A Dimensão Galática da Astrologia - Dane Rudhyar
209 pág.

A Dimensão Galática da Astrologia - Dane Rudhyar


DisciplinaAstrologia611 materiais2.098 seguidores
Pré-visualização50 páginas
existem pelo menos doze tipos de combustíveis, cada 
qual representado pela posição do Sol nos signos do zodíaco, portanto pela relação 
especial entre a Terra e o Sol no nascimento.
Por outro lado, o Sol considerado uma estrela \u2014 entre bilhões de outras na 
Galáxia \u2014 simboliza o conjunto característico de possibilidades de consciência e 
atividade exterior que definem o reino humano e o arquétipo Homem. Ou seja, a 
relação física real da Terra e do Sol no momento do nascimento de um ser humano 
indica simbolicamente como esse organismo recém-nascido se sintoniza com um 
determinado aspecto de todo o potencial inerente ao Homem, e por conseguinte, 
reflexivamente e biopsiquicamente, com a "natureza humana". Se mencionássemos 
apenas doze destes aspectos da natureza humana, estaríamos naturalmente 
generalizando demais \u2014 daí a pouca validade da astrologia solar popular, 
sobretudo porque analisa somente a posição do Sol no zodíaco. Exige-se um estudo 
mais aprofundado, relacionada com o nível mais individualizado dos valores huma-
nos. Os símbolos dos 360 graus do zodíaco referem-se teoricamente a este nível. 
Discuti esses símbolos e seus significados no meu livro An Astrological Mandala. 
O conjunto de símbolos "sabeus" que reinterpretei talvez não seja definitivo no que 
concerne ao significado dos graus
do zodíaco, mas atualmente é o mais significativo, não apenas pelo seu conteúdo, 
mas também devido ao modo extraordinário como foi obtido (ver "Os Símbolos 
Sabeus: Sua Origem e Estruturas Internas", Parte 1, cap. 2).
O símbolo do grau do zodíaco onde se localiza o Sol natal de um indivíduo 
fornece alguma indicação \u2014 não obstante ambígua em muitos casos \u2014 referente ao 
aspecto específico da natureza humana que este indivíduo desenvolveria caso 
cumprisse seu potencial humano inato em sintonia com o amplo modelo geral da 
Galáxia, em cujas atividades o Sol toma parte. Em termos mais simples, o grau do 
Sol natal relaciona-se com o propósito essencial da vida do indivíduo, 
compreendendo-se a palavra "propósito" em sentido transcendente à categoria social 
de propósito culturalmente determinado.
A guisa de ilustração, tomarei a carta natal do grande ocultista e filósofo 
alemão Rudolph Steiner, homem de inúmeros talentos filosóficos, esotéricos, 
educacionais e artísticos, clarividente e fundador do Movimento Antroposófico. 
Steiner nasceu com o Sol a 9°20' de Peixes; e o 10° grau de Peixes tem o seguinte 
símbolo e interpretação:
Aviador prossegue em sua jornada, voando por entre nuvens que ocultam o 
solo: a habilidade humana de desenvolver poderes e artes que, transcendendo as 
limitações naturais, possibilitam-lhe a atuação em esferas mental-espirituais. Ele o 
faz como um indivíduo no comando de poderosas energias, mas também como 
herdeiro dos esforços de incontáveis inovadores e administradores... o símbolo 
evoca a aquisição de mestria. (An Astrological Mandala.)
Sem dúvida, este símbolo é bastante adequado, conquanto não se deduza daí 
que Steiner foi um "Mestre"! Simplesmente, ele representou o florescimento de uma 
longa tradição cultural, ao que parece direta ou indiretamente relacionada com o 
Movimento Rosa-Cruz.1
A carta natal do presidente Dwight Eisenhower, nascido quando o Sol 
encontrava-se no 22° grau de Libra \u2014 a apenas 5 graus de Urano \u2014 fornece outro 
exemplo. O interessante símbolo do grau, como na maioria dos casos, não deve ser 
interpretado literalmente, não obstante apontar para uma qualidade, a qual pode ter 
sido função de Eisenhower mostrar na sua vida muito especial.
1. Sua carta é mostrada em meu livro Person-Centered AstroIogy (Lakemont, Ga.: CSA Presa, 
1972); Astrologia Centrada na Pessoa, Editora Pensamento, São Paulo, 1990.
Uma criança dá de beber aos pássaros numa fonte: A preocupação das almas 
simples com o bem-estar e saúde dos seres menos desenvolvidos, sedentos de 
renovação de vida... este símbolo, a relação entre "criança" e "pássaros" implica 
uma harmonia espontânea e ingênua no nível espiritual, um toque da alma no nível 
dos sentimentos puros.. . palavra-chave: solicitude.
Na carta natal de Albert Einstein, o Sol localiza-se no 24° grau de Peixes, 
assim simbolizado:
Numa ilhota cercada pela vasta amplidão do mar, as pessoas vivem em 
íntima interação \u2014 palavra-chave: centralização.
Seja qual for o significado do símbolo na vida pessoal e espiritual de 
Einstein, vale notar que sua Teoria da Relatividade, hoje oficialmente aceita, 
desafiou o conceito de infinidade espacial, levando ao modelo de "ilhas universos". 
Einstein centralizou inúmeras idéias novas num conceito integrador, e assim 
presumivelmente realizou seu propósito de vida.
Via de regra, o símbolo não apenas precisa ser reinterpretado segundo a 
situação de vida específica; mas o indivíduo talvez não consiga realizar a tarefa 
arquetípica à sua frente de maneira espiritual e construtiva. O caso de Benito 
Mussolini, símbolo do fascismo moderno, é significativo se recordarmos que seu 
movimento fascista nasceu do temor à disseminação de uma nova onda comunista 
na Itália pós-I Guerra Mundial.
Uma garota "hippie" enfrenta uma senhora conservadora e antiquada: 
relativo à crise coletiva, cultural e social que nos desafia a perceber a relatividade 
dos valores sociais.
Neste curioso símbolo percebemos um novo ideal de existência desafiando a 
velha ordem. Mussolini optou por enfrentar o desafio destruindo impiedosamente 
tudo e todos que parecessem proclamar a necessidade de reforma de um sistema 
obsoleto.
2) Salientei em capítulos anteriores que Urano, Netuno e Plutão, conquanto 
estejam no sistema solar, não pertencem a ele. Representam a tentativa trifacetada 
de modificar a consciência humana do estado tridimensional Sol-Saturno de 
relativo cativeiro para o nível galáctico
quadridimensional. Considero essencial tal interpretação do caráter e da função dos 
planetas transaturninos, pois permite ao astrólogo dar um significado construtivo e 
transformador \u2014 não obstante possa ser catártico \u2014 a uma variedade de eventos 
externos e confrontos internos que nossa sociedade, bem como a maioria dos 
psiquiatras e psicólogos, não conseguem avaliar à luz de uma orientação espiritual e 
construtiva.
Na vida atual, Urano, Netuno e Plutão simbolizam tudo o que pode ajudar a 
grande maioria das pessoas, e as diversas culturas e grupos sócio-religiosos que 
ainda exigem a fidelidade inquestionável das pessoas, a aceitar a presente crise (e as 
iminentes) como única maneira de alcançarem um estado de existência total e 
orientado espiritualmente. Até mesmo o episódio psicótico ou, em nível nacional, a 
série de eventos cataclísmicos (sejam eles telúricos ou criados pelo homem) podem 
constituir um meio para a transformação radical e para o renascimento espiritual. 
Contudo, isto só poderá ocorrer se a principal característica do futuro for no mínimo 
imaginada, tomando-se assim um ideal consciente e ansiado pelo qual o homem 
deve lutar. Não bastam a profunda lassidão e repugnância à atual condição, o que só 
fará precipitar a destruição prematura e gratuita que condenam a revolta à futilidade.
Para que Netuno e Plutão sejam integralmente aceitos como hierofantes que 
nos guiam rumo à nova vida, é preciso que exista a visão uraniana; e sem a 
compaixão e compreensão incondicional da relação interpessoal representada por 
Netuno, a atividade simbolizada por Plutão deverá ser drástica e cruel, mesmo se 
fria e intelectualmente justificável nas presentes condições. Assim, a forma como 
estes três planetas de polarização galáctica relacionam-se entre si \u2014 através de 
aspectos, "Rodas" e/ou pontos médios 2 \u2014