A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
TECNOLOGIA DOS MATERIAIS UNINTER   ATIVIDADE PRATICA

Pré-visualização | Página 1 de 1

ATIVIDADE PRÁTICA – Tecnologia dos Materiais 
O aluno deve identificar três tipos de materiais diferentes (1 metal, 1 cerâmico e 1 polímero), 
em uma máquina ou equipamento de seu trabalho ou de seu uso diário. Deve fazer um 
relatório descrevendo cada um destes três materiais, descrevendo suas estruturas cristalinas e 
suas propriedades mecânicas, bem como em qual parte da máquina ou do equipamento se 
localiza e qual sua função. 
Após esta descrição deve escolher um dos materiais que identificou e propor sua troca por 
outro material de engenharia qualquer, que atenda as propriedades mecânicas que o material 
que vai ser substituído possui. 
 
Metal: puxador de alumínio (armários) 
Um dos materiais metálicos mais versáteis, econômicos e atrativos para uma vasta série de 
aplicações é o alumínio e também suas ligas. A aplicação como metal estrutural só é menor 
que a dos aços. A densidade do alumínio é de 2,7 g/cm³, cerca de 1/3 da do aço, o que o torna 
bastante útil na construção de estruturas móveis em conjunto com sua elevada resistência 
mecânica. O Alumínio não é toxico, não é ferromagnético, possui elevadas condutividades 
térmica e elétrica e é resistente à oxidação progressiva, já que os átomos da sua superfície se 
combinam com o oxigênio da atmosfera, formando uma camada de óxido protetor que 
impede a progressão da deterioração do material. O alumínio com determinados tratamentos 
e/ou elementos de liga se torna resistente à corrosão em meios agressivos. O alumínio 
também encontra aplicações em peças decorativas, graças à sua superfície brilhante e 
refletiva. 
 
 
 
 
Polímero: Corpo de caneta industrial 
Os policarbonatos são um tipo particular de polissacarídeos, polímeros de cadeia longa, 
formados por grupos funcionais unidos por grupos carbonato são moldáveis quando 
aquecidos, sendo por isso chamados termoplásticos. Como tal, estes plásticos são muito 
usados atualmente na moderna manufatura industrial e no design. Material possui 
transparência quando não pigmentado, resistência térmica e a impacto. O policarbonato pode 
ser processado por injeção, extrusão, termoformagem ou sopro. 
 
 
 
Cerâmico: Capa de vidro de lanterna (proteção da lâmpada) 
O vidro é um material frágil, porém não fraco constituindo uma substância sólida e amorfa, 
que apresenta temperatura de transição vítrea. Ele tem grande resistência a ruptura, podendo 
mesmo ser utilizado em pisos, é duro e rígido, porém não tenaz, não sendo apropriado para 
aplicáveis sujeitas a impactos. É um material reciclável, transparente, duro, impermeável a 
fluidos, isolante elétrico, com baixa condutividade térmica e vida útil prolongada. Apresenta 
boa reflexão, índice de refração, resistência a abrasão, durabilidade química, resistência ao 
fogo e isolamento acústico. No dia a dia o termo se refere a um material cerâmico 
transparente geralmente obtido com o resfriamento de uma massa líquida à base de sílica. Em 
sua forma pura, o vidro é um óxido metálico super resfriado transparente, de elevada dureza, 
essencialmente inerte e biologicamente inativo, que pode ser fabricado com superfícies muito 
lisas e impermeáveis. Estas propriedades desejáveis conduzem a um grande número de 
aplicações. No entanto, o vidro geralmente é frágil, quebra -se com facilidade. O vidro comum 
se obtém por fusão em torno de 1.250 °C de dióxido de silício, carbonato de sódio e carbonato 
de cálcio. 
 
 
 
 
 
Sugestão de troca de material 
Minha sugestão de troca é do material cerâmico (capa de vidro de laterna – proteção da 
lâmpada) por acrílico que é um material polimérico. O acrílico possui as características 
necessárias como a transparência por exemplo, porém é menos frágil resistindo mais a 
possíveis impactos.