PANCREATITE AGUDA
51 pág.

PANCREATITE AGUDA


DisciplinaClínica Cirúrgica606 materiais4.233 seguidores
Pré-visualização1 página
PANCREATITE PANCREATITE 
AGUDAAGUDA
Aula disponível em: www.periop.com.br
AGUDAAGUDA
Prof. Alberto Bicudo-Salomão
pancreatiteAgudaAguda
Edouard Ancelet, 1856
Descrição patológica da pancreatite aguda, da necrose e do 
abscesso pancreático
1856 HOJE1856 HOJE
±±160 160 
anosanos
Controvérsias permanecem até os dias atuais existindo 
dificuldades até para sua definição.
pancreatiteAgudaAguda
Conceitos: Marselha, 1963
Cambridge
Marselha
Atlanta ...Atlanta ...
Inflamação do pâncreas associada Inflamação do pâncreas associada 
ou não a sua autoou não a sua auto--digestão.digestão.
com um envolvimento variável de outros tecidos 
regionais ou sistemas orgânicos remotos.
,
Bradley EL III. Arch Surg 1993; 128:586-90.
pancreatiteAgudaAguda
Terapia Nutricional
pancreatiteAgudaAguda
Terapia Nutricional
pancreatiteAgudaAguda
Terapia Nutricional
pancreatiteAgudaAguda
Terapia Nutricional
ÁlcoolÁlcool
Metabólicos
Álcool
Hiperlipoproteinemia
Hipercalcemia
Drogas
Genéticas
Veneno de escorpião
Mecânicos
Colelitíase
Pós-operatório
Pâncreas divisum
Pós-trauma
Pancreatocolangiografia retrógrada endoscópica
Metabólicos
Álcool
Hiperlipoproteinemia
Hipercalcemia
Drogas
Genéticas
Veneno de escorpião
Mecânicos
Colelitíase
Pós-operatório
Pâncreas divisum
Pós-trauma
Pancreatocolangiografia retrógrada endoscópica
ANTIINFECCIOSOS Didanosídeo
Metronidazol
Pentamidina
Sulfonamidas
Tetraciclinas
CARDIO-VASCULARES Furosemida 
GASTROINTESTINAIS Sulfasalizina
5-ASAPancreatocolangiografia retrógrada endoscópicaObstrução do ducto pancreático (neoplasias, ascaridíase)
Sangramento do ducto pancreático
Obstrução duodenal
Vasculares
Pós-operatório
Periarterite nodosa
Ateroembolismo
Infecciosas
Caxumba
Coxsackie B
Citomegalovírus
Criptococo
Pancreatocolangiografia retrógrada endoscópica
Obstrução do ducto pancreático (neoplasias, ascaridíase)
Sangramento do ducto pancreático
Obstrução duodenal
Vasculares
Pós-operatório
Periarterite nodosa
Ateroembolismo
Infecciosas
Caxumba
Coxsackie B
Citomegalovírus
Criptococo
5-ASA
IMUNOSSUPRESSORES 6-Mercaptopurina
Azatioprina
L-Asparaginase
NEUROPSIQUIÁTRICAS Ácido Valpróico
ANTI-INFLAMATÓRIOS Sulindac
OUTROS Estrogênios
Infusão EV de lipídios
Cálcio EV
Vitamina D
TÓXICOS Organofosforados
Carbamatos
ATIVAÇÃO DA ATIVAÇÃO DA 
TRIPSINATRIPSINA
pancreatiteAgudaAguda
Clínica ...Clínica ...
DOR !!!!DOR !!!!
NÁUSEAS NÁUSEAS 
VOMITOS !!!!VOMITOS !!!!
DISTENSÃO DISTENSÃO 
ABDOMINALABDOMINAL
DIMINUIÇÃO DIMINUIÇÃO 
OU PARADA NA OU PARADA NA 
ELIMINAÇÃO ELIMINAÇÃO 
DE GASES E DE GASES E 
FEZESFEZES
O polimorfismo noO polimorfismo no
quadro clínico da doença é o quadro clínico da doença é o 
principal responsável pelo principal responsável pelo 
pancreatiteAgudaAguda
principal responsável pelo principal responsável pelo 
erro no seu diagnóstico.erro no seu diagnóstico.
Triviño e cols, 2002.
pancreatiteAgudaAguda
AMILASE
ELEVAÇÃO DE 2 A 3x O NORMAL
SENSIBILIDADE: 70-95% 
ESPECIFICIDADE: 20-60%
(Steinberg. Diagnostic assays in pancreatitis. Ann Intern Med 102:576, 1985)
pancreatiteAgudaAguda
\ufffd Sobe de 2 a 12h do início dos 
sintomas
\ufffd Pico entre 12 a 72h
\ufffd Decresce, normalizando em 1 
semana
Pico
\ufffd Bom método diagnóstico 
especialmente na pancreatite 
de origem biliar (pior na 
alcoolica)
\ufffd Exame rápido, facilmente 
obtido e de baixo custo
\ufffd Entretanto, uma variedade de 
condições não-pancreáticas 
pode causar elevação nos 
níveis de amilase
(American Academy of Family Physicians, 2000)
0h 2h 12h 72h 07 dias
Normal
pancreatiteAgudaAguda
LIPASE
ELEVAÇÃO 3x O NORMAL
SENSIBILIDADE: 50 - 99% 
ESPECIFICIDADE: 85 - 100%
(Thomson. Diagnose in acute pancreatitis: a propose sequence os biochemical 
investigation. Scand J Gastrenterol 22:719, 1987)
pancreatiteAgudaAguda
\ufffd Sobe de 4 a 8h do início dos 
sintomas
\ufffd Pico em 24h
\ufffd Mantém elevado por 8 dias
Pico
(American Academy of Family Physicians, 2000)
\ufffd Mantém elevado por 8 dias
\ufffd Decresce de 8 a 14 dias
\ufffd Detecta com precisão mesmo 
a pancreatite de causa 
alcoólica 
0h 4h 8h 24h 07 dias
Normal
7070--80%80% 2020--30%30%
pancreatiteAgudaAguda
7070--80%80% 2020--30%30%
Lobo e cols, Br J Surg. 2000. 87(6):695-707.
UNIDADE DE TERAPIA 
INTENSIVA
APOIO 
MULTIDISCIPLINAR
SUPORTE NUTRICIONAL 
ARTIFICIAL
7070--80%80%
1 \u2013 2%
2020--30%30%
Lobo e cols, Br J Surg. 2000. 87(6):695-707.
80 \u2013 100%
pancreatiteAgudaAguda
Haveriam modos de 
estabelecer o prognóstico 
da doença ???da doença ???
CRITÉRIOS DE 
GRAVIDADE
pancreatiteAgudaAguda
Critérios Critérios 
PrognósticosPrognósticos
\ufffd Ranson \u2265 3
\ufffd Balthazar
Bradley EL III. Arch Surg 1993; 128:586-90.
PrognósticosPrognósticos \ufffd Balthazar
pancreatiteAgudaAguda
PANCREATITE AGUDA = NADA PELA BOCA
DOR !!!!DOR !!!!
NÁUSEAS NÁUSEAS 
VOMITOS !!!!VOMITOS !!!!
pancreatiteAgudaAguda
REPOUSO PANCREÁTICOREPOUSO PANCREÁTICO
A estimulação do pâncreas exócrino libera grandes quantidades de 
enzimas proteolíticas.
Pode ser uma \u201cfaca 
de dois gumes\u201d !
pancreatiteAgudaAguda
O PACIENTE COM PANCREATITE AGUDA É MUITAS VEZES 
PREVIAMENTE PORTADOR DE DÉFICITS NUTRICIONAIS 
(ALCOOL)
NAS FORMAS GRAVES PODERÁ DURAR VÁRIAS SEMANAS !!!
A CARÊNCIA NUTRICIONAL GERADA PELO JEJUM 
PROLONGADO PREJUDICA A CASCATA INFLAMATÓRIA DA 
DOENÇA E ACABA POR APRESSAR OS MECANISMOS DE 
MORTE
pancreatiteAgudaAguda
\u201cEm um paciente com pancreatite aguda, 
com a presença de qualquer dos 
critérios de gravidade citados, deve ser critérios de gravidade citados, deve ser 
considerada a indicação de suporte 
nutricional.\u201d 
Lobo e cols, Br J Surg. 2000. 87(6):695-707.
Stephen A. McClave, M.D.
pancreatiteAgudaAguda
pancreatiteAgudaAguda
QUANDO QUANDO QUANDO QUANDO 
OPERAR ?OPERAR ?
PIORA CLÍNICA
(ABSCESSOS CAVITÁRIOS / SEPSE ABDOMINAL)
pancreatiteAgudaAguda
SÍNDROME COMPARTIMENTAL 
ABDOMINAL
(ABSCESSOS CAVITÁRIOS / SEPSE ABDOMINAL
SÍNDROME COMPARTIMENTAL ABDOMINAL
SÍNDROME COMPARTIMENTAL ABDOMINAL
PIA > 20 mmHg
OPERAR
NECROSE INFECTADA
(ABSCESSOS CAVITÁRIOS / SEPSE ABDOMINAL)
PSEUDOCISTO PANCREÁTICO
C.P.R.E.C.P.R.E.
C.P.R.E.C.P.R.E.
pancreatiteAgudaAguda
POR FIM, DEVEMOS TER EM 
MENTE QUE UMA VEZ TRATADA A 
PANCREATITE AGUDA, A SUA PANCREATITE AGUDA, A SUA 
CAUSA DESENCADEANTE DEVE 
SER ABORDADA.
Mayara
Mayara fez um comentário
mto bom o material..
0 aprovações
Carregar mais