A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
35 pág.
Metodologia e prática do ensino de Matemática e Ciências - Unidade II

Pré-visualização | Página 11 de 11

• excursão à estação de tratamento de água da cidade.
O trabalho é ampliado para o estudo da preservação ambiental e da situação da água potável da 
população, que não tem acesso à rede de abastecimento de água. Os alunos refletem sobre como o 
poder público cuida da qualidade da água e das questões ambientais e, ainda, sobre a responsabilidade 
social da população e dos governantes.
A partir dessa descrição, considere as afirmações a seguir:
I - As perguntas iniciais respondidas pelos alunos permitem ao professor fazer o levantamento do 
conhecimento prévio dos alunos.
II - A contextualização dos temas ocorre durante as atividades, na inserção de aspectos do cotidiano 
dos alunos e da população.
III - O conhecimento científico desautoriza o conhecimento que os alunos trazem de suas experiências 
de vida, em relação ao meio ambiente.
IV - As crianças devem concluir que as questões relativas ao desmatamento próximo aos mananciais e 
a distribuição de água tratada a toda a população são de responsabilidade social exclusiva dos governos.
De acordo com a descrição, são corretas APENAS as afirmações:
A) I e II.
B) I e III.
C) I e IV.
D) II e III.
E) II e IV.
Resposta correta: alternativa A.
Análise das alternativas
I - Afirmativa correta. A afirmação I mostra a estratégia pedagógica de problematização do tema 
discutido (água) a partir da realidade dos alunos e a realização de experimentos em sala de aula de 
152
Unidade II
Re
vi
sã
o:
 L
uc
as
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 2
9/
05
/1
2
modo a tornar mais concreta a compreensão dos processos da gestão da água e dos indicadores de 
qualidade da água, bem como inclui a visitação à estação de tratamento da água como um bom recurso 
de compreensão da realidade e sensibilização para a cidadania ambiental.
II - Afirmativa correta. A afirmação II completa esta estratégia destacando que a contextualização 
do tema ambiental trabalhado privilegiou a experiência cotidiana dos alunos, o contato crítico com a 
realidade e a tomada de consciência sobre a dimensão ambiental do cotidiano dos alunos e da população.
III - Afirmativa incorreta. A alternativa III é incorreta porque afirma o que se procura evitar num 
trabalho de educação ambiental, ou seja, o uso do conhecimento científico como desqualificador ou 
desautorizador do conhecimento que os alunos trazem de sua experiência. O objetivo neste caso é a 
produção de um novo conhecimento que parta da experiência e avance com a formação científica, 
reconhecendo no diálogo de saberes entre a ciência e a experiência dos grupos sociais uma oportunidade 
de formação e não a desqualificação do saber da experiência.
IV. Afirmativa incorreta. A alternativa IV é incorreta porque remete o diagnóstico dos problemas 
ambientais identificados a uma solução de exclusiva responsabilidade do poder público. A cidadania 
ambiental implica a corresponsabilidade de todos os setores sociais. Governo e população são responsáveis 
e deveriam ser parceiros na busca de soluções ambientalmente corretas. A responsabilização exclusiva 
dos governos é, assim como seu oposto, a culpabilização dos indivíduos, um reducionismo que em nada 
contribui para a sustentabilidade social e ambiental.
Questão 2 (ENADE, 2006).
Revista Isto É Independente. São Paulo: Ed. Três [s.d.]
153
Re
vi
sã
o:
 L
uc
as
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 2
9/
05
/1
2
METODOLOGIA E PRÁTICA DO ENSINO DA MATEMÁTICA E CIÊNCIAS
O alerta que a gravura acima pretende transmitir refere-se a uma situação que:
A) atinge circunstancialmente os habitantes da área rural do país.
B) atinge, por sua gravidade, principalmente as crianças da área rural.
C) preocupa no presente, com graves consequências para o futuro.
D) preocupa no presente, sem possibilidade de ter consequências no futuro.
E) preocupa, por sua gravidade, especialmente os que têm filhos.
Resolução desta questão na plataforma.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.