A Astrologia do Karma - Pauline Stone
266 pág.

A Astrologia do Karma - Pauline Stone


DisciplinaAstrologia611 materiais2.096 seguidores
Pré-visualização50 páginas
mais de perto ao desafio pessoal de vida. O estudo do 
karma de massa ou de geração, indicado pelo signo ocupado pelos planetas exteriores, 
é uma outra questão que merece um exame em separado. 
 
 
No mapa natal, Urano tem por função desenvolver a compreensão universal, 
proporcionando oportunidades de contato com vários aspectos da "jóia multifacetada 
da verdade" no decorrer da vivência individual. Na área da vida em questão, o desafio 
é superar o senso de vaidade pessoal e dar valor ao ponto de vista alheio. Assim 
fazendo, começamos a demolir as barreiras que nos isolam dos outros no nível mental 
e a desenvolver nosso potencial de vislumbres intelectuais e PES. 
Outro desafio, parecido com este, consiste em passar da independência cega e 
da revolta contra as restrições para uma posição de flexibilidade positiva, onde se 
admite a necessidade de viver a vida de várias formas diferentes, levando porém em 
conta a repercussão que os atos podem ter para os outros. Nessa área da vida é 
preciso aprender a distinguir entre experiência válida \u2014 aquela que permite aumentar 
a compreensão \u2014 e experiência errática e inconseqüente, que simples-mente impede 
a assimilação de qualquer coisa que valha a pena. 
Para uma descrição mais completa do significado de Urano nas casas e seus 
aspectos com outros planetas, ver Capítulo 12, "A escola de Urano". 
 
 
O signo de Aquário 
 
Em conformidade com seu regente, Urano, o signo de Aquário se expressa 
através da necessidade de entender a unicidade fundamental do universo no âmbito 
do papel peculiar desempenhado por todos os elementos que constituem o cosmo, e 
do valor igual dos papéis desempenhados por esses elementos. Este é o signo 
relacionado com a exploração de alternativas, tema básico da Era de Aquário. 
O que motiva este signo a agir, principalmente quando o Sol ou Marte caem em 
Aquário, é a criação de uma sociedade igualitária, onde cada parte ou indivíduo tenha 
seu valor reconhecido. No melhor dos casos, este signo sabe da importância de todos 
os componentes do universo e trabalha em prol do bem-estar do todo, não de uma de 
suas partes. Há uma pronunciada necessidade de ser visto como alguém que tem 
pontos de vista realmente universais, mostrando o mesmo respeito pelo homem, pela 
natureza e por todo o cosmo. 
Do outro lado da escala, Aquário pode ser vaidoso e preconceituoso no que se 
refere àqueles que são diferentes dele. Também pode preocupar-se com a liberdade e 
desprezar os direitos dos outros, chegando ao ponto de zangar-se e reagir 
violentamente contra quem parece ameaçar sua liberdade pessoal. 
Em algum ponto intermediário fica o militante aquariano, muitas vezes 
engajado em campanhas para defender direitos de grupos minoritários, mas mesmo 
assim incapaz de entender o conceito de unicidade e levar em conta os interesses do 
todo. Nesse estágio em que a atenção está voltada para o grupo, muitas vezes há um 
ardente interesse pela política, em especial pelo socialismo, bem como por todos os 
tipos de serviço social. Aquário se sente atraído por qualquer empreendimento 
coletivo onde haja oportunidade de cooperação entre os participantes e que seja 
administrado democraticamente. 
Aquário, em geral, baseia suas reações na análise imparcial da situação, porém 
num contexto consideravelmente mais amplo que o de seu correspondente geminiano 
(Mercúrio, a vibração inferior de Urano, rege Gêmeos). No melhor 
 
 
dos casos, este signo caracteriza-se pelo julgamento objetivo, sendo capaz de perceber 
a verdade sob muitos ângulos diferentes, em vez de adotar um enfoque pessoal e 
tendencioso. Principalmente quando a Lua cai em Aquário, é capaz de entender e 
aceitar as pessoas de todas as classes sociais, sem condená-las, o que lhe permite 
mover-se com desembaraço em qualquer ambiente e dentro do seu vasto círculo de 
conhecidos. Mas, no pior dos casos, é arrogante e intolerante com todas as emoções, 
que não cabem em sua visão desapaixonada. 
O intelecto pode operar de forma magnífica \u2014 sobretudo quando Mercúrio está 
em Aquário \u2014 sendo intrinsecamente capaz de ter acesso à fonte universal do 
conhecimento, trazendo à tona, assim, idéias ou invenções "novas". No mínimo, existe 
capacidade de assimilar rapidamente as idéias novas, tanto na área da ciência como no 
ocultismo. A base desse dom é a capacidade de entender o inter-relacionamento entre 
todos os componentes do universo, ou de ver, com os olhos da mente, a unicidade do 
todo. Entretanto, até atingir esse patamar, o intelecto empenha-se numa luta contra as 
barreiras que impedem sua visão e que se originam da incapacidade de reconhecer o 
valor das idéias que diferem das suas. Nesse estágio, Aquário menospreza tais idéias. 
Sem dúvida, já sabe o que é liberdade de expressão, mas ainda nega esse direito aos 
outros. 
Este é o signo essencialmente capaz de sentir o verdadeiro amor fraternal \u2014 não 
emocional \u2014 dedicando afeto idêntico a todos os seus semelhantes, homens e 
mulheres. Para poder cobrir tantas direções, Aquário precisa ser necessariamente 
desprendido, pois o envolvimento intenso inibiria seu desejo de confraternização 
liberal. Mas o grande desafio deste signo \u2014 sobretudo quando Vênus cai em Aquário 
\u2014 é conseguir um equilíbrio entre a sua liberdade e a dos outros. Sua diligente defesa 
do direito de se associar a quem quiser e quando quiser pode muito bem ser feita à 
custa dos outros. Em qualquer parceria ou grupo, é preciso que todos desfrutem do 
mesmo grau de liberdade \u2014 caso contrário, não pode haver verdadeira liberdade. 
 
 
A Décima Primeira Casa 
 
A Décima Primeira Casa refere-se a todas as atividades que servem para 
propiciar a compreendo universal. Significa as atividades que nos ajudam a encarar os 
outros como nossos irmãos, cada um singular, mas todos situados no mesmo plano. 
Basicamente, trata-se das atividades grupais (clubes, sociedades, reuniões 
sociais) que nos colocam em contato com um grande número de pessoas diferentes, 
que tendem a ser geridas de maneira democrática e igualitária. As comunidades 
empresas cooperativas também cabem nesse perfil. Essas mesmas atividades podem 
inclusive gerar um enfoque mais equilibrado da liberdade, pois seu bom êxito depende 
do respeito mútuo pela igualdade de direitos e pela liberdade de todos os membros. 
A Décima Primeira Casa também pode ser considerada representativa de todos 
os tipos de trabalho social, pois essas atividades aprimoram nossa compreensão das 
pessoas de todos os tipos de classes, e por meio dela adquirimos senso de fraternidade 
(do latim socius = amigo). Da mesma forma, o serviço social em 
 
 
geral atrai as pessoas que sentem forte necessidade de ajudar os outros a fazer valer 
seus direitos e de implantar maior justiça social. Observe-se que o tipo de "trabalho 
social" associado à Décima Primeira Casa difere do da Décima Segunda pela ausência 
de envolvimento emocional. A Décima Primeira Casa tem por função apenas 
desenvolver uma consciência intelectual e imparcial. 
A política figura com destaque entre os assuntos da Décima Primeira Casa, já 
que supostamente a função das organizações políticas é representar os direitos dos 
seus partidários e garantir-lhes melhores condições sociais. 
 
 
7 
 
NETUNO: PORTAL DO AMOR UNIVERSAL 
E DA BELEZA UNIVERSAL 
Peixes e a Décima Segunda Casa 
Netuno ficou conhecido como vibração superior de Vênus, pois enquanto Vênus 
lida com a experiência da beleza e do amor do ponto de vista pessoal, a função de 
Netuno é elevar a experiência da beleza e do amor a um nível que transcende as 
necessidades do ego. Netuno é a segunda das três energias da Nova Era que apela 
mais para a natureza espiritual do que física da humanidade e nos incita a deixar de 
lado o eu em nome do propósito maior da universalidade. 
Já vimos no capítulo anterior que os alicerces da unidade