A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Prova Filosóficos gabaritos

Pré-visualização | Página 3 de 7

C
	Somente as proposições I, III e IV estão corretas.
	
	D
	Somente as proposições II, III e IV estão corretas.
Questão 2/10
Com relação ao currículo, Herbert Spencer também fez contribuições para o pensamento pedagógico. Quais são elas? Analise as proposições abaixo e, após, selecione a alternativa que contém os itens corretos.
I.    A educação deve dar subsídios à seguinte questão: Quais conhecimentos valem mais a pena adquirir? 
II.  No Brasil, o ensino de ciências no ensino fundamental, que compreende os conteúdos de química, física e biologia, revela uma clara influência spenceriana. 
III.  O ensino do grego e do latim são perfeitamente dispensáveis. 
IV.  Educação Artística ou Literatura são mais importantes, uma vez que estão relacionadas à primeira categoria de atividades essenciais, a da recreação e lazer. Estão corretas somente as proposições:
	
	A
	I, II e III
Você acertou!
Educação Artística ou Literatura são menos importantes, uma vez que fazem parte da última categoria de atividades essenciais, a da recreação e lazer.
	
	B
	I, II e IV
	
	C
	I, III e IV
	
	D
	II, III e IV
Questão 1/10
Assinale a alternativa que responde corretamente a seguinte questão: De acordo com Vasconcelos (2011) tradicionalmente se divide a história da filosofia em quatro grandes períodos, quais são eles?
	
	A
	Pré-histórica / histórica / Medieval e contemporânea.
	
	B
	Nascimento, desenvolvimento, maturidade e declínio.
	
	C
	Antiguidade / Idade Média / Idade Moderna e Idade Contemporânea.
Você acertou!
Tradicionalmente, dividimos a história da filosofia em quatro grandes períodos: Antiguidade, Idade Média, Idade Moderna e Idade Contemporânea.
	
	D
	Antes da história / Durante a histórica / Depois da história e pós-moderna.
Apols junto com outras disciplinas – filosóficos
Questão 6/10
Leia o fragmento de texto a seguir:
 
O gênio de Rousseau, que consagra a originalidade radical de sua empreitada, é o de ter pensado a educação como uma nova forma de mundo engajado, contraditoriamente, em um processo histórico de deslocamento. Enquanto seus contemporâneos mais ativos, também roçados pela “graça educacional”; e os mestres do pensamento se esmeravam, por meio da educação, de remodelar o homem, tornando-o senão um humanista, um bom cristão, um cavalheiro, um bom cidadão, Rousseau deixa de lado o conjunto das técnicas, rompendo com todos os modelos e proclamando que a criança não tem que se tornar outra coisa senão naquilo que ela deve ser [...]
 
Fonte: SOËTARD, Michel. Jean-Jacques Rousseau. Recife: Fundação Joaquim Nabuco / Editora Massangana, 2010. (p. 13-14)
 
De acordo com as aulas e com o livro-base da disciplina, analise as sentenças a seguir:
 
I – Defendendo que Deus criou o homem e a natureza, para Rousseau as relações do homem com a natureza estavam no próprio homem.
II – Um dos preceitos de Rousseau é de que todos os homens nascem bons, porém, a sociedade os corrompe.
III – Para muitos de seus contemporâneos, Rousseau era tido como um teórico que estava sempre na contracorrente.
 
Agora assinale a alternativa correta:
	
	A
	Estão corretas as sentenças II e III, apenas.
O mais influente filósofo da vertente naturalista é Jean-Jacques Rousseau, pensador natural de Genebra, nascido no século XVIII. Segundo Rousseau, o homem é bom por natureza, mas a sociedade o corrompe. Em muitos aspectos, porém, ele estava na contracorrente de seu tempo e polemizava frequentemente com seus contemporâneos. [...] (p. 48)
	
	B
	Estão corretas as sentenças I e II, apenas.
	
	C
	Estão corretas as sentenças I e III, apenas.
	
	D
	Está correta a sentença III, apenas.
	
	E
	Está correta a sentença I, apenas.
Questão 5/10
Leia o fragmento de texto a seguir:
 
[...] Alguns pré-socráticos conceberam como “almas” todos os “princípios das coisas” enquanto “coisas vivas”. [...] Contudo, antes de Platão se constituiu um complexo de especulações sobre a ideia de alma que mais tarde foi absorvido e, por assim dizer, “purificado” por esse filósofo. [...] Começou-se a crer que há em cada homem uma realidade de ordem divina, que preexistiu ao corpo e perdurará depois da morte e degeneração do corpo. [...] Platão acolheu essas ideias e aprimorou-as consideravelmente. No princípio, no Fédon, defendeu um dualismo quase radical do corpo e da alma. [...] A teoria da alma pura é em Platão o fundamento de sua teoria do conhecimento verdadeiro [...].
 
Fonte: FERRATER MORA, J. Dicionário de filosofia. 2 ed. Tomo I. São Paulo: Edições Loyola, 2004. P. 87.
 
            Considerando o texto e os conteúdos abordados no livro da disciplina, acerca da teoria de Platão sobre o ser humano, leia as sentenças a seguir, analisando-as:
 
I – O ser humano, para Platão, é sempre formado por dois elementos básicos, o corpo físico (material) e a alma (essência).
II – A alma humana é, para Platão, imaterial, e justamente por isso podemos dizer que ela é da mesma natureza das ideias.
III – O corpo, enquanto invólucro da alma, aprisiona-a, e, segundo Platão, impede-a assim de atingir o mundo inteligível.
IV – A alma é, na teoria de Platão, compreendida como um sopro, uma espécie de respiração, sem a qual o homem morre.
 
São corretas as afirmativas:
	
	A
	Afirmativas I, II e III, apenas.
As afirmativas I, II e III são corretas. A teoria de Platão sobre o conhecimento está estreitamente ligada ao modo como ele entende o ser humano. O homem, segundo o filósofo, resulta da união de dois elementos heterogêneros – a alma inteligível e o corpo material. A alma humana é da mesma natureza das ideias e, portanto, tem uma predisposição natural para conhecê-las. (p. 26). Para Platão, a união entre corpo e alma se dá de forma violenta. O corpo serve de prisão para a alma, que, enquanto estiver unida a ele, permanece incapaz de ascender ao mundo inteligível. (p. 27). A alternativa IV é falsa porque Platão não utiliza como metáforas palavras como “respiração” ou “sopro” para referir-se à “alma”.
	
	B
	Afirmativas I, III e IV, apenas.
	
	C
	Afirmativas II, III e IV, apenas.
	
	D
	Afirmativas II e III, apenas.
	
	E
	Afirmativas I, IV, apenas.
Questão 3/10
Leia o fragmento de texto a seguir:
 
[...] aprendem comportamentos e modos de sentir dos membros dos grupos dos quais participam. Por isso a educação "cria no homem um ser novo", insere-o em uma sociedade, leva-o a compartilhar com outros de uma certa escala de valores, sentimentos, comportamentos. Mais do que isso, nasce daí um ser superior àquele puramente natural. E se as maneiras de agir e sentir próprias de uma sociedade precisam ser transmitidas por meio da aprendizagem é porque são externas ao indivíduo.
 
QUINTANEIRO, Tânia; BARBOSA, Maria Ligia de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia Gardênia de. Um toque de clássicos: Marx, Durkheim e Weber. 2 ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. (p. 70)
 
De acordo com o texto e com os conteúdos e livro-base da disciplina, analise as proposições a seguir, a respeito de Émile Durkheim:
 
I – Durkheim atribui extrema importância ao “individual”, em detrimento ao social. O indivíduo, nesse caso, está acima do grupo social.
II – Segundo as proposições de Durkheim, todas as convicções que temos não são inatas, mas sim, aprendidas na interação com o meio.
III – Conforme Durkheim, os fatos sociais devem ser estudados da mesma forma como as coisas em geral.
IV – As proposições de Durkheim podem ser classificadas como funcionalistas, ou seja, como um dos ramos do positivismo.
 
Agora assinale alternativa correta:
	
	A
	Estão corretas as proposições I, II e III apenas.
	
	B
	Estão corretas as proposições II, III e IV apenas.
A proposição II está correta: “Outro importante princípio da teoria de Durkheim é o de que os conhecimentos, crenças, hábitos, valores, normas, tudo vem do exterior, isto é, do meio em que o indivíduo vive. Mesmo que um indivídio cultive profundas convicções como o apoio a determinado partido