Civil II11.421 materiais123.221 seguidores
Pré-visualização9 páginas
Ato Fato Jurídico (achado do tesouro, art. 1.264, CC). Art. 1.264. O depósito antigo de coisas preciosas, oculto e de cujo dono não haja memória, será dividido por igual entre o proprietário do prédio e o que achar o tesouro casualmente.
Negócio Jurídico \u2013 finalidade negocial (ex. Contrato. Compra e venda \u2192autonomia privada).
Atos Jurídicos (Stricto sensu)
Ilícito \u2192 Antijurídico \u2192 Obrigações 186, CC. Art. 186. Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito.
Ato Jurídico (Lato sensu) (Fato + vontade)
Fato Jurídico Natural (Fato jurídico stricto sensu)
Fatos Jurídicos
Lícito
Extraordinários ex: Caso fortuito (inevitável) ou força maior (imprevisível)
Ordinários ex: prescrição e decadência
	
Gagliano, pág. 345
Negocio Jurídico: Acordo de vontade com o objetivo de criar, modificar, conservar ou extinguir direitos.Invalidade: \u2192 Nulo; \u2192 anulável.
Teoria de Ponte Miranda
Escada ponteana
 Eficácia
 Validade art. 104, CC. 		 Elementos acidentais:
 Existência	- Agente Capaz - Condição; 
 - Objeto lícito, possível... - Termo; 
- Agente - Forma prescrita ou ñ proibida em lei - Encargo.
- Objeto - Vontade livre.
- Forma 
-Vontade * Elementos de validade. 
 Elementos essenciais. 
Art. 166, 171, CC. 					 Art. 166. É nulo o negócio jurídico quando: 		 I - celebrado por pessoa absolutamente incapaz; 					 II - for ilícito, impossível ou indeterminável o seu objeto;				 III - o motivo determinante, comum a ambas as partes, for ilícito;				 IV - não revestir a forma prescrita em lei;				 V - for preterida alguma solenidade que a lei considere essencial para a sua validade; VI - tiver por objetivo fraudar lei imperativa;				 VII - a lei taxativamente o declarar nulo, ou proibir-lhe a prática, sem cominar sanção.
Art. 171. Além dos casos expressamente declarados na lei, é anulável o negócio jurídico:	 I - por incapacidade relativa do agente;
II - por vício resultante de erro, dolo, coação, estado de perigo, lesão ou fraude contra credores.
Finalidade Negocial: Gagliano, pág. 348 - Aquisição incorporação de um direito ao patrimônio e a personalidade do titular. Pode ser: Originária, ex: art. 1.263, CC. 
Art. 1.263. Quem se assenhorear de coisa sem dono para logo lhe adquire a propriedade, não sendo essa ocupação defesa por lei.
Derivada, ex: art. 482, CC. Art. 482. A compra e venda, quando pura, considerar-se-á obrigatória e perfeita, desde que as partes acordarem no objeto e no preço.
- Modificação: 
Esfera Objetiva, ex: art. 365, CC. Art. 365. Operada a novação entre o credor e um dos devedores solidários, somente sobre os bens do que contrair a nova obrigação subsistem as preferências e garantias do crédito novado. Os outros devedores solidários ficam por esses fatos exonerados.
Esfera Subjetiva, ex: cessão de crédito.
- Extinção: Alienação, renúncia.
1.3 Classificação dos negócios jurídicos: Gagliano, pág. 361
a) Quanto à manifestação de vontade: Gagliano, pág. 369 - Unilaterais (Manifestação de uma vontade. Ex: Mandato (procuração), testamento); - Bilaterais (Manifestação de duas vontades. Ex: contrato, compra e venda); - Plurilaterais (Manifestação de três ou mais vontades. Ex: Consórcio, contrato social c/ três ou mais sócios, contrato de comodato). 
b) Quanto às vantagens patrimoniais: Gagliano, pág. 369, 370 - Gratuitos ou benéficos: não há contraprestação (ex: doação pura, apenas uma das partes aufere vantagens); - Onerosos (ex:Contraprestação, compra e venda); - Neutros (ex: instituição do bem de família, art. 1.711, CC); Art. 1.711. Podem os cônjuges, ou a entidade familiar, mediante escritura pública ou testamento, destinar parte de seu patrimônio para instituir bem de família, desde que não ultrapasse um terço do patrimônio líquido existente ao tempo da instituição, mantidas as regras sobre a impenhorabilidade do imóvel residencial estabelecida em lei especial. - Bifrontes (ex: fiança / mandato, pode assumir tanto forma onerosa, quanto gratuita). 
c) Quanto aos efeitos: Gagliano, pág. 370 - Inter vivos (durante a vida); - causa mortis (após a morte).
d) Quanto à forma: Gagliano, pág. 370 - formais ou solenes, ex: arts. 108, 819, 1.806, CC (ex: casamento);