PROJETO INTEGRADOR S22017 (1)
3 pág.

PROJETO INTEGRADOR S22017 (1)


DisciplinaProjetos de Engenharia15 materiais93 seguidores
Pré-visualização1 página
Projeto Integrador \u2013 Engenharias \u2013 UNIFIL 
Segundo Semestre \u2013 20017 
 
 
Projeto Integrador - Unifil Folha 1 de 4 
 
 
Projeto Integrador \u2013 SmartCity - UNIFIL 
 
1. Informações do Projeto 
 
Nome Fantasia: Smartcity Consultoria e Assessoria em Infraestrutura. 
Missão: Coordenar e prestar consultoria para soluções de infraestrutura para 
viabilizar cidades, comunidades e organismos sociais eficientes, inteligentes. 
Visão: Os valores intrínsecos de indivíduos e profissionais é o que compõe o maior 
bem de uma comunidade; unir as ideias para um bem maior que forneça bem-estar 
e acesso aos recursos por todos os cidadãos, promovendo o crescimento e 
prosperidade de todos. 
 
1.2. Compõem este grupo os seguintes colaboradores: 
Nome Curso Semestre Matrícula 
Andreas Schlegel Eng. Civil 2º 171423103 
José Carlos dos Reis Eng. Elétrica 3º 161420023 
Juliano Rodrigues da Silva Eng. Produção 3º 162416009 
Matheus Freitas Correia Eng. Elétrica 1º 172420015 
Paulo Henrique Paviani Tec. Civil 2º 171421003 
Ricardo Gonçalves de Moraes Tec. Civil 1º 172421001 
Thiago da Silva Souza Eng. Elétrica 1º 172420016 
Wesley Rufino Purificação Eng. Civil 2º 171423058 
 
 
Projeto Integrador \u2013 Engenharias \u2013 UNIFIL 
Segundo Semestre \u2013 20017 
 
 
Projeto Integrador - Unifil Folha 2 de 4 
 
 
2. Apresentação 
O projeto integrador Smartcity em sua concepção é a melhor definição de 
integrador, pois visa unir os profissionais, entes privados e públicos, representantes 
da comunidade, convidados e outros que possam colaborar para a estruturação de 
um padrão de informação para o desenvolvimento e operação de tecnologias, que 
visam a melhoria do uso dos recursos de uma cidade ou comunidade. 
Os pilares de uma smartcity proposto neste projeto refere-se a definição proposta 
por Frost & Sullivan (2008)1, que englobam o circulo que contempla os serviços de 
uma cidade: são eles: Energia, Construção, Mobilidade, Saúde, Infraestrutura, 
Tecnologia, Governança, Educação e Cidadania, o conceito traduzido e na integra 
pode ser resumido por: 
... Cidades inteligentes são cidades construidas no conceito "ingeligente" 
de soluções e tecnologis que irão culminar na adoção de pelo menos 
cinco dos oito pilares e parametros, como Energia, Construção, 
Mobilidade, Saúde, Infraestrutura, Tecnologia, Governança, Educação e 
Cidadania ... Frost & Sullivan (2008) (Grifo Nosso). 
 
3. Objetivo Principal: 
 
Parametrizar o processo de desenvolvimento e operação de programas ou projetos 
a serem incorporados nos pilares definidos por smartcity. 
 
Projeto Integrador \u2013 Engenharias \u2013 UNIFIL 
Segundo Semestre \u2013 20017 
 
 
Projeto Integrador - Unifil Folha 3 de 4 
 
 
4. Objetivos Específicos 
 
\uf0b7 Estrutura escopo, briefing, checklist, plataformas e fluxograma dos projetos. 
\uf0b7 Definir prioridades para adequar as infraestruturas existentes e legadas em 
uso. 
\uf0b7 Elencar as competências dos profissionais necessárias para cada projeto. 
\uf0b7 Desenvolver uma plataforma única para integração destes projetos, 
(metodologia de entrada, tecnologia, padrões de interoperabilidade) 
\uf0b7 Estabelecer os padrões mínimos de monitoramento, acompanhamento e 
execução destes projetos. 
\uf0b7 Medir performances e respostas a eventos programados e não programas 
analisados previamente como fatores de ameaça e riscos. 
\uf0b7 Orçamento plurianual de implantação do projeto. 
\uf0b7 Definir diretrizes básicas para inclusão, exclusão de colaboradores, bem 
como o aproveitamento integral das atividades já desenvolvida baseados no 
conceito DRY² \u201cDont\u2019 Repeat Yourself\u201d em programação e gestão e projetos. 
 
5. Referências 
1. Frost & Sullivan, publicado em (26 de nov de 2014). «Global Smart Cities 
market to reach US$1.56 trillion by 2020». Consultado em 24 de novembro de 
2017, endereço eletrônico: https://ww2.frost.com/news/press-releases/frost-
sullivan-global-smart-cities-market-reach-us156-trillion-2020 
2. Dave Thomas, entrevistado por Bill Venners (10 de outubro de 2013). 
«Orthogonality and the DRY Principle». Consultado em 24 de novembro de 2017, 
endereço eletronico: http://www.artima.com/intv/dry.html