A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Michal Kalecki

Pré-visualização | Página 1 de 1

Michal Kalecki foi um economista Polonês, especializado em macroeconomia. Sua teoria parte do estudo da evolução dos principais componentes da demanda efetiva. 
A grande preocupação de Kalecki foi estudar os ciclos econômicos, pois estes determinavam a sua preocupação com o desemprego, a capacidade ociosa e a queda do nível de renda nacional. Neste contexto, o princípio da demanda efetiva terá um papel fundamental na explicação do nível de emprego e renda.
Na teoria da demanda efetiva diz que em uma economia mercantil, como a capitalista, se produz com o propósito de vender as mercadorias por seu preço de produção, e com isso obter o lucro que elas contêm. Por esta razão é o mercado quem determina os níveis de atividade econômica (produto, emprego, lucros e salários). O limite de tais níveis está fixado no curto prazo pela amplitude das capacidades produtivas existentes.
Semelhante a teoria de Keynes, Kalecki nota uma instabilidade fundamental da atividade econômica em uma economia “capitalista”. Para Kalecki, a economia capitalista e dinamicamente instável.
Kalecki estuda também as economias capitalistas dividindo as classes sociais em capitalista e trabalhador, existindo, porém, o consumo dos trabalhadores e consumo dos capitalistas, na qual haverá lucros e salários que, a articulação destas categorias é fundamental para explicar a dinâmica do sistema.
Apesar da macroeconomia ter algumas semelhanças com a teoria de Keynes, há contradições entre elas. Na teoria Kaleckiana a função de consumo não importa, pois os investimentos que determinam a atividade econômica. Outra diferença importante é que Kalecki coloca “o capitalista” no centro dos processos econômicos investidos, ou seja, os lucros são determinados pelos os investimentos.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.