A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Introdução a Administração

Pré-visualização | Página 1 de 1

Introdução a Administração.
Neste curso pude conhecer o ambiente organizacional, processos administrativos e definir a essência e a competência de uma organização.
desde a época Pré-histórica, o homem já foi apresentado a algumas ferramentas e que no entanto precisava interagir de forma racional; usando os termos adequados, podemos hoje chamar estas ferramentas de recursos.
em diferentes tempos e sociedades, o desenrolar fez com que fossem criadas formas sistematizadas para produzir os recursos necessários.
podemos dizer que o ser humano é um tipo de animal que precisa viver em grupo e produzir artefatos para sobreviver. Por exemplo, ferramentas, vestimentas e alimentos. Nesse sentido, viver em sociedade e ter a necessidade de produzir coisas são as duas características básicas que levaram ao surgimento dos sistemas de produção.
Grande parte das sociedades atuais se organiza a partir do modo de produção capitalista, que foi fortemente incentivado pela Revolução Industrial.
Apesar de a maioria das sociedades praticar o modo capitalista hoje em dia, existem outros grupos sociais que escolheram outras formas de organizar sua produção. Alguns grupos vivem a partir do modo de produção asiático ou do socialista.
O que precisamos ter em mente é claro é que o homem se organiza a partir de sistemas ou modos de produção. Existem diferentes modos de produção que foram surgindo na trajetória humana e eles podem coexistir.
Chamamos de Revolução Industrial os avanços tecnológicos que possibilitaram a invenção de máquinas e sua introdução na fabricação de produtos.
Foi no século XVIII, que foram escritos os primeiros textos dedicados à Administração e à preocupação com as técnicas que levaram a esses estudos.
começaram a encarar a Administração como ciência. Até então, a prática dominante era pensar esse tema de forma empírica, ou seja, com foco na prática, sem usar nenhuma metodologia científica.
Teoria da Administração Científica – Ênfase nas Tarefa
Como o nome já diz, o objetivo era observar e medir alguns fatores para verificar como eles influenciavam a realização das tarefas.
Se pensarmos na ênfase que era dada às tarefas, veremos que o potencial humano era apenas mais uma engrenagem do funcionamento da empresa.
Por isso, podemos afirmar que a Administração Científica partia de baixo para cima, ou seja, das partes (operários) para o todo (organização).
Teoria Clássica e Neoclássica – Ênfase na Estrutura Organizacional
Depois que a ênfase nas tarefas foi perdendo a força, a ênfase na estrutura organizacional ganhou espaço e passou a ser objeto de estudo.
Em outras palavras, nesse período, a preocupação com o individual (cada operário com relação a sua tarefa) deu lugar à crença de que a eficiência da organização acontece quando existe o uso racional de cargos e órgãos (setores e departamentos).
Segundo Chiavenato (2004), sua principal característica é a ênfase na estrutura organizacional, ou seja, na disposição dos departamentos ou setores, e nas relações entre eles. Outras características muito fortes são a visão do homem econômico e a busca pela máxima eficiência.
Teoria das Relações Humanas – Ênfase nas Pessoas
Depois da Teoria Clássica e Neoclássica, a Teoria da Administração entrou em uma nova fase: a Teoria das Relações Humanas – ênfase nas pessoas.
Essa teoria parte da análise e do estudo das pessoas dentro das empresas. Com tudo, o estudo de sua estrutura e de suas tarefas ficava em segundo plano.
Teoria da Contingência – Ênfase na Tecnologia
Da década de 1960 em diante, passamos a contar com tecnologias postas a serviço das organizações.
A maneira como essas tecnologias eram utilizadas por cada empresa fazia com que alguns fatores se tornassem a marca registrada de sua atuação, de sua estrutura e de seu funcionamento
a Teoria da Contingência conta com alguns autores que enxergam a organização como um sistema sociotécnico.
Esse sistema contaria com a interação entre dois subsistemas, abaixo.
Subsistema social ou humano
As pessoas e seus relacionamentos de trabalho.
Subsistema tecnológico e ambiental
O ambiente, as tarefas e os equipamentos para executá-las.
 Consegui compreender que um processo de administração envolve um conjunto de atividades que possuem sequência lógica e hierárquica.
Nesse processo, o uso dos recursos tangíveis e intangíveis é planejado para que os resultados esperados sejam atingidos.
Esses resultados serão serviços ou produtos, definidos a partir do objetivo do negócio.
É importante ter sempre em mente que um funcionário, mesmo que exerça uma função específica, sempre vai interagir com outros colegas.
Tanto seu trabalho interage com as funções de responsabilidade de outros funcionários quanto ele mesmo, como indivíduo, relaciona-se com os indivíduos que exercem as outras funções, assim os departamentos se interagem e há o sucesso da organização.