Do Juiz e do Ministério Público.ppt
18 pág.

Do Juiz e do Ministério Público.ppt

Pré-visualização1 página
*
*
DIREITO PROCESSUAL CIVIL:
Glauka Cristina Archangelo da Silva
ÓRGÃOS DO JUDICIÁRIO, AUXILIARES DA JUSTIÇA E MINISTÉRIO PÚBLICO 
*
*
JUIZ E MINISTÉRIO PÚBLICO
*
*
Garantias do Judiciário: 
Independência do poder \u2013 controle dos demais poderes \u2013 \u201cfreios e contrapesos\u201d
Organização própria, autonomia administrativa e financeira
*
*
Leis para o aumento do número de juízes são de iniciativa do Judiciário \u2013 art. 96, II CF
II - ao Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores e aos Tribunais de Justiça propor ao Poder Legislativo respectivo, observado o disposto no art. 169:
a) a alteração do número de membros dos tribunais inferiores;
b) a criação e a extinção de cargos e a remuneração dos seus serviços auxiliares e dos juízos que lhes forem vinculados, bem como a fixação do subsídio de seus membros e dos juízes, inclusive dos tribunais inferiores, onde houver.
*
*
Juízes - Tríplice garantia:
Vitaliciedade \u2013 art. 95, I CF \u2013 Pode permanecer na carreira, até sua aposentadoria.
Só pode ser excluído da Magistratura por força de sentença judicial transitada em julgado.
Aposentadoria compulsória \u2013 prevista no art. 93, VI \u2013 por invalidez efetiva ou presumida (após 70 anos)
Aposentadoria por interesse público \u2013 art. 93, VIII \u2013 decisão do tribunal ao qual pertence (2/3), em procedimento administrativo e respeitando as garantias processuais
Adquirida após dois anos \u2013 período de estágio probatório \u2013 
- Não é garantia dos juízes eleitorais (temporários)
*
*
II) Inamovibilidade \u2013 o juiz não pode ser privado de seu cargo \u2013 art. 95, II
Remoção compulsória por interesse público (art. 93, VIII \u2013 mesmas condições acima) \u2013 só para outro cargo do mesmo nível.
- Garantia da independência 
*
*
III) Irredutibilidade dos vencimentos \u2013
 Art. 95, III \u2013 garante independência. 
Só é vedada a redução nominal (o valor pode desvalorizar \u2013 tempos de inflação)
*
*
INGRESSO NA CARREIRA
Concurso público de provas e títulos \u2013 após EC 45 \u2013 exigência dos três anos
- art. 93, I -  ingresso na carreira, cujo cargo inicial será o de juiz substituto, mediante concurso público de provas e títulos, com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil em todas as fases, exigindo-se do bacharel em direito, no mínimo, três anos de atividade jurídica e obedecendo-se, nas nomeações, à ordem de classificação
 
*
*
Art. 95 CF - Parágrafo único. Aos juízes é vedado:
I - exercer, ainda que em disponibilidade, outro cargo ou função, salvo uma de magistério;
II - receber, a qualquer título ou pretexto, custas ou participação em processo;
III - dedicar-se à atividade político-partidária.
IV - receber, a qualquer título ou pretexto, auxílios ou contribuições de pessoas físicas, entidades públicas ou privadas, ressalvadas as exceções previstas em lei;  
V - exercer a advocacia no juízo ou tribunal do qual se afastou, antes de decorridos três anos do afastamento do cargo por aposentadoria ou exoneração.  
Poderes, deveres e responsabilidades \u2013 
CF e LOMaN (LC 85/79)
*
*
Na LOMan \u2013 pontualidade, cumprimento de expediente, policiar condutas dos funcionários, residir na comarca.
*
*
ART. 139 a 143 - DOS PODERES, DOS DEVERES E DA RESPONSABILIDADE DO JUIZ.
ART 144 a 148 - DOS IMPEDIMENTOS E DA SUSPEIÇÃO
*
*
Zela pelo interesse público no processo \u2013 além dos interesses das partes
- Interesse público primário \u2013 da sociedade, e não pelo interesse público secundário (do Estado)
Instituição autônoma \u2013 não pertence a nenhum dos 3 poderes (4o poder?) \u2013 atua em conexão com o Judiciário e sua organização tem relação com o Poder Executivo (Procurador Geral da república nomeado pelo Presidente e aprovado pelo Senado)
Ministério Público - Art. 176 a181
*
*
Dois princípios:
Unidade/indivisibilidade \u2013 atuação corporativa \u2013 quem atua é a instituição e não o promotor.
Independência \u2013 não se vincula ao Judiciário, nem ao Executivo e nem à própria instituição 
CF 127 A 130-A
*
*
PARTE, ASSISTENTE E FISCAL DA LEI
- Como parte (substituto processual):
Direitos coletivos e individuais homogêneos
Anulação de casamento.
Ação rescisória.
Indenização de família pobre vítima de crime (CPP)
Inventário.
Investigação de paternidade.
*
*
 - Assistente : Incapazes,
 Outros legitimados em ações
 coletivas
*
*
 - FISCAL DA LEI \u2013
 
ações que envolvem direito de família e registros públicos,
questões envolvendo posse de terra rural
ações populares,
 ACP promovidas por outros legitimados, 
ações envolvendo hipossuficientes, como as do Estatuto do Idoso e do ECA
demais casos envolvendo interesse público
*
*
- Mesmo não sendo considerado parte, pode recorrer
- Sujeito às causas de impedimento e suspeição quando atua como fiscal da lei, e sujeito às causas de suspeição somente quando for parte ou assistente .
- Lei orgânica \u2013 LC 75
*
*
*