A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
perfil do engenheiro

Pré-visualização | Página 2 de 3

na prática;
• Ter tido a oportunidade de convivência em um ambiente científico e tecnológico;
• Ser capaz de utilizar a informática como instrumento do exercício da engenharia;
• Ser capaz de analisar criticamente os modelos empregados tanto no estudo como na prática da engenharia;
• Ser capaz de gerenciar e operar sistemas complexos de engenharia;
• Ter a oportunidade de aprender sozinho e, com isso, executar sua capacidade criativa;
• Ter tido a oportunidade de exercitar seu espírito empreendedor.
2.3. Perfil do engenheiro no trabalho de LONGO & TELLES (Ref. [3])
Na Ref. [3] também foi traçado um perfil genérico para o engenheiro. Segundo esses autores, o novo profissional
deve ser preparado para raciocinar e agir sem fronteiras, o que exige do mesmo o entendimento de outras culturas,
principalmente idiomas e ambiências nas quais ocorre a produção. Adicionalmente, devem ser empreendedores e
estarem preparados para trabalhar em equipe, gerenciar complexos empreendimentos que podem envolver muitos
indivíduos, mas também uma empresa de uma só pessoa: eles mesmos. Em outras palavras, eles devem cultivar a
liderança, serem criativos, estarem profissionalmente e mentalmente equipados para, eventualmente, terem trabalho e
não necessariamente um emprego, e serem prestadores de serviços autônomos. Devem ter a consciência de que jamais
estarão “formados”. Deve estar claro que, profissionalmente, os futuros imediato e longínquo, dependem de sua
capacidade de atualização contínua de conhecimentos face ao vertiginoso avanço das tecnologias, crescentemente
apoiadas em aplicações de descobertas científicas.
2.4. Perfil do engenheiro no trabalho de SALUM [5]
A autora cita em seu trabalho alguns atributos que seriam necessários ao profissional no atual mercado de trabalho,
globalizado, altamente competitivo e de tecnologias com vida útil cada vez mais curta. São eles:
• Conhecimento científico e tecnológico para vencer os desafios da constante e rápida evolução do
conhecimento;
• Conhecimento de informática e gerência;
• Capacidade para a solução de problemas;
• Capacidade para a aquisição autônoma e permanente da informação e do conhecimento;
• Capacidade empreendedora e de liderança;
• Capacidade para o trabalho em equipe multidisciplinar;
• Capacidade de comunicação oral e escrita em mais de um língua, uma delas sendo necessariamente o inglês;
• Capacidade para perceber e exercer o papel social e ambiental de engenharia.
3. PERFIL DO ENGENHEIRO NO TRABALHO DAS AUTORAS DO ARTIGO
O perfil do engenheiro, neste trabalho, foi obtido através de uma pesquisa realizada pelas autoras em cinco
empresas da cidade de São Carlos, onde foram entrevistados os diretores/responsáveis pelos departamentos de recursos
humanos.
A seguir serão mostrados alguns resultados tabulados e as respectivas análises que resultaram no perfil do
engenheiro de produção desejado pelas empresas entrevistadas.
DTC - 28
3.1. Conhecimento e habilidades específicas
Quando perguntadas sobre os conhecimentos ou habilidades específicas exigidas no processo de seleção dos
engenheiros de produção, as empresas destacaram cinco, apresentadas na Tabela 1.
Tabela 1: Distribuição de ocorrência e percentuais dos conhecimentos ou habilidades específicas exigidas no processo
de seleção (questão 4)
Habilidades No de referências %
Conhecimento da língua inglesa 3 44
Habilidades de relacionamento 1 14
Conhecimento de informática 1 14
Conhecimento da língua espanhola 1 14
Conhecimentos em MRP e 5S 1 14
Total 7 100
3.2. Características privilegiadas
As empresas identificaram 13 características (Tabela 2) que são privilegiadas no processo de seleção do
engenheiro de produção.
Tabela 2: Distribuição de ocorrência e percentuais das características privilegiadas no processo de seleção do
engenheiro de produção (questão 3)
Características Privilegiadas No de referências %
Profissionais que trabalham em equipe 3 15
Cada caso avaliado especificamente 3 15
Experiência 2 10
Profissionais capazes de administrar mudanças 2 10
Formação em boa universidade 2 10
Profissionais com espírito de liderança 1 5
Profissionais com capacidade de negociação 1 5
Profissionais capazes de trabalhar sobre pressão 1 5
Profissionais capazes de administrar conflitos 1 5
Profissionais com facilidade de tomar decisões 1 5
Profissionais flexíveis 1 5
Profissionais que estagiaram 1 5
Profissionais com iniciativa 1 5
Total 20 100
3.3. Aspectos importantes no perfil do engenheiro de produção
Apresentada uma lista com cinco aspectos importantes no perfil do engenheiro de produção, pediu-se que
colocassem em ordem de importância. Assim, o resultado obtido foi:
1º Ética
2º Iniciativa
2º Conhecimento técnico
2º Capacidade de tomar decisões
3º Relacionamento interpessoal
Apesar de relacionamento interpessoal estar em último lugar, todas as empresas consideram este aspecto muito
importante para o desempenho do profissional.
Resumindo o resultado da pesquisa realizada pelas autoras, pode-se dizer que o perfil do engenheiro de produção
traçado pelas empresas investigadas é apresentado da seguinte maneira:
• Ser capaz de trabalhar em equipe;
• Ser capaz de trabalhar levando sempre em consideração a ética;
• Ter conhecimentos técnicos sólidos para consolidar as decisões a serem tomadas;
• Ser capaz de administrar mudanças;
• Ter espírito de liderança;
• Ser capaz de trabalhar sobre pressão;
• Ter capacidade de negociação;
DTC - 29
• Ser capaz de tomar decisões;
• Ser flexível;
• Ter iniciativa e espírito empreendedor;
• Ter habilidade em trabalhar com pessoas;
• Ter conhecimento da língua inglesa;
• Ter conhecimentos de informática.
4. PONTOS COMUNS ENTRE OS PERFIS APRESENTADOS
Tendo visto os vários trabalhos de diferentes autores, muitos pontos em comum foram encontrados e serão
apresentados a seguir. O objetivo principal dessa comparação é validar o perfil encontrado pelas autoras deste artigo,
mesmo tendo como campo amostral apenas cinco empresas de uma única cidade.
Assim, será considerado como base para comparação, o perfil apresentado pelas autoras do artigo. A tabela 3
mostra se os aspectos listados no perfil considerado como base foi encontrado nos outros trabalhos citados.
Tabela 3: Comparação entre os vários perfis do engenheiro
Perfil base
(NOSE&REBELATTO) Moraes Ferreira Longo & Telles Salum
Ser capaz de trabalhar em equipe X X X X
Ser capaz de trabalhar levando sempre em consideração a ética X X
Ter conhecimentos técnicos sólidos X X
Ser capaz de administrar mudanças X X X
Ter espírito de liderança X X X
Ser capaz de trabalhar sobre pressão
Ter capacidade de negociação
Ser capaz de tomar decisões X
Ser flexível X
Ter iniciativa e espirito empreendedor X X X
Ter habilidade em trabalhar com pessoas X X
Ter conhecimento da língua inglesa X X X
Ter conhecimento de informática X X X
Uma consideração importante é que nenhuma empresa, das entrevistadas pelas autoras, citou a importância do
engenheiro ser capaz de entender o seu papel na sociedade e os impactos que a sua atuação podem acarretar ao meio
ambiente. O engenheiro não pode se sentir impune em relação a atitudes que afetam, não só a empresa, mas a
comunidade de uma forma geral.. Afinal, ele trabalha com recursos que podem se esgotar a qualquer momento ou
podem causar algum dano ambiental se utilizados de maneira incorreta. Ter essa visão faz parte da nova consciência
que deve estar dentro de cada profissional.
Outra questão importante é em relação a conscientização da importância da segurança no trabalho. No papel de
gestor de recursos humanos e materiais, o engenheiro deve ser capaz de influenciar as pessoas que trabalham ao seu
redor, garantindo uma melhor ambiente de trabalho.
Ainda, a questão da educação continuada deve ser ressaltada já que o profissional vive em um ambiente de
intensas mudanças e são necessários novos conhecimentos a cada

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.