Locação das coisas 2
3 pág.

Locação das coisas 2


Disciplina<strong>direiro</strong>4 materiais14 seguidores
Pré-visualização3 páginas
www.qconcursos.com

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT - 23ª REGIÃO (MT)

Lucas, empregado de Fit Construções, \ufb01rmou contrato de locação com Mauro, pelo prazo de 30 meses, tendo sido
estipulado que, em caso de devolução antecipada do imóvel, seria devida multa equivalente a 3 aluguéis. Depois do início
do contrato, Fit Construções transferiu Lucas para localidade diversa, levando-o a devolver o imóvel. Para que ocorra a
devolução, Lucas deverá

A
noti\ufb01car Mauro com antecedência mínima de 30 dias, \ufb01cando dispensado do pagamento de multa apenas no caso de
Fit Construções se tratar de empresa pública.

B pagar a multa pactuada, em sua integralidade.

C pagar a multa pactuada proporcionalmente ao período de cumprimento do contrato.

D
noti\ufb01car Mauro com antecedência mínima de 30 dias e pagar a multa pactuada proporcionalmente ao período de
cumprimento do contrato.

E
noti\ufb01car Mauro com antecedência mínima de 30 dias, \ufb01cando dispensado do pagamento de multa, seja Fit
Construções empresa pública ou privada.

Ano: 2015 Banca: ASSCONPP Órgão: Prefeitura de Xaxim - SC

Com base no Código Civil, assinale a alternativa incorreta.

A
No contrato de troca ou permuta, salvo disposição em contrário, cada um dos contratantes pagará por metade as
despesas com o instrumento da troca;

B
Considera-se doação o contrato em que uma pessoa, por liberalidade, transfere do seu patrimônio bens ou vantagens
para o de outra;

C
Na locação de coisas, uma das partes se obriga a ceder à outra, por tempo determinado ou não,o uso e gozo de coisa
não fungível, mediante certa retribuição;

D O comodato é o empréstimo gratuito de coisas fungível e perfaz-se com a tradição do objeto.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ-PE

Em locação não residencial de imóvel urbano, na qual o locador procede à prévia aquisição, construção ou substancial
reforma, por si mesmo ou por terceiros, do imóvel então especi\ufb01cado pelo pretendente à locação, a \ufb01m de que seja a este
locado por prazo determinado,

A

poderá ser convencionada a renúncia ao direito de revisão do valor dos aluguéis durante o prazo de vigência do
contrato de locação e em caso de denúncia antecipada do vínculo locatício pelo locatário, compromete-se este a
cumprir a multa convencionada, que não excederá, porém, a soma dos valores dos aluguéis a receber até o termo
\ufb01nal da locação.

B
prevalecerão as condições livremente pactuadas no contrato, não incidindo qualquer disposição restritiva prevista na
legislação que rege a locação predial urbana, nem se admite a resilição unilateral pelo locatário, ou a retomada pelo
locador, antes de \ufb01ndo o prazo contratual, salvo por falta de pagamento de aluguel e encargos da locação.

C
prevalecerão as condições livremente pactuadas no contrato que, entretanto, não poderá ser \ufb01rmado por prazo
inferior a dez anos e, salvo disposição expressa em sentido contrário, não admitirá ação revisional de aluguel, nem
ação renovatória do contrato.

D
não poderá ser convencionada a renúncia ao direito de revisão do valor dos aluguéis durante o prazo de vigência do
contrato de locação, mas o locatário poderá devolver o imóvel locado, pagando a multa pactuada, proporcional ao
período de cumprimento do contrato, ou, na sua falta, a que for judicialmente estipulada.

21 Q549024 > Direito Civil Contratos em Espécie , Locação de Coisas
Prova: FCC - 2015 - TRT - 23ª REGIÃO (MT) - Juiz do Trabalho Substituto

22 Q517805
 >

Direito Civil Contratos em Espécie , Troca ou Permuta, Contrato Estimatório e Doação ,

Empréstimo: Comodato e Mútuo Locação de Coisas
Prova: ASSCONPP - 2015 - Prefeitura de Xaxim - SC - Contador

23 Q494755 > Direito Civil Contratos em Espécie , Locação de Coisas
Prova: FCC - 2015 - TJ-PE - Juiz Substituto

E
prevalecerão as condições livremente pactuadas no contrato respectivo, e não se admite a rescisão do contrato antes
do prazo contratual, exceto por falta de pagamento de aluguel e encargos da locação, nem a ação renovatória desse
contrato ou a ação revisional de aluguel.

Ano: 2015 Banca: FGV Órgão: TJ-BA

Armando constituiu formalmente o direito real de usufruto de um apartamento em favor de sua \ufb01lha Fenícia para garantir-
lhe moradia próxima à sua residência. Acontece que Fenícia, pretendendo residir em outro bairro, locou o imóvel em
usufruto para utilizar o valor recebido a título de locação para pagar o aluguel do outro imóvel que pretendia alugar para
morar. É correto a\ufb01rmar que a locação em questão é:

A perfeitamente válida, já que é direito do usufrutuário fruir da coisa, percebendo os frutos;

B perfeitamente válida, já que o usufrutuário passa a ser o proprietário do bem em usufruto;

C perfeitamente válida, já que o usufrutuário tem, inclusive, o direito de dispor da coisa em usufruto;

D juridicamente nula, já que o usufrutuário não pode dispor do bem em usufruto;

E anulável, dispondo o interessado do prazo decadencial de seis meses para pleitear a anulação.

Ano: 2015 Banca: FUNDEP (Gestão de Concursos) Órgão: TCE-MG

Analise a situação hipotética a seguir.
Em determinado contrato de locação, o reajuste dos aluguéis foi \ufb01xado de acordo com a variação do salário mínimo, por
expressa permissão legal. Durante a vigência desse contrato, também foi aprovada nova lei, proibindo terminantemente
qualquer reajuste de preços, inclusive de aluguéis, com base na variação do salário mínimo. Considerando o contrato em
questão e a nova lei, assinale a alternativa CORRETA.

A
A nova lei não se aplica mesmo em relação aos reajustes futuros, porque o contrato celebrado sob a lei antiga por ela
se regerá, de acordo com o princípio da irretroatividade das leis.

B
Em relação aos reajustes anteriores à nova lei, que porventura não tenham sido efetuados, aplicar-se-á a lei antiga,
conforme o princípio da irretroatividade das leis. No entanto, com relação aos reajustes futuros, aplicar-se-á a lei nova,
uma vez que não estará, nesse caso, retroagindo, mas operando ex nunc.

C
Como o contrato estava em vigor, quando da aprovação da lei nova, esta passará a regê-lo, não havendo, no caso,
qualquer atentado ao princípio da irretroatividade das leis.

D
Em relação aos reajustes anteriores à nova lei, que porventura não tenham sido efetuados, aplicar-se-á a lei nova, por
não haver desrespeito ao princípio da irretroatividade das leis. O mesmo já não se diga dos reajustes futuros, em que
se aplicará a lei antiga, para que a lei nova não retroaja.

E
A nova lei balizará os reajustes futuros, aplicando-se ex tunc. Quanto aos reajustes já efetuados, deverão ser revistos,
devendo a nova lei se lhes aplicar ex nunc.

Ano: 2014 Banca: FGV Órgão: PGM - Niterói

Mário Farias, locador, celebrou contrato de locação residencial urbana com Patrícia Fonseca, locatária, pelo prazo de 30
meses. Findo o prazo contratual e não havendo interesse das partes em renovar a relação locatícia, Patrícia procedeu à
entrega das chaves do imóvel, o que foi recusado por Mário. O argumento utilizado pelo locador era o de que a locatária
havia violado cláusula contratual que imputava a ela obrigação de realizar as reformas necessárias no imóvel como
condição para a devolução das chaves. Não havia na cláusula aludida a especi\ufb01cação do que seriam &quot;reformas necessárias&quot;,
mas a indicação de que estas seriam de\ufb01nidas pelo locador em vistoria ao apartamento locado. Esta cláusula ainda
estabelecia uma multa diária de 20% do valor do aluguel corrente por dia não iniciado da reforma.
A respeito desta cláusula, assinale a a\ufb01rmativa correta.

A
Trata-se de cláusula condicional suspensiva potestativa pura, sendo considerada ilícita pelo ordenamento jurídico
brasileiro pois confere excessivos poderes ao locador, em prejuízo do locatário.

B
Trata-se de cláusula condicional resolutiva simplesmente potestativa, sendo permitida no ordenamento jurídico
brasileiro e autorizando o exercício da autotutela do direito do locador