SDE0120_AV2 ÉTICA, LEGISLAÇÃO E EXE. PROF. EM ENFERMAGEM (1)
4 pág.

SDE0120_AV2 ÉTICA, LEGISLAÇÃO E EXE. PROF. EM ENFERMAGEM (1)


DisciplinaÉtica, Legislação e Exercício Profissional em Enfermagem348 materiais6.503 seguidores
Pré-visualização2 páginas
associação obrigatória.
	
	O Conselho Federal e os Conselhos Regionais não são órgãos disciplinadores do exercício profissional de enfermeiros e das demais profissões compreendidas nos serviços de enfermagem.
	
	ABEN é uma sociedade civil, sem fins lucrativos. É uma entidade de direito privado, de caráter cultural, científico e político, regida por um estatuto com prazo e vigência indeterminada. Nela se associam individual e obrigatoriamente enfermeiro (os), técnicos de enfermagem e demais profissionais como sócios efetivos, além de estudantes dos cursos de graduação em enfermagem como sócios especiais.
	
	A ABEN luta em defesa da classe, promovendo o desenvolvimento técnico, científico, cultural e político e por isso, a associação é obrigatória.
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201201488660)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	1.A Enfermagem e suas atividades Auxiliares somente podem ser exercidas por pessoas legalmente habilitadas e inscritas no Conselho Regional de Enfermagem com jurisdição na área onde ocorre o exercício.O planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços da assistência de enfermagem é uma atribuição do caráter
		
	
	Nenhuma das alternativas acima
	
	Comum aos profissionais da enfermagem
	
	Comum ao enfermeiro e ao técnico de enfermagem apenas;
	
	Privativo do médico.
	 
	Privativo do enfermeiro
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201201502285)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	O Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem leva em consideração anecessidade e o direito de assistência em enfermagem da população, os interesses do profissional e de sua organização. Está centrado na pessoa, família e coletividade e pressupõe que os trabalhadores de enfermagem estejam aliados aos usuários na luta por uma assistência sem riscos edanos e acessível a toda população.O presente Código teve como referência os postulados da Declaração Universal dosDireitos do Homem, promulgada pela Assembléia Geral das Nações Unidas (1948) e adotada pela Convenção de Genebra da Cruz Vermelha (1949), contidos no Código de Ética do Conselho Internacional de Enfermeiros (1953) e no Código de Ética da Associação Brasileira de Enfermagem(1975). Teve como referência, ainda, o Código de Deontologia de Enfermagem do Conselho Federal de Enfermagem (1976), o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem (1993) e as Normas Internacionais e Nacionais sobre Pesquisa em Seres Humanos [Declaração Helsinque (1964), revista em Tóquio (1975), em Veneza (1983), em Hong Kong (1989) e em Sommerset West (1996) e a Resolução 196 do Conselho Nacional de Saúde, Ministério da Saúde (1996). Mediante ao Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. Marque a opção correta que caracteriza as Relações profissionais e Direitos.Descritas no Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem.
		
	
	Art. 3º - Apoiar as iniciativas que visem ao aprimoramento profissional e à defesa dos direitos pessoais da categoria e da sociedade.
	
	Do Capítulo I, Das Relações Profissionais e Dos Direitos, Art. 4º - Obter desagravo público e privado por ofensa que atinja a profissão, por meio do Conselho Federal de Enfermagem
	
	Nenhuma das opções acima contemplam o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem
	 
	Art. 2º - Aprimorar seus conhecimentos técnicos, científicos e culturais que dão sustentação a sua prática profissional.
	
	Art. 1º - Exercer a enfermagem sem liberdade, sem autonomia e ser tratado segundo os pressupostos e princípios legais, éticos e dos direitos humanos.
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201201502181)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	Relativamente às situações limite do segredo profissional por nós colocadas, podemos constatar que em relação à situação limite do segredo profissional, em que uma parturiente VIH-positivo pede à equipa de enfermagem para não divulgar ao marido que é seropositiva, pois contraiu o vírus com o anterior companheiro, a maioria dos enfermeiros entende que não se deve divulgar ao marido, pois está em causa, uma quebra de segredo profissional. Em relação, à situações limite de uma mulher que se dirige ao serviço de urgência e demonstra marcas evidentes de ter sofrido agressões físicas, e confessa que foi agredida pelo marido, mas que não pretende efectuar queixa, e pede ao profissional de enfermagem para não o fazer. O enfermeiro, é obrigado a guardar o segredo profissional sobre o que toma conhecimento no exercício pleno de sua profissão, assume o dever de: O enfermeiro, é obrigado a guardar o segredo profissional sobre o que toma conhecimento no exercício pleno de sua profissão, assume o dever de da humanização dos cuidados. Marque a opção correta abaixo, de acordo com o segredo profissional.
		
	
	Manter no desempenho das suas atividades, em todas as circunstâncias, um padrão de conduta pessoal que dignifique a profissão ou para prejudicar o paciente/cliente.
	 
	Integrar a equipa de saúde, em qualquer serviço em que trabalhe, colaborando, com a responsabilidade que lhe é própria, nas decisões sobre a promoção da saúde, a prevenção da doença, o tratamento e recuperação, promovendo a qualidade e dando valor para os serviços do hospital e não respeitando o seu cliente/pacinte.e Assim, revelando o segredo.
	 
	Abster-se de receber benefícios ou gratificações além das remunerações a que tenha direito; e manter seguro o segredo profissional uma vez que lhe foi revelado e que não venha prejudicar a outra pessoa.Assim, o profissional não deverá revelar o segredo que lhe foi confiado.
	
	Não ser solidário com os outros membros da profissão em ordem à elevação do nível profissional do enfermeiro, que constitui a revelação do segredo profissional.
	
	Dos deveres para com a profissão Consciente de que a sua ação se repercute em toda a profissão, o enfermeiro assume o dever de revelar o segredo em qualquer circunstância, seja ela qual for a sua natureza.
Luzilene
Luzilene fez um comentário
prova de av3
0 aprovações
Carregar mais