A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
36 pág.
Anatomia Geral  Odontologia

Pré-visualização | Página 4 de 7

tendíneo 
- Formado pela inserção de vários músculos e pelo entrelaçamento de 
feixes do orbicular da boca 
- M. abaixado do ângulo da boca 
- M. Bucinador 
- M. Risório 
- M. Zigomático maior 
- M. Levantador do ângulo da boca 
Paola Luiz Casteler - 18200193 
 
Anatomia Geral – Odontologia - UFSC 
MÚSCULOS HIOIDEOS 
 Fixados ao osso hioide 
 Estabilizam o osso hioide 
 Movimentam o hioide, a laringe e a mandíbula 
Movimento da deglutição 
 Hioide sustenta o esqueleto e a laringe 
Deglutição: 
 Supra-hioideos elevam o hioide e a laringe 
 Infra-hioideos relaxados 
 Músculos da mastigação contraídos, estabilizando a mandíbula 
Movimento da mandíbula: 
 Supra-hioideos abaixam a mandíbula durante a mastigação 
 Infra-hioideos estabilizam o osso hioide 
MÚSCULOS SUPRA-HIOIDEOS 
 Frágeis, de ação rápida, porém curta 
 Movimentam o osso hioide 
 Capazes de movimentar a mandíbula quando o hioide está imobilizado 
 Considerados os mm. Abaixadores e retrusores da mandíbula 
 Colaboram na mastigação 
MÚSCULO DIGÁSTRICO 
 2 Ventres e 1 tendão intermediário 
 Origem: incisura mastoidea 
 Inserção: 
o Tendão intermediário: osso hioide 
o Tendão final: fossa digástrica da mandíbula 
 Inervação: 
o Ventre anterior: nervo trigêmeo 
o Ventre posterior: nervo facial 
 Eleva o osso hioide – mandíbula estável 
 Abaixador e retrusor da mandíbula – hioide fixo 
 Ventre anterior digástrico e geni-hioideo – abertura inicial da boca 
 Ventre posterior digástrico estabiliza o osso hioide 
 Ação: quando contrai tudo, traciona a mandíbula para trás, contribuindo para seu 
abaixamento, sinergista ao M. Pterigoideo Lateral 
 Promove a sensação de “bolos histericus” – engolir o choro 
Paola Luiz Casteler - 18200193 
 
Anatomia Geral – Odontologia - UFSC 
MÚSCULO MILO-HIOIDEO 
 Origem: linha obliqua da mandíbula (milo-hioidea) 
 Inserção: corpo do osso hioide 
 Inervação: nervo-hioideo (n. trigemio) 
 Eleva, forma e sustenta o assoalho da boca 
 Eleva o osso hioideo, a laringe e a língua 
 Hioide está fixado – contribuir para o abaixamento da retrusão da mandíbula 
 É um músculo bipenado (fibras obliquas) 
 
MÚSCULO GENI-HIOIDEO 
 Origem: espinha geniana (mentoniana) 
 Inserção: osso hioide 
 Inervação: 1º nervo cervical 
 Eleva o hioide e o assoalho da boca 
 Auxilia o m. digástrico na retrusão e abaixamento da mandíbula 
 
MÚSCULO ESTILO-HIOIDEO 
 Origem: processo estiloide 
 Inserção: osso hioide 
 Inervação: nervo facial 
 2 feixes: 1 ventre – que envolve o tendão intermediário do m. digástrico 
 Puxa o osso hioide para trás e para cima 
 Fixa o osso hioide quando atua em conjunto com os mm. Infra-hioideos 
 Contribui indiretamente com o movimento da mandíbula 
 
 
 
 
 
 
 
 
Paola Luiz Casteler - 18200193 
 
Anatomia Geral – Odontologia - UFSC 
MÚSCULOS INFRA-HIOIDEOS 
 São em forma de fita entre o osso hioide e o tórax 
 Inervados pelo 1º, 2º e 3º nervo cervical 
 Abaixam a laringe, o osso hioide e o assoalho da boca 
 Fixam o osso hioide para auxiliar a função dos mm. Supra-hioideos 
 
MÚSCULO ESTERNO-HIOIDEO 
 Origem: extremidade medial da clavícula, articulação esterno-clavicular e face 
posterior do manúbrio do esterno 
 Inserção: margem inferior do osso hioide, em ambos os lados da mandíbula, 
medialmente ao músculo omo-hioideo 
 Abaixa e fixa o osso hioide 
 Longo e delgado 
 Direção súpero-medial 
 
MÚSCULO OMO-HIOIDEO 
 Origem: margem superior da escápula 
 Inserção: 
o Margem inferior do osso hioide (tendão final) 
o Cruza o feixe vásculo-nervoso do pescoço (tendão intermédio) 
 Não se fixa em nenhum osso e não o contrai 
 Digástrico 
 Traciona póstero-inferiormente o osso hioide 
 
MÚSCULO ESTERNO-TIREOIDEO 
 Origem: face posterior do manúrio do esterno e 1ª cartilagem costal 
 Inserção: linha obliqua da cartilagem tireoide 
 Direção súpero lateral 
 Não tem ação direta no osso hioide 
 
MÚSCULO TIREO-HIOIDEO 
 Origem: linha obliqua da cartilagem tireoide 
 Inserção: margem inferior do osso hioide 
 Direção súpero lateral 
 Eleva a laringe com prévia fixação do osso hioide 
 Depressão do osso hioide quando este não está fixado 
Paola Luiz Casteler - 18200193 
 
Anatomia Geral – Odontologia - UFSC 
NEUROANATOMIA 
Função primordial: relacionar o animal com o ambiente 
 SENSORIAL: Detectar estímulos internos e externos (neurônios sensoriais ou aferentes) 
 INTEGRADORA: Processar a informação sensorial por analise e armazenamento bem 
como (interneurônios/neurônios associativos) – tratada de decisões 
 MOTORA: Respostas às decisões integrativas (neurônios motores ou eferentes) 
Divisão do sistema nervoso: 
 Critério morfológico: SNC e SNP 
 Critério funcional: SNS e SNV/SNA 
Morfo-funcional: 
1. VIA AFERENTE: Receptor 
2. VIA DE ASSOCIAÇÃO 
3. VIA EFERENTE: Efetor 
 
 
 
 
 
SNC
ENCÉFALO
CÉREBRO
TELENCÉLO
DIENCÉFALO
TRONCO 
ENCEFÁLICO
MESENCÉFALO
PONTE
BULBOCEREBELO
MEDULA 
ESPINAL
SNP
TERMINAÇÕES 
NERVOSAS
GANGLIOS
NERVOS
CRANIANOS-
ENCÉFALO
SENSITIVOS
MOTORES
VISCERAISESPINAIS-
MEDULA (mistos)
Paola Luiz Casteler - 18200193 
 
Anatomia Geral – Odontologia - UFSC 
NEURÔNIO 
1- CORPO CÉLULAR 
2- PROLONGAMENTOS CELULARES 
a. Axônios 
b. Dendritos 
3- BAINHA DE MIELINA 
- No axônio, pode ou não, ter bainha de mielina 
 Neurônio Multipolar: neurônio motor 
 Neurônio Bipolar: neurônio de associação 
 Neurônio Pseudounipolar: neurônio sensorial (aferente) 
 
SISTEMA NERVOSO CENTRAL (SNC) 
 Dentro do esqueleto axial 
 Encéfalo (cavidade craniana) 
 Medula espinal (cavidade vertebral) 
Estrutura do SNC: 
 Substância cinzenta: NÃO há mielina 
 Substância branca: HÁ mielina 
ENCÉFALO 
CÉREBRO 
TELENCÉFALO 
o Revestimentos Protetores: 
 Ossos do crânio 
 MENINGES 
 Dura-máter 
 Aracnoide 
 Pia-máter 
 Ventrículos encefálicos 
 LÍQUOR: liquido encéfalo-raquidiano 
 Fluido aquoso e incolor 
 Produzido nos ventrículos 
 Proteção mecânica do SNC 
 Espaço subaracnoide e cavidades ventriculares 
 
 
 HEMISFÉRIOS 
 Fissura longitudinal 
ESPAÇO ENTRE AS MENINGES NOME DO ESPAÇO (Entre) 
 Epidural Coluna/crânio e a dura-máter 
 Subdural Dura-máter e Aracnoide 
 Subaracnoide Aracnoide e Pia-máter 
Paola Luiz Casteler - 18200193 
 
Anatomia Geral – Odontologia - UFSC 
o Hemisfério esquerdo 
 Linguagem 
 Raciocínio matemático 
o Hemisfério direito 
 Habilidades artísticas 
 Relações especiais 
 Cada hemisfério possui 3 polos 
o Polo frontal 
o Polo occipital 
o Polo temporal 
 Sulcos e giros (Saliência) 
 Giro pré-central: Resposta motora 
 Sulco central: da fissura longitudinal até o sulco lateral 
 Giro pós-central: resposta sensorial 
 Sulco parieto-occipital 
DIENCÉFALO 
 TÁLAMO 
o Motricidade 
o Comp. Emocional 
o Ativação do córtex 
o Papel no estado alerta 
 HIPOTÁLAMO 
o Controle do SNA 
o Regulação da temperatura corporal, sono/vigília, ingestão, sist. 
Endócrino, ritmos cardíacos e diurese 
 EPITÁLAMO 
o Comportamento emocional – glândula pineal 
CEREBELO 
 Partes: 
o Hemisférios cerebelares e vermis (separa os hemisférios) 
 Funções: 
o Nível involuntário e inconsciente 
o Exclusividade motora 
o Equilíbrio e coordenação 
TRONCO ENCEFÁLICO 
 Localização: entre a medula e o diencéfalo 
o Ventralmente ao cerebelo 
o Conecta com a medula espinal e as estruturas encefálicas 
Paola Luiz Casteler - 18200193 
 
Anatomia Geral – Odontologia - UFSC 
MEDULA E NERVOS ESPINAIS 
o MEDULA: miolo (o que está dentro) 
o MEDULA ESPINAL: dentro do canal vertebral 
 Localização: dentro do canal vertebral,